-

CMP008 - ATENÇÃO PRIMARIA À SAÚDE II - Turma: 02 (2015.1)

Tópicos Aulas
Apresentação do programa/Discussão dialogada-Marcos históricos da política de saúde no Brasil (09/03/2015 - 09/03/2015)
Discussão dialogada-Marcos históricos da política de saúde no Brasil/Discussão de filmes1:Políticas de saúde no Brasil (16/03/2015 - 16/03/2015)
Atividades prática na UBS Realizar levantamento na comunidade e discussão com os atores sociais sobre: ‘Minha experiência no SUS’ (23/03/2015 - 23/03/2015)

 Questão norteadora:

O direito à saúde como expressão das necessidades humanas e conquista de cidadania, consubstanciado por meio dos sistemas de saúde, é possível?

Discussão Dialogada- Reforma Sanitária e a implantação do SUS: concepções, caminhos percorridos, avanços e críticas. (30/03/2015 - 30/03/2015)

Trabalho em subgrupos-Debate: A universalidade do SUS é possível?

Texto de apoio:

PAIM, JS. Uma análise sobre o processo de Reforma Sanitária Brasileira. In: Saúde em Debate, Rio de Janeiro. V.33, n.81, p.27-37, jan/abr.2009 (disponível on line). 

Atividades prática na UBS Realizar levantamento na comunidade e discussão com os atores sociais sobre: ‘Minha experiência no SUS’ (06/04/2015 - 06/04/2015)

Questão norteadora:

O direito à saúde como expressão das necessidades humanas e conquista de cidadania, consubstanciado por meio dos sistemas de saúde, é possível?

Sistematização da Atividade Prática: ‘Minha experiência no SUS’ (13/04/2015 - 13/04/2015)

1º momento - Debate médico cubano:

As características fundamentais do SUS

Questão Norteadora: Quais as diferenças e semelhanças dos sistemas de saúde de seus países de origem em relação ao SUS?

2º momento: Apresentação dos relatórios grupos.

1ª avaliação escrita individual (20/04/2015 - 20/04/2015)
Discussão Dialogada - Sistema Único de Saúde: desenho institucional, gestão, fóruns de pactuação e organização/Discussão de filme 3 ‘SICKO - SOS Saúde’, de Michel Moore (27/04/2015 - 27/04/2015)

Texto de apoio:

Bahia, L. O sistema de saúde brasileiro entre normas e fatos: universalização mitigada e estratificação subsidiada. Ciência & Saúde Coletiva, 14(3):753-762, 2009.

Discussão Dialogada - Modelos de atenção e gestão da rede assistencial no SUS: atenção primária, média e alta complexidade. A Estratégia de Saúde da Família. . (04/05/2015 - 04/05/2015)

Questão Norteadora:

Que princípios e valores conformam as distintas formas de organizar a atenção à saúde da população?

Texto de apoio:

Bahia, L. O sistema de saúde brasileiro entre normas e fatos: universalização mitigada e estratificação subsidiada. Ciência & Saúde Coletiva, 14(3):753-762, 2009.

Testes e medidas em pesquisa em saúde. Noções introdutórias de epidemiologia: conceitos de morbidade, mortalidade, incidência e prevalência/ESF - FICHAS DO SIAB (11/05/2015 - 11/05/2015)
Atividade prática: Atendendo as Necessidades de Saúde na UBS: agendamento de consultas e atendimento a demanda espontânea (18/05/2015 - 18/05/2015)

Questão Norteadora:

Quais os programas ofertados nas UBSs?

Os programas dão respostas às necessidades de saúde da população?

Como a equipe de saúde organiza o atendimento às necessidades de saúde da população?

Texto de Apoio:

As necessidades de saúde como conceito estruturante na luta pela integralidade e equidade na atenção em saúde

Disponível em:

http://www.uff.br/pgs2/textos/Integralidade_e_Equidade_na_Atencao_a_saide_-_Prof_Dr_Luiz_Cecilio.pdf.

Atividade Prática: Questão Norteadora: Acolhimento na UB/Escuta Qualificada/ Vínculo. (25/05/2015 - 25/05/2015)

Questão Norteadora:

O que se entende por acolhimento? Como o acolhimento pode contribuir para melhoria do processo e trabalho na UBS e satisfação das necessidades de saúde da poppulação?

Atividade Prática: Questão Norteadora: A referência e Contra referência no município de Parnaíba (01/06/2015 - 01/06/2015)

Texto de Apoio:

Assistência de Média e Alta Complexidade no SUS / Conselho

Nacional de Secretários de Saúde. – Brasília: CONASS, 2007

Disponível em: http://bvsms.saude.gov.br/bvs/publicacoes/colec_progestores_livro9.pdf

Atividade Prática: Visita Técnica a Serviços de Saúde referendados pela UBS. (08/06/2015 - 08/06/2015)

Questão Norteadora:

A Construção da Rede de Atenção a Saúde.

Texto de Apoio:MENDES. E. V. As redes de atenção à saúde. Ciênc. saúde coletiva [online]. 2010, vol.15, n.5, pp. 2297-2305.

Atividade Prática: Visita Técnica a Serviços de Saúde referendados pela UBS (15/06/2015 - 15/06/2015)

Questão Norteadora:

Como está organizada a rede de assistência à saúde de Parnaíba?

Debate - redes de Atenção "linha de cuidado" (22/06/2015 - 22/06/2015)
Fechamento e avaliação das atividades do módulo - Relato de Experiência APS II (29/06/2015 - 29/06/2015)
Frequências da Turma
# Matrícula MAR ABR MAI JUN Total
09 16 23 24 30 06 13 20 27 04 11 18 25 01 08 15 22 29
1 201494**** 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0
2 201494**** 4 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 4
3 201494**** 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0
4 201494**** 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 4 0 0 0 0 0 0 4
5 2014912**** 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 4 4 0 0 0 0 0 8
6 201495**** 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 4 4 0 0 0 0 0 8
7 201495**** 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0
8 201494**** 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0
Notas da Turma
# Matrícula Unid. 1 Unid. 2 Unid. 3 Prova Final Resultado Faltas Situação
1 201495**** 8,6 8,5 8,9 8.7 8 AM
2 201494**** 7,4 8,5 8,9 8.3 0 AM
3 201494**** 6,9 8,5 8,9 8.1 0 AM
4 201494**** 6,9 8,5 8,9 8.1 4 AM
5 201495**** 6,2 8,5 8,9 7.9 0 AM
6 201494**** 7,4 8,5 8,9 8.3 0 AM
7 2014912**** 6,9 8,5 8,9 8.1 8 AM
8 201494**** 6,2 8,5 8,9 7.9 4 AM

Nenhum item foi encontrado

Plano de Curso

Nesta página é possível visualizar o plano de curso definido pelo docente para esta turma.

Dados da Disciplina
Ementa: x
Objetivos: 3. OBJETIVOS 1. Compreender os valores, os princípios e os direitos sociais que constituíram e embasam o sistema e as políticas de saúde no Brasil; 2. Conhecer a concepção, organização e funcionamento do sistema de saúde no que se refere à gestão da rede assistencial, articulação entre os níveis de atenção, fluxos e trajetória do usuário nos serviços de saúde. 3. Compreender as concepções de Promoção da Saúde e as suas interfaces com a Educação em Saúde, a Participação Popular e o Controle Social. 4. Conhecer os fundamentos da metodologia da pesquisa quantitativa.
Metodologia de Ensino e Avaliação
Metodologia: • Sessão Expositiva Dialogada;
• Debates de filmes e textos;
• Atividade prática de campo;
• Visitas técnicas aos serviços de saúde (conhecer a rede de saúde).
Procedimentos de Avaliação da Aprendizagem: -O aluno com mais de 25% de faltas está reprovado, independente da nota.
-Condições de aprovação, referente à nota final (NF) das avaliações:


-Avaliações: Serão realizadas três avaliações [Avaliação escrita Individual 1 (10 pontos) + Relatórios e Prática na UBS 2 (10 pontos) + Avaliação lúdica 3 (10 pontos)]. A nota final (NF) será obtida através da seguinte equação matemática:
NF = (P1+ P2 + P3)/3
P1 – Avaliação escrita individual (10pts)
P2 – Relatórios + Prática (10pts)
P3 – Avaliação lúdica (10pts)


- Enquanto documento, as avaliações serão entregues aos alunos, somente, para que estes venham a efetuar revisões e retirar dúvidas.

- O aluno que necessite faltar a uma ou mais aula(s) devido à participação em congressos, seminários e semanas de ciências, deverá procurar o professor para verificar possível abono da falta. Lembrando sempre que o conteúdo dado em sala, durante a sua ausência, será cobrado integralmente na prova.

Obs.: Será permitido ao aluno que faltar a alguma avaliação, independente do motivo, a realização de uma 4ª prova (em caráter de reposição). Esta avaliação contemplará todo o conteúdo ministrado na disciplina durante o semestre.
Horário de atendimento: Segunda 08:00 às 12:00
Bibliografia: REFERÊNCIAS

LIVRO-TEXTO BÁSICO

AGUIAR, ZN (org.) Sistema Único de Saúde: antecedentes, percurso, perspectivas e desafios. São Paulo: Martinari, 2011.

REFERÊNCIAS COMPLEMENTARES:

*20 ANOS DE SUS. Revista Saúde em Debate, Rio de Janeiro. V.33, n.81, p.27-37, jan/abr.2009 (disponível on line)

BAHIA, L. O sistema de saúde brasileiro entre normas e fatos: universalização mitigada e estratificação subsidiada. Ciência & Saúde Coletiva, 14(3):753-762, 2009.

BRASIL. Ministério da Saúde. Secretaria de Atenção à Saúde. Departamento de Atenção Básica. Política Nacional de Atenção Básica. Brasília: Ministério da Saúde, 2006.

BRASIL. Ministério da Saúde. Secretaria de Atenção à Saúde. Departamento de Atenção Básica. Acolhimento à demanda espontânea. Brasília (Brasil): Ministério da Saúde, 2011.

BRASIL. Conselho Nacional de Secretários de Saúde (Conass). SUS: avanços e desafios. Brasília: Conass, 2006. Disponível em: <http://www.conass.org.br/pdfs/livro_sus_avancos_desafios.pdf, acesso em 31/01/2007). Acesso em: 20/dez/2014.

BRASIL. Conselho Nacional de Secretários de Saúde. Assistência de Média e Alta Complexidade no SUS / Conselho Nacional de Secretários de Saúde. – Brasília: CONASS, 2007.

CAMPOS, GWS et all. Tratado de Saúde Coletiva (Parte IV- Política, Gestão e Atenção em Saúde).São Paulo-Rio de janeiro: Hucitec/Fiocruz, 2006

CAMPOS, GWS. Reforma Política e sanitária: a sustentabilidade do SUS em questão ? In: Rev. Ciência & Saúde Coletiva 12(2):301-306.2007 (disponível on line)
CECÍLIO, L. C. de O. As necessidades de saúde como conceito estruturante na luta pela integralidade e eqüidade na atenção em saúde. In: PINHEIRO, R. & MATTOS, R. A. de (Orgs.) Os Sentidos da Integralidade na Atenção e no Cuidado à Saúde. Rio de Janeiro: IMS, Uerj, 2001.
CECÍLIO, L. C. de O. & MATSUMOTO, N. F. Uma taxonomia operacional de necessidades de saúde. In: PINHEIRO, R; FERLA, A. A. & MATTOS, R. A. (Orgs.) Gestão em Redes: tecendo os fios da integralidade em saúde. Rio de Janeiro, Caxias do Sul: Cepsc, IMS, Uerj, Educs, 2006.
MARQUES, RM e Ugá, MAD. Financiamento do SUS: trajetória, contexto e constrangimentos. In: Lima, NT et all. Saúde e Democracia: história e perspectivas do SUS. Rio de Janeiro: Fiocruz, 2005.

MENDES, NA e MARQUES, RM. Os (des)caminhos do financiamento do SUS. IN: Revista Saúde em Debate, Rio de Janeiro, v 27, nº 65, p. 389-404, set/dez 2003.
MENDES. E. V. As redes de atenção à saúde. Ciênc. saúde coletiva [online]. 2010, vol.15, n.5, pp. 2297-2305.
PAIM, J. S. O que é o SUS. Rio de Janeiro: Editora Fiocruz, 2009. 148 p.

PAIM, J.S.; TRAVASSOS, C.; ALMEIDA, C.; BAHIA, L.; MACINKO, J. O Sistema de Saúde Brasileiro; história, avanços e desafios. The Lancet, 2011. Serie Brasil.

PAIM, JS. Uma análise sobre o processo de Reforma Sanitária Brasileira. In:Saúde em Debate, Rio de Janeiro. V.33, n.81, p.27-37, jan/abr.2009 (disponível on line).

POLIGNANO, MV. História das políticas de saúde no Brasil: uma pequena revisão. Belo Horizonte: UFMG. Disponível em: http://www.medicina.ufmg.br/internatorural/arquivos/mimeo-23p.pdf.

SANTOS, L e ANDRADE, L.O. “SUS: o espaço da gestão inovada e dos consensos interfederativos: aspectos jurídicos, administrativos e financeiros”. Campinas-SP: Instituto de Direito Sanitário Aplicado, 2007;

SANTOS, M. L. Proposta de reorganização da porta de entrada dos serviços de saúde em uma Equipe de Saúde da Família. Universidade Federal de Minas Gerais. Faculdade de Medicina. Núcleo de Educação em Saúde Coletiva . Lagoa Santa, 2013. 28f.Monografia (Especialização em Atenção Básica em Saúde da Família.

TEIXEIRA, C. F. Modelos de Atenção voltados para a qualidade, efetividade, eqüidade e necessidades prioritárias de saúde. In: TEIXEIRA, C. F.; PAIM, J. S. & VILLASBÔAS, A. L. (Orgs.) Promoção e Vigilância da Saúde. Salvador: ISC, 2002.

Cronograma de Aulas

Início

Fim

Descrição
09/03/2015
09/03/2015
Apresentação do programa/Discussão dialogada-Marcos históricos da política de saúde no Brasil
16/03/2015
16/03/2015
Discussão dialogada-Marcos históricos da política de saúde no Brasil/Discussão de filmes1:Políticas de saúde no Brasil
23/03/2015
23/03/2015
Atividades prática na UBS Realizar levantamento na comunidade e discussão com os atores sociais sobre: ‘Minha experiência no SUS’
30/03/2015
30/03/2015
Discussão Dialogada- Reforma Sanitária e a implantação do SUS: concepções, caminhos percorridos, avanços e críticas.
06/04/2015
06/04/2015
Atividades prática na UBS Realizar levantamento na comunidade e discussão com os atores sociais sobre: ‘Minha experiência no SUS’
13/04/2015
13/04/2015
Sistematização da Atividade Prática: ‘Minha experiência no SUS’
20/04/2015
20/04/2015
1ª avaliação escrita individual
27/04/2015
27/04/2015
Discussão Dialogada - Sistema Único de Saúde: desenho institucional, gestão, fóruns de pactuação e organização/Discussão de filme 3 ‘SICKO - SOS Saúde’, de Michel Moore
04/05/2015
04/05/2015
Discussão Dialogada - Modelos de atenção e gestão da rede assistencial no SUS: atenção primária, média e alta complexidade. A Estratégia de Saúde da Família. .
11/05/2015
11/05/2015
Testes e medidas em pesquisa em saúde. Noções introdutórias de epidemiologia: conceitos de morbidade, mortalidade, incidência e prevalência/ESF - FICHAS DO SIAB
18/05/2015
18/05/2015
Atividade prática: Atendendo as Necessidades de Saúde na UBS: agendamento de consultas e atendimento a demanda espontânea
25/05/2015
25/05/2015
Atividade Prática: Questão Norteadora: Acolhimento na UB/Escuta Qualificada/ Vínculo.
01/06/2015
01/06/2015
Atividade Prática: Questão Norteadora: A referência e Contra referência no município de Parnaíba
08/06/2015
08/06/2015
Atividade Prática: Visita Técnica a Serviços de Saúde referendados pela UBS.
15/06/2015
15/06/2015
Atividade Prática: Visita Técnica a Serviços de Saúde referendados pela UBS
22/06/2015
22/06/2015
Debate - redes de Atenção "linha de cuidado"
29/06/2015
29/06/2015
Fechamento e avaliação das atividades do módulo - Relato de Experiência APS II
Avaliações
Data Descrição
20/04/2015 1ª Avaliação
: Referência consta na biblioteca
Referências Básicas
Tipo de material Descrição
Referências Complementares
Tipo de material Descrição
Notícias da Turma

Nenhum item foi encontrado

SIGAA | Superintendência de Tecnologia da Informação - STI/UFPI - (86) 3215-1124 | sigjb03.ufpi.br.sigaa vSIGAA_3.12.1080 29/05/2024 18:14