-

CMR0363 - TRABALHO DE CONCLUSAO DE CURSO I - Turma: 12 (2016.1)

Tópicos Aulas
Pesquisa qualitativa em psicologia (foco indagatório, problematização, epistemologia, metodologia, método, estratégias de produção de informações e análise de informações) (09/04/2016 - 09/04/2016)

Orientação TCC I

Cartografia como modo de fazer pesquisa intervenção (desenho teórico-metodológico). (16/04/2016 - 16/04/2016)

Orientação TCC I

Atividade Discente Efetiva (23/04/2016 - 23/04/2016)

Revisão de literatura - ADE (Revisão d eliteratura) em  função do feriado de 21 de abril de 2016.

1a. Avaliação - Entrega do Pré-projeto de pesquisa revisado para elaboração de um desenho de pesquisa intervenção (30/04/2016 - 30/04/2016)

1a - Avaliação

Revisão de literatura acerca dos Processos de subjetivação e produção de subjetividade (07/05/2016 - 07/05/2016)

Processos de subjetivação e produção de subjetividade: multiplicidade e devir.

Arte relacional: arte contemporânea, estética da existência e cuidado de si. (14/05/2016 - 14/05/2016)

Orientação acerca da Metodologia de pesquisa: a) abordagem qualitativa; b) método de produção das informações (cartografia); c) estratégias e dispositivo (arte relacional); d) Análise das informações (esquizoanálise).

Agenciamento: Dispositivo. Instinto. Instituições. Discurso capatalístico. (21/05/2016 - 21/05/2016)

Orientação TCC I: aspectos teórico-metodológicos a partir da revisão de literatura e triangulação epistemológica.

Revisão de literatura: micropolítica do desejo, forças da vida e linhas molar, maleável e molecular. (28/05/2016 - 28/05/2016)

Atividade Discente Efetiva em função do feriado de 26 de maio de 2016.

Atravessamentos e transversalidade. (04/06/2016 - 04/06/2016)

Orientação TCC I

Esquizoanálise: análise dos modos de afetar e deixa-se afetar (micropolítica do desejo) e das forças da vida: linhas molar, maleável e molecular. (11/06/2016 - 11/06/2016)

Orientação acerca da metodologia de Análise das informações (esquizoanálise).

Desenho metodológico de pesquisa-intervenção (18/06/2016 - 18/06/2016)

Orientação acerca de um resumo expandido haja vista a necessidade de avaliação do desenho de pesquisa-intrevençãoa partir da revisão de literatura.

2a. Avaliação - Desenho metodológico de Pesquisa-Intervenção (25/06/2016 - 25/06/2016)

2a. Avaliação.

Orientação acerca da elaboração do projeto de pesquisa-intervenção (02/07/2016 - 02/07/2016)

1.1.Introdução: a) apresentação do tema; b) problematização; c) objetivos; d) afetações e entradas para revisão de literatura e metodologia.

Orientação TCC I (09/07/2016 - 09/07/2016)

1.2.Metodologia de pesquisa: a) abordagem qualitativa; b) método de produção das informações (cartografia); c) estratégias e dispositivo (arte relacional); d) Análise das informações (esquizoanálise).

1.4. Metodologia de pesquisa: análise das informações (esquizoanálise). (16/07/2016 - 16/07/2016)

Orientação acerca da apresnetação do Projeto de pesquisa-intervenção TCC I 

3a. Avaliação - apresentação do Projeto de Pesquisa TCC I (30/07/2016 - 30/07/2016)

3a - Avaliação (Banca TCC I)

Frequências da Turma
# Matrícula ABR MAI JUN JUL Total
09 16 23 30 07 14 21 28 04 11 18 25 02 09 16 23 30
1 20124**** 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0
2 20116**** 0 0 0 4 0 4 0 4 0 0 4 4 4 4 4 0 4 36
Notas da Turma
# Matrícula Unid. 1 Unid. 2 Unid. 3 Prova Final Resultado Faltas Situação
1 20116**** 1,0 1,0 0,0 0.7 36 RF
2 20124**** 10,0 10,0 9,0 9.7 0 AM

Nenhum item foi encontrado

Plano de Curso

Nesta página é possível visualizar o plano de curso definido pelo docente para esta turma.

Dados da Disciplina
Ementa: Trabalho de finalização do curso, com tema e professor orientador de livre escolha do aluno. É recomendado articular o tema com seus interesses enquanto futuro profissional. O Trabalho de Conclusão de Curso divide-se em duas etapas, sendo a primeira (TCC I) a construção do projeto. Deve ser apresentado nos moldes científicos e regimento específico da Universidade.
Objetivos:
Metodologia de Ensino e Avaliação
Metodologia: Metodologia do encontro cartográfico como dispositivo de orientação do Trabalho de Conclusão de Curso. Trata-se de uma perspectiva ético-estético-política de ensino-aprendizagem que tem como referência a cartografia como modo de fazer pesquisa-intervenção.
Procedimentos de Avaliação da Aprendizagem: 1. Participação crítica, criativa e cuidante nos encontros de orientação do TCC;
2. Entrega do Pré-projeto de pesquisa;
3. Avalição do Pré-projeto para orientação do TCC;
4. Revisão do Pré-projeto para elaboração de um desenho de pesquisa intervenção;
5. Projeção de um desenho metodológico de pesquisa-intervenção (Apresentação de um resumo expandido haja vista a necessidade de revisão e literatura e elaboração do projeto de pesquisa)
6. Revisão de literatura com aspectos teórico-metodológicos acerca do tema para elaboração do projeto e desenho de pesquisa intervenção.
7. Elaboração do projeto de pesquisa-intervenção:
7.1. Introdução: a) apresentação do tema; b) problematização; c) objetivos; d) afetações e entradas para revisão de literatura e metodologia.
7.2. Desenho de pesquisa-intervenção como um resumo expandido: a) Apresentação do tema com aspectos teórico-metodológicos a partir da revisão de literatura e ou triangulação epistemológica; b) Foco indagatório com problematização e objetivos; c) contribuições acadêmica (desfecho primário) e social (desfecho social).
7.3. Metodologia de pesquisa: a) abordagem qualitativa; b) método de produção das informações (cartografia); c) estratégias e dispositivo (arte relacional); d) Análise das informações (esquizoanálise).
7.4. Número de participantes;
7.5. Riscos
7.6. Benefícios.
7.7. Referências bibliográficas
7.8. Orçamento.
7.9. Cronograma.
8. Apresentação do Projeto de Pesquisa TCC I.
Horário de atendimento: 8h às 12h
Bibliografia: AGAMBEN, G. O que resta de Aushuwitz: o arquivo e a testemunha. (Homo Sacer III). (1ª ed., S. J. Assmann, Trad.). São Paulo: Boitempo, 2008.

MEDRADO, A. B.; GALINDO, W. (Orgs.) Psicologia social e seus movimentos: 30 anos de ABRAPSO. Recife: Editora Universitária, 2011.
BUTLER, J. Problemas de gênero: feminismo e subversão da identidade. Rio de Janeiro: Civilização Brasileira, 2008.
__________. Quadros de Guerra: quando a vida é passível de luto? Rio de Janeiro: Civilização Brasileira, 2015.

BAPTISTA, L. A. A cidade dos sábios. São Paulo: Summus, 1999.

_____________ A Fábrica de Interiores: a formação psi em questão. Niterói: EDUFF, 2000.

_____________ Tartarugas e vira-latas em movimento: políticas da mobilidade na cidade. Rio de Janeiro. In: JACQUES, P. B.; BRITO, F. D. (Org.). Corpocidade: debates, ações e articulações. Salvador: EDUFBA, 2010.

BAPTISTA, L. A.; FERREIRA, M. S. (Org.). POR QUE A CIDADE?: escritos sobre experiência urbana e subjetividade. Niterói: Editora da UFF, 2012.

BAREMBLITT, G. F. Compêndio de análise institucional e outras correntes: teoria e prática, 5ed., Belo Horizonte, MG: Instituto Felix Guattari, 2002.

BOAL, A. A Estética do Oprimido. Rio de Janeiro: Garamond, 2009.

D’ANGELO, M. (Org.) Walter Benjamin: arte e experiência. Rio de Janeiro: Nau Editora, 2009.

DELEUZE, G. Conversações. São Paulo: editora 34, 1992.

DELEUZE, G. & GUATTARI, F. O Anti-Édipo. Capitalismo e Esquizofrenia 1. Lisboa: Assírio & Alvim, 2004.

___________________________ Mil Platôs. Volume 1. São Paulo: Editora 34, 2011.

___________________________ Mil Platôs. Volume 3. São Paulo: Editora 34, 2012.

FONSECA, T. M. G. e ENGELMAN, S. (Orgs.). Corpo, arte e clínica. Porto Alagre: Editora da UFRGS, 2004.

FOCOULT, M. Microfísica do Poder. Rio de Janeiro: Edições Graal, 1979.

_________ História da sexualidade, 1: a vontade de saber. (20ª reimpr., M. T. C. Albuquerque & J. A. G. Albuquerque, Trad.). Rio de Janeiro: Edições Graal. (Texto original publicado em 1986), 2010.

________ Carícias de Homens Consideradas como uma Arte. In: Focoult, M. Ditos e Escritos Volume IX: genealogia da ética, subjetividade e sexualidade. Org. Mota, Manuel Barros da; Rio de Janeiro: Forense Universitária, 2014.

FRANCO, T. B. e MERHY, E. E. Trabalho, produção do cuidado e subjetividade em saúde: textos reunidos. São Paulo: Hucitec. 2013.

FONSECA, T. M. G.; ENGELMANN, S.; PELBART, P. P. (Orgs.). A Vida em Cena: Teatro e Subjetividade. Porto Alegre: UFRGS, 2008.

GUATTARI, F. Revolução Molecular: pulsões políticas do desejo. São Paulo: Editora Brasiliense, 1981.

_____________ Caosmose: um novo paradigma estético. (2ª ed., A. L. Oliveira & L. C. Leitão, 1997). São Paulo: Editora 34, 2012.

GUATTARI, F.; ROLNIK, S. Micropolítica: Cartografias do desejo. 10ª. Ed. Rio de Janeiro: Editora Vozes, 2010.

L’ABBATE, S.; MOURÃO, L.; PEZZATO, L. M. (Org.). Análise Institucional e Saúde Coletiva. 1ª. ed. São Paulo: Hucitec, 2013, v. 1, p. 356-369.

LANCETTI, A. Clínica Peripatética. São Paulo: Hucitec, 2009.

LIMA, E. A.; NETO, J. L. F.; ARAGON, L. E. (Orgs.) Subjetividade Contemporânea. Curitiba: Editora CRV, 2010.

LOURAU, R. René Lourau na Uerj: análise institucional e práticas de pesquisa. Rio de Janeiro: Uerj, 1993.

MACHADO, R. Deleuze, a arte e a filosofia. Rio de Janeiro: Jorge Zahar, 2009.

MINAYO, M. C. S.; DESLANDES, S. F.; GOMES, R. (Orgs.) Pesquisa social: teoria, método e criatividade. 28ª. ed. – Petrópolis, RJ: Vozes, 2009.

NIETZSCHE, F. W. O Crepúsculo dos Ídolos. Curitiba: Hemus, 2001.

PASSOS, E.; KASTRUP, V. e ESCÓCIA, L. (Orgs.) Pistas do método da cartografia: pesquisa-intervenção e produção de subjetividade. Porto Alegre: Sulina, 2009.

PASSOS, E; KASTRUP, V.; TEDESCO, S. (Orgs.) Pistas do método da cartografia: pesquisa: a experiência da pesquisa e o plano comum. Porto Alegre: Sulina, 2014.
PAULON, S. M. e ROMAGNOLI, R. C. Pesquisa-intervenção e Cartografia: melindres e meandros metodológicos. [Versão Eletrônica]. Interface: Comunicação, Saúde, Educação, 13, p. 747-757,2010. Disponível em: http://pepsic.bvsalud.org/pdf/epp/v10n1/v10n1a07.pdf Acesso em 01 de março de 2016.

PELBART, P. P. Manicômio mental: a outra face da loucura. In: LANCETTI (Org.). Saúde Loucura. 4 ed. São Paulo: Editora Hucitec, 2, 1991, p. 131 – 138.

_______________ O Avesso do Niilismo, Cartografias do Esgotamento. São Paulo: N – 1 edições, 2013.

ROLNIK, S. Lygia Clark e o híbrido arte/clínica. 1996a. Recuperado de http://www.caosmose.net/suelyrolnik/pdf/Artecli.pdf

ROLNIK, S. Guerra dos gêneros & guerra aos gêneros, 1996b. Recuperado de http://www.pucsp.br/nucleodesubjetividade/Textos/SUELY/tristesgeneros.pdf
ROLNIK, S. Toxicômanos de Identidade, 1997. Disponível em: Disponível em: http://www.pucsp.br/nucleodesubjetividade/suely%20rolnik.htm. Acesso em 05 de Junho de 2016.

____________Por um estado de arte: a atualidade de Lygia Clark. In: ______. Núcleo histórico: antropofagia e histórias de canibalismos. São Paulo: Fundação Bienal de São Paulo, pág. 456-467, 1998.

__________Subjetividade em obra, Lygia Clark, artista contemporânea. 2002. Disponível em: http://www.pucsp.br/nucleodesubjetividade/suely%20rolnik.htm. Acesso em 05 de Junho de 2016.

__________ “Fale com ele” ou como tratar o corpo vibrátil em coma. In: FONSECA, T. M. G. e ENGELMAN, S. (Orgs.). Corpo, arte e clínica. Porto Alagre: Editora da UFRGS, 2004.

__________ Cartografia sentimental: transformações contemporâneas do desejo. São Paulo: Editora Estação Liberdade, 2006.


__________ Quarar a alma, 2013. Disponível em:
http://www.caosmose.net/suelyrolnik/pdf/quarar_a_alma.pdf Acesso em 20 de Junho de 2016.

SAIDÓN, O. Devires da Clínica. São Paulo: Hucitec, 2008.

LARROSA, J. e SKILIAR, C. Habitantes de Babel: políticas e poéticas da diferença. Belo Horizonte: Autêntica Editora, 2011.

ZAMBENEDETTI, G. e SILVA, R. A. N. Cartografia e genealogia: aproximações possíveis para a pesquisa em psicologia social. Psicologia & Sociedade; vol. 23, n. 3, pág. 454-463, 2011.



Cronograma de Aulas

Início

Fim

Descrição
09/04/2016
09/04/2016
Pesquisa qualitativa em psicologia (foco indagatório, problematização, epistemologia, metodologia, método, estratégias de produção de informações e análise de informações)
16/04/2016
16/04/2016
Cartografia como modo de fazer pesquisa intervenção (desenho teórico-metodológico).
23/04/2016
23/04/2016
Atividade Discente Efetiva
30/04/2016
30/04/2016
1a. Avaliação - Entrega do Pré-projeto de pesquisa revisado para elaboração de um desenho de pesquisa intervenção
07/05/2016
07/05/2016
Revisão de literatura acerca dos Processos de subjetivação e produção de subjetividade
14/05/2016
14/05/2016
Arte relacional: arte contemporânea, estética da existência e cuidado de si.
21/05/2016
21/05/2016
Agenciamento: Dispositivo. Instinto. Instituições. Discurso capatalístico.
28/05/2016
28/05/2016
Revisão de literatura: micropolítica do desejo, forças da vida e linhas molar, maleável e molecular.
04/06/2016
04/06/2016
Atravessamentos e transversalidade.
11/06/2016
11/06/2016
Esquizoanálise: análise dos modos de afetar e deixa-se afetar (micropolítica do desejo) e das forças da vida: linhas molar, maleável e molecular.
18/06/2016
18/06/2016
Desenho metodológico de pesquisa-intervenção
25/06/2016
25/06/2016
2a. Avaliação - Desenho metodológico de Pesquisa-Intervenção
02/07/2016
02/07/2016
Orientação acerca da elaboração do projeto de pesquisa-intervenção
09/07/2016
09/07/2016
Orientação TCC I
16/07/2016
16/07/2016
1.4. Metodologia de pesquisa: análise das informações (esquizoanálise).
30/07/2016
30/07/2016
3a. Avaliação - apresentação do Projeto de Pesquisa TCC I
Avaliações
Data Descrição
30/04/2016 1ª Avaliação
25/06/2016 2ª Avaliação
28/07/2016 3ª Avaliação
: Referência consta na biblioteca
Referências Básicas
Tipo de material Descrição
Referências Complementares
Tipo de material Descrição
Notícias da Turma

Nenhum item foi encontrado

SIGAA | Superintendência de Tecnologia da Informação - STI/UFPI - (86) 3215-1124 | sigjb05.ufpi.br.instancia1 vSIGAA_3.12.1079 28/05/2024 10:23