-

CMP002 - ATENÇÃO PRIMÁRIA À SAUDE I - Turma: 01 (2016.2)

Tópicos Aulas
SEMINÁRIO DE INTRODUÇÃO AO CURSO Apresentação do módulo/Atividade de integração/ Organização da Atenção Básica em Parnaíba (14/09/2016 - 14/09/2016)
   Texto de referência Paim 
  Texto de referência Teixeira e Solla 
Ver capítulo 1: Mudança do modelo de atenção à saúde no SUS: desatando nós, criando laços. Leitura complementar capítulo 5: Modelo de atenção à saúde no SUS: trajetória do debate conceitual, situação atual, desafios e perspectivas.
  SLIDES DA AULA DE DSS 
Seguem os slides da nossa aula de DSS e Iniquidades em Saúde.
Modelos de Atenção a Saúde (21/09/2016 - 21/09/2016)
  Síntese modelos de atenção à saúde 
Material utilizado como roteiro para o tema Modelos de Atenção à Saúde.
Bases da Atenção Primária a Saúde (28/09/2016 - 28/09/2016)
Determinantes Sociais da Saúde e Doença (05/10/2016 - 05/10/2016)
  SLIDES DA AULA DE DSS 
Seguem os slides da nossa aula de DSS e Iniquidades em Saúde.
  Texto de referência de DSS 
Segue texto de referência.
Território e trabalho em equipe (26/10/2016 - 26/10/2016)
  Texto básico 
Pessoal Amanhã discutiremos o capítulo 10 desse livro. Att, Profa Kalliny
Avaliação escrita individual (09/11/2016 - 09/11/2016)
Retorno de avaliação / Organização da ESF em Parnaíba (16/11/2016 - 16/11/2016)
  Política Nacional de Atenção Básica 
Material de apoio para roda de conversa antecipada para dia 09/11
Oficina de territorialização / Planejamento das próximas visitas Apresentação do portfólio (23/11/2016 - 23/11/2016)
  Roteiro 
Roteiro de observação e dimensões do território.
VISITA ÀS UBS?s Observação participante do território (30/11/2016 - 30/11/2016)
VISITA ÀS UBS?s Vivenciar um dia de um grupo comunitário (07/12/2016 - 07/12/2016)
VISITA ÀS UBS?s Mapeamento do território (14/12/2016 - 14/12/2016)
Construção e apresentação do mapa do território sistematização Atividade Avaliativa (21/12/2016 - 21/12/2016)
Roda de conversa (Elaboração do roteiro) (04/01/2017 - 04/01/2017)
Entrega dos portfólios (11/01/2017 - 11/01/2017)
  Portfólio - Orientações para elaboração 
Portfólio é um hipertexto que expressa a memória de uma experiência de aprendizagem vivenciada na Atenção Primária à Saúde, durante o semestre. Pode ser ilustrado com imagens e citações, inclusive literárias.
  Portfólio - modelo 
Memorial de Aprendizagem em forma de Portfólio
Avaliação final (18/01/2017 - 18/01/2017)
Frequências da Turma
# Matrícula SET OUT NOV DEZ JAN Total
14 21 28 05 19 26 09 16 23 30 07 14 21 04 11
1 2016904**** 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0
2 2016906**** 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0
3 2016904**** 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0
4 2016906**** 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0
5 2016906**** 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0
6 2016904**** 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0
7 2016904**** 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0
8 2016903**** 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0
9 2016904**** 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0
10 2016906**** 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0
11 2016905**** 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0
12 2016905**** 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0
13 2016904**** 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0
14 2016904**** 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0
15 2016905**** 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0
16 2016904**** 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0
17 2016904**** 0 0 0 0 0 0 0 0 4 0 0 0 0 0 0 4
18 2016904**** 0 0 0 0 0 0 0 0 4 0 0 0 0 0 0 4
19 2016904**** 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0
20 2016905**** 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0
21 2016906**** 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0
22 2016903**** 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0
23 2016906**** 0 0 4 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 4
24 2016906**** 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0
25 2016906**** 0 0 4 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 4
26 2016904**** 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0
27 2016904**** 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0
28 2016905**** 0 0 0 0 0 0 0 0 2 0 0 4 0 0 0 6
29 2016906**** 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0
30 2016905**** 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0
31 2016906**** 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0
32 2016901**** 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0
33 2016904**** 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0
34 2016904**** 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0
35 2016905**** 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0
36 2016906**** 0 0 4 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 4
37 2016904**** 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0
38 2016905**** 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0
39 2016904**** 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0
Notas da Turma
# Matrícula Unid. 1 Unid. 2 Unid. 3 Prova Final Resultado Faltas Situação
1 2016901**** 7,8 10,0 7,5 8.4 0 AM
2 2016904**** 8,5 10,0 8,0 8.8 0 AM
3 2016904**** 8,8 9,5 10,0 9.4 4 AM
4 2016906**** 9,0 10,0 7,5 8.8 0 AM
5 2016905**** 7,3 10,0 8,0 8.4 2 AM
6 2016906**** 5,0 10,0 9,5 8.2 0 AM
7 2016905**** 10,0 10,0 10,0 10.0 0 AM
8 2016904**** 9,0 10,0 8,0 9.0 0 AM
9 2016905**** 7,8 9,0 8,0 8.3 0 AM
10 2016904**** 7,8 10,0 10,0 9.3 0 AM
11 2016906**** 8,5 10,0 10,0 9.5 0 AM
12 2016904**** 8,8 9,2 8,0 8.7 0 AM
13 2016903**** 7,3 10,0 6,5 7.9 0 AM
14 2016906**** 5,3 10,0 8,0 7.8 4 AM
15 2016905**** 8,0 9,0 8,0 8.3 0 AM
16 2016904**** 8,3 10,0 6,0 8.1 0 AM
17 2016905**** 6,0 10,0 10,0 8.7 0 AM
18 2016904**** 6,8 9,5 10,0 8.8 0 AM
19 2016904**** 8,8 10,0 9,0 9.3 0 AM
20 2016906**** 8,0 10,0 8,0 8.7 0 AM
21 2016904**** 6,3 10,0 10,0 8.8 0 AM
22 2016904**** 7,3 10,0 10,0 9.1 0 AM
23 2016904**** 7,8 10,0 7,0 8.3 0 AM
24 2016903**** 6,8 9,5 10,0 8.8 0 AM
25 2016904**** 9,0 8,0 10,0 9.0 0 AM
26 2016904**** 5,8 9,5 10,0 8.4 0 AM
27 2016905**** 9,0 10,0 9,5 9.5 0 AM
28 2016906**** 6,3 10,0 6,5 7.6 4 AM
29 2016906**** 6,0 10,0 9,0 8.3 0 AM
30 2016905**** 6,3 9,5 10,0 8.6 0 AM
31 2016906**** 6,8 9,2 8,0 8.0 0 AM
32 2016906**** 6,5 10,0 10,0 8.8 4 AM
33 2016904**** 7,3 9,6 8,0 8.3 0 AM
34 2016904**** 8,0 9,0 8,0 8.3 0 AM
35 2016904**** 6,8 10,0 10,0 8.9 0 AM
36 2016904**** 7,8 9,5 10,0 9.1 4 AM
37 2016906**** 6,8 7,5 10,0 8.1 0 AM
38 2016905**** 7,8 9,5 8,0 8.4 0 AM
39 2016906**** 7,8 9,0 10,0 8.9 0 AM

Nenhum item foi encontrado

Plano de Curso

Nesta página é possível visualizar o plano de curso definido pelo docente para esta turma.

Dados da Disciplina
Ementa: Determinação social da saúde. Território e saúde. A historicidade do conceito de saúde/doença os modelos de atenção à saúde e a emergência da Atenção Primária em Saúde. Trabalho em Equipe na Estratégia de Saúde da Família. Instrumentos de conhecimento da saúde na comunidade. Metodologia Científica.
Objetivos:  Conhecer a utilização de instrumentos de territorialização da Estratégia Saúde da Família no território de abrangência de uma Unidade Básica de Saúde, respeitando o conhecimento prévio e o contexto sociocultural da equipe de trabalho, dos grupos sociais e da comunidade.  Reconhecer a determinação social da saúde e da doença e a saúde como direito, vivenciando e acompanhando experiências de Agentes Comunitários de Saúde na identificação de necessidades das pessoas, das famílias e da comunidade.  Relatar vivências de territorialização a partir da descrição do território e da observação de práticas de cuidado de si e de atenção à saúde no Sistema Único de Saúde, considerando a história e o contexto atual das políticas públicas de saúde.
Metodologia de Ensino e Avaliação
Metodologia: ? Sessão Expositiva Dialogada;
? Debates de filmes e textos;
? Atividade prática supervisionada nas Unidades Básicas de Saúde e no território.
Procedimentos de Avaliação da Aprendizagem: ? O aluno com 25%, ou mais, de faltas está reprovado, independente da nota.
? Condições de aprovação, referente à nota final (NF) das avaliações:
NF  7,0 ????..Aprovado
4,0 ≤ NF ≤ 6,9 ?....Exame Final
NF ≤ 3,9 ????..Reprovado

Avaliações:
? Serão realizadas três avaliações:
1º - Avaliação escrita individual - (10 pontos);
2º - Entrega dos relatórios de prática na UBS - (5 pontos) e Avaliação dos rendimentos nas UBS (5 pontos);
3º - Avaliação cognitiva - (5 pontos) e Projeto de intervenção (5 pontos)
? A nota final (NF) será obtida através da seguinte equação matemática:
NF = (P1+ P2 + P3)/3
P1 ? Avaliação escrita individual (10 pts)
P2 ? Relatórios + Avaliação de rendimentos UBS (10 pts)
P3 ? Avaliação cognitiva (5 pts) + Projeto de intervenção (5 pts)

? Enquanto documento, as avaliações serão entregues aos alunos, somente, para que estes venham a efetuar revisões e retirar dúvidas.

O aluno que necessite faltar a uma ou mais aula(s) devido à participação em congressos, seminários e semanas de ciências, deverá procurar o professor para verificar possível abono da falta, com base no regimento da UFPI (Resolução 177/2012). Lembrando sempre que o conteúdo dado em sala, durante a sua ausência, será cobrado integralmente na prova.

OBS: Os casos de faltas, e segunda chamada, serão avaliados com base no regimento da UFPI e/ou com base no calendário e disponibilidade de solução para o problema.
Horário de atendimento: 8-12h
Bibliografia: LIVRO-TEXTO BÁSICO

AGUIAR, ZN (org.) Sistema Único de Saúde: antecedentes, percurso, perspectivas e desafios. São Paulo: Martinari, 2011.

BRASIL. CONSELHO NACIONAL DE SECRETARIA DE SAÚDE. Atenção Primária e Promoção da Saúde, Brasília: CONASS, 2011(coleção para entender a gestão do SUS 2011).

BRASIL. CONSELHO NACIONAL DE SECRETARIA DE SAÚDE. Legislação Estruturante do SUS, Brasília: CONASS, 2011(coleção para entender a gestão do SUS 2011).

CAMPOS, GW.S.; MINAYO, M.C.;AKERMAN, M.;DRUMOND JR, M; CARVALHO, Y. (org). Tratado de Saúde Coletiva. Rio de Janeiro: HUCITC/FIOCRUZ, 2006.

PAIM, J.S. Reforma sanitária brasileira: contribuição para sua compreensão e crítica. EDUFBA/FIOCRUZ: Rio de Janeiro, 2008.

REFERÊNCIAS COMPLEMENTARES:

ACOSTA AR, VITAL E FMA, (Org). Família: redes, laços e políticas públicas. 5. ed. Cortez: São Paulo, 2010.

BAHIA, L. O sistema de saúde brasileiro entre normas e fatos: universalização mitigada e estratificação subsidiada. Ciência & Saúde Coletiva, 14(3):753-762, 2009.

BRASIL. Ministério da Saúde. Secretaria de Atenção à Saúde. Departamento de Atenção Básica. Política Nacional de Atenção Básica. Brasília: Ministério da Saúde, 2006.

BRASIL. Ministério da Saúde. Secretaria de Atenção à Saúde. Departamento de Atenção Básica. Acolhimento à demanda espontânea. Brasília (Brasil): Ministério da Saúde, 2011.

BRASIL. Conselho Nacional de Secretários de Saúde (Conass). SUS: avanços e desafios. Brasília: Conass, 2006. Disponível em: <http://www.conass.org.br/pdfs/livro_sus_avancos_desafios.pdf, acesso em 31/01/2007). Acesso em: 20/dez/2014.

BRASIL. Conselho Nacional de Secretários de Saúde. Assistência de Média e Alta Complexidade no SUS / Conselho Nacional de Secretários de Saúde. ? Brasília: CONASS, 2007.

BRASIL. CONSELHO NACIONAL DE SECRETARIA DE SAÚDE. Vigilância em Saúde, Brasília: CONASS, 2011(coleção para entender a gestão do SUS 2011).


CAMPOS, GWS. Reforma Política e sanitária: a sustentabilidade do SUS em questão ? Rev. Ciência & Saúde Coletiva 12(2):301-306.2007.

CECÍLIO, L. C. de O. As necessidades de saúde como conceito estruturante na luta pela integralidade e eqüidade na atenção em saúde. In: PINHEIRO, R. & MATTOS, R. A. de (Orgs.) Os Sentidos da Integralidade na Atenção e no Cuidado à Saúde. Rio de Janeiro: IMS, Uerj, 2001.

CECÍLIO, L. C. de O. & MATSUMOTO, N. F. Uma taxonomia operacional de necessidades de saúde. In: PINHEIRO, R; FERLA, A. A. & MATTOS, R. A. (Orgs.) Gestão em Redes: tecendo os fios da integralidade em saúde. Rio de Janeiro, Caxias do Sul: Cepsc, IMS, Uerj, Educs, 2006.

CANESQUI, A. M. (org). Ciências Sociais e a Saúde para o Ensino Médico. São Paulo: HUCITEC, 2000.

CORTES SV (org). Participação e saúde no Brasil. FIOCRUZ: Rio de Janeiro,
2009.
108
MARTINS CM, STAUFFER AB. Educação em saúde. FIOCRUZ/Escola Politécnica Joaquim Venâncio. FIOCRUZ, Rio de Janeiro, 2007.

*20 ANOS DE SUS. Revista Saúde em Debate, Rio de Janeiro. V.33, n.81, p.27-37, jan/abr.2009.
Cronograma de Aulas

Início

Fim

Descrição
14/09/2016
14/09/2016
SEMINÁRIO DE INTRODUÇÃO AO CURSO Apresentação do módulo/Atividade de integração/ Organização da Atenção Básica em Parnaíba
21/09/2016
21/09/2016
Modelos de Atenção a Saúde
28/09/2016
28/09/2016
Bases da Atenção Primária a Saúde
05/10/2016
05/10/2016
Determinantes Sociais da Saúde e Doença
26/10/2016
26/10/2016
Território e trabalho em equipe
09/11/2016
09/11/2016
Avaliação escrita individual
16/11/2016
16/11/2016
Retorno de avaliação / Organização da ESF em Parnaíba
23/11/2016
23/11/2016
Oficina de territorialização / Planejamento das próximas visitas Apresentação do portfólio
30/11/2016
30/11/2016
VISITA ÀS UBS?s Observação participante do território
07/12/2016
07/12/2016
VISITA ÀS UBS?s Vivenciar um dia de um grupo comunitário
14/12/2016
14/12/2016
VISITA ÀS UBS?s Mapeamento do território
21/12/2016
21/12/2016
Construção e apresentação do mapa do território sistematização Atividade Avaliativa
04/01/2017
04/01/2017
Roda de conversa (Elaboração do roteiro)
11/01/2017
11/01/2017
Entrega dos portfólios
18/01/2017
18/01/2017
Avaliação final
Avaliações
Data Descrição
09/11/2016 1ª Avaliação
23/11/2016 2ª Avaliação
11/01/2017 3ª Avaliação
: Referência consta na biblioteca
Referências Básicas
Tipo de material Descrição
Referências Complementares
Tipo de material Descrição
Notícias da Turma
: Visualizar

Título

Data
Atividade APS I - Profas Daniela e Sabrina 13/12/2016
Material de Referência para 1ª avaliação. 03/11/2016
Vídeo sobre a Pobreza no Brasil e DSS 22/10/2016

SIGAA | Superintendência de Tecnologia da Informação - STI/UFPI - (86) 3215-1124 | sigjb04.ufpi.br.sigaa vSIGAA_3.12.1067 17/04/2024 12:47