-

PPGPSI015 - ANÁLISE INSTITUCIONAL E CARTOGRAFIA: PRÁTICAS INSTITUINTES DE PESQUISA EM PSICOLOGIA - Turma: 01 (2022.1)

Tópicos Aulas
0. Apresentação com a Coordenação do PPG (10/03/2022 - 10/03/2022)
   Dissertação final.pdf 
SEGUE DISSERTAÇÃO MARIA DO LIVRAMENTO
  Dissertação final.pdf 
SEGUE DISSERTAÇÃO MARIA DO LIVRAMENTO
  DISSERTAÇÃO VERÔNICA 
SEGUE DISSERTAÇÃO DA VERÔNICA
1.Psicologia e institucionalismo (17/03/2022 - 17/03/2022)

RODRIGUES, H. “Sejamos realistas, tentemos o impossível.” Desencaminhando a psicologia através da análise institucional. In: Ferreira A.; Jacó-Vilela, A.; Portugal, F. (Org.) História da psicologia: rumos e percursos. Rio de Janeiro: Nau Ed.

In:

https://www.academia.edu/23015147/Hist%C3%B3ria_da_Psicologia_Rumos_e_percursos

 

  • Disparadores da aula:

Gil em “Domingo no Parque”

https://www.youtube.com/watch?v=bl7xHuEtlyg

Caetano Veloso: Tropicália

https://www.youtube.com/watch?v=0fGDwghM668

Ronnie Von – Meu novo cantar

https://www.youtube.com/watch?v=3ArdJ3aS4bw

Caetano Veloso - É proibido proibir

https://www.youtube.com/watch?v=7hYxfP5q5og

Extra:

Prado, G. A. S.; Rodrigues, M. A. S; Leitão, E.; & Souza, W. (2020) Uma estranha diferença: atravessamentos transversais e transdisciplinares para a psicologia. In: Lemos, F. (Org.) Psicologia, história cultural e governamentalidades: racismo, etnicidade, gênero, sexualidades e corpos. Curitiba: CRV.

https://www.academia.edu/72805475/PRADO_G_MOURA_M_LEIT%C3%83O_E_SOUZA_W_Uma_estranha_diferen%C3%A7a_Atravessamentos_transversais_e_transdisciplinares_para_a_psicologia

2.Psicologia, Cartografia e institucionalismo (24/03/2022 - 24/03/2022)

PASSOS, E.; BENEVIDES, R. “A cartografia como método de pesquisa-intervenção”. In: PASSOS; KASTRUP; ESCÓSSIA (Orgs.). Pistas do método da cartografia: pesquisa-intervenção e produção de subjetividade. Porto Alegre: Sulina, 2009ª

In:

https://drive.google.com/drive/folders/1edqfZlhDYsBuSjNhmt2ONv5Kmy2RDTVC?usp=sharing

e

capítulo “Implicação e sobreimplicação”. in: ALTOÉ, Sônia (Org.). Analista Institucional em tempo integral. São Paulo: Hucitec, 2003

In:

https://drive.google.com/drive/folders/1edqfZlhDYsBuSjNhmt2ONv5Kmy2RDTVC?usp=sharing

3. Interfaces entre Cartografia e etnografia (31/03/2022 - 31/03/2022)

FAVRET-SAADA. J. “Ser Afetado”. Cadernos de campo, n. 13, p. 155-161, 2005.

https://repositorio.ufsc.br/handle/123456789/3476

+

BARROS, Laura Pozzana de; KASTRUP, Virgínia. Cartografar é acompanhar processos. In: PASSOS, Eduardo; KASTRUP, Virgínia; ESCÓSSIA, Liliana da (org.). Pistas do método da cartografia: pesquisa-intervenção e produção de subjetividade. Porto Alegre: Sulina, 2009.

4.Cartografias, escrita e cuidado (07/04/2022 - 07/04/2022)

Paula-Souza, T. O método da cartografia: conhecer e cuidar de processos singulares. Rev. Fac. Nac. Salud Pública 2015; 33(3): S75-S83. DOI: 10.17533/udea.rfnsp.v33s1a13

In:

https://drive.google.com/drive/folders/1edqfZlhDYsBuSjNhmt2ONv5Kmy2RDTVC?usp=sharing

+

Verbetes – fazer pequenos grupos, onde cada grupo vai ler e debater um verbete (em aula):

Afetar

Bricolar

SINGULARIZAR

Transversalizar

In: FONSECA, T. M. G.; NASCIMENTO, M. L.; MARASCHIN, C. Pesquisar na diferença: um abecedário. Porto Alegre: Sulina, 2012.

In:

https://drive.google.com/drive/folders/1edqfZlhDYsBuSjNhmt2ONv5Kmy2RDTVC?usp=sharing

 

Avaliação: inspiração nos textos de:

PRÓLOGO - Ana M. Gonçalves , A. M. Um defeito de cor

https://lelivros.love/book/download-um-defeito-de-cor-ana-maria-goncalves-em-epub-mobi-e-pdf/

e

PREÂMBULO - A. Mbembe- Brutalismo
https://drive.google.com/file/d/1_dWgIwdNPKgkhGPFRS2jEdKdpD-o5kYp/view?usp=sharing

-----------------------------------------------------------------------

 

A avaliação da nossa 1ª parte da disciplina é um texto de 1-5 laudas, Times 12, espaçamento 1,5 articulando o que estudamos nesses 4 primeiros encontros com os temas de pesquisa de vocês.

Entendendo que são cartografias parciais, primeiros momentos de assentamento dos terreiros (planos de pesquisa), vocês podem dispor dos textos que usamos como exercícios de leitura na nossa última aula:

PRÓLOGO - Ana M. Gonçalves , A. M. Um defeito de cor

PREÂMBULO - A. Mbembe- Brutalismo

 

Enviem para meu e-mail

guispra@ufpi.edu.br

 

Até dia 25 de abril.

 

 

5. Análise Institucional e cartografia: conceitos básicos. (14/04/2022 - 14/04/2022)
  Sociedades e instituições 
conceitos básicos de análise institucional
  

Caixa de Afecções

Caixa de Afecções Direção - Flávio Carnielli

6. Cartografias diaspóricas e artísticas (28/04/2022 - 28/04/2022)
  Vênus em dois Atos. 
Saidiya Hartman
  Retirâncias: O que nos move pelo mundo? Capítulo VI (pp. 131 -144) 
Monique Araújo de Medeiros Brito Alexandra Cleopatre Tsallis
  

Espetáculo - BR TRANS com Silvero Pereira

A montagem traz como temática o mundo de travesti, transformista e transexual. Resultado de uma pesquisa cênica do ator e diretor Silvero Pereira, a peça traz para o palco histórias sobre medo, solidão, preconceitos e morte das travestis. Em cena, Silvero Pereira dá vida à Gisele, Bruna, Dani e tantas outras travestis que sofrem todos os tipos de preconceitos, violência moral e física. Os personagens se confundem a todo instante, na medida em que não se sabe onde começa e termina as histórias de cada uma, nem a do próprio Silvero. A perfomance é acompanhada por dois músicos, que dão o tom às narrativas das personagens, e de seus relacionamentos amorosos e familiares, questionamentos da vida em sociedade. A luz utilizada também é um espetáculo a parte, executada pelo ator e diretor durante toda a apresentação. Silvero pesquisou travestis, transformistas e transexuais de Porto Alegre e o nome BR TRANS é o resultado da interação do artista cearense e sua pesquisa “trans”. Direção de Jezebel De Carli.

7. Escravidão e colonialidade como dispostivos-analisadores das instituições da violência nas sociedades contemporâneas (05/05/2022 - 05/05/2022)
  Perder a mãe: uma jornada pela rota atlântica da escravidão. Saidiya Hartman 
* Leitura dos capítulos VIII e XI - Perder a Mãe (capítulo VIII, pp. 194-216) - Búzios de sangue (capítulo XI, pp. 258-265)
  

nada aqui se acaba - Castiel Vitorino Brasileiro

8. Análise Institucional e Cartografia: relatos de experiências de pesquisa (12/05/2022 - 12/05/2022)

Seminário de apresetação de pesquisas com o uso de ferramentas-conceitos relacioandos com o institucionalismo e sua interface com autoras e autores contemporâneos.

  

Defesa de doutorado de Joviano Maia Mayer

De pé na encruzilhada: por uma cartografia contracolonialista. 2020. 350f. Tese (tese em arquitetura e urbanismo). Programa de pós-graduação em Arquitetura e urbanismo da Universidade Federal de Minas Gerais, 2020.

  Esquizografias do corpo em cena 
Antônio Vladimir Félix-Silva1 Gabriela Pinheiro Soares Ana Kalliny de Sousa Severo Ana Karenina de Melo Arraes Amorim Flávia Helena de Araújo Freire
  Psicologia da Diferença, Relações Raciais e Formação da(o) Psicóloga(o) 
Félix-Silva, A. V., Duque, J. P., Santos, J. S. dos, Rocha, M. B. da, & Severo, A. K. de S. Psicologia: Ciência e Profissão v. 42, e229977, 1-17. https://doi.org/10.1590/1982-3703003229977
  A Psicologia no Contexto das Comunidades Tradicionais 
Antonio Vladimir Félix-Silva Gabriela Pinheiro Soares Ana Caroline Santos Lara Mendes Braga Rigoti Maria Valquiria Nogueira Nascimento Psicologia: Ciência e Profissão, 39(spe), e222599. Epub August 15, 2019.https://dx.doi.org/10.1590/1982-3703003222599
  Nos batuques dos quintais: as compreensões dos povos de Umbanda sobre saúde, adoecimento e cuidado 
Matheus Barbosa da Rocha Ana Kalliny de Sousa Severo Antônio Vladimir Félix-Silva
Sociopoética: primeiras aproximações (09/06/2022 - 09/06/2022)

Aula expositiva e dialogada sobre os elementos que compõem a abordagem sociopoética enquanto pesquisa e ensino.

ExperiVivência Sociopoética (23/06/2022 - 23/06/2022)

Teremos experiVivência Sociopoética com o tema-gerador Raízes. Destaco que o tema foi escolhido em negociação com a turma. 

Como se opera a sociopoética (30/06/2022 - 30/06/2022)

Apresentação dos percursos metodológicos de dissertações sociopoéticas: Como se opera esta abordagem de pesquisa?

Concepções afroperspectivadas de produção de conhecimento (07/07/2022 - 07/07/2022)
Um caminhar afroperspectivado (14/07/2022 - 14/07/2022)
Frequências da Turma
# Matrícula MAR ABR MAI JUN JUL Total
10 17 24 31 07 28 05 12 19 26 02 09 23 30 07 14
1 2022100**** 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0
2 2022100**** 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0
3 2022100**** 0 0 0 0 4 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 4
4 2022100**** 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0
5 2022100**** 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0
6 2022100**** 4 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 4
Notas da Turma
# Matrícula Unid. 1 Unid. 2 Unid. 3 Unid. 4 Prova Final Resultado Faltas Situação
1 2022100**** 9,0 9,0 10,0 10,0 9.5 4 AM
2 2022100**** 10,0 10,0 10,0 10,0 10.0 0 AM
3 2022100**** 9,0 10,0 10,0 10,0 9.8 0 AM
4 2022100**** 9,0 10,0 9,0 10,0 9.5 4 AM
5 2022100**** 9,5 9,5 10,0 10,0 9.8 0 AM
6 2022100**** 10,0 9,5 9,5 10,0 9.8 0 AM

Nenhum item foi encontrado

Plano de Curso

Nesta página é possível visualizar o plano de curso definido pelo docente para esta turma.

Dados da Disciplina
Ementa: Aspectos históricos e arranjos teórico-metodológicos da Análise Institucional e da Esquizoanálise. Principais operadores conceituais em pesquisa-intervenção: campo de análise; composição de realidades; analisador; restituição; análise de implicação; micropolítica do desejo; transversalidade; processos instituintes e moleculares. Cartografia e produção de conhecimento em psicologia.
Objetivos:
Metodologia de Ensino e Avaliação
Metodologia:
No momento da exposição da abordagem sociopoética utilizamos o recurso do power point para aula expositiva e dialogada, fizemos também uso de mapas da escuta para a leitura, registro e discussão das aulas e dos textos estudados. Para o registro na oficina sociopoética, utilizamos gravação e os diários de itinerância com o uso de materiais expressivos e artísticos. Para a experiVivência na oficina, utilizamos o dispositivo artístico Rabiscos.
Procedimentos de Avaliação da Aprendizagem:
A avaliação será qualitativa e processual com a entrega os registros realizados no momento da aula.
Horário de atendimento: 18 às 22h
Bibliografia:
Cronograma de Aulas

Início

Fim

Descrição
10/03/2022
10/03/2022
0. Apresentação com a Coordenação do PPG
17/03/2022
17/03/2022
1.Psicologia e institucionalismo
24/03/2022
24/03/2022
2.Psicologia, Cartografia e institucionalismo
31/03/2022
31/03/2022
3. Interfaces entre Cartografia e etnografia
07/04/2022
07/04/2022
4.Cartografias, escrita e cuidado
14/04/2022
14/04/2022
5. Análise Institucional e cartografia: conceitos básicos.
28/04/2022
28/04/2022
6. Cartografias diaspóricas e artísticas
05/05/2022
05/05/2022
7. Escravidão e colonialidade como dispostivos-analisadores das instituições da violência nas sociedades contemporâneas
12/05/2022
12/05/2022
8. Análise Institucional e Cartografia: relatos de experiências de pesquisa
09/06/2022
09/06/2022
Sociopoética: primeiras aproximações
23/06/2022
23/06/2022
ExperiVivência Sociopoética
30/06/2022
30/06/2022
Como se opera a sociopoética
07/07/2022
07/07/2022
Concepções afroperspectivadas de produção de conhecimento
14/07/2022
14/07/2022
Um caminhar afroperspectivado
Avaliações
Data Descrição
: Referência consta na biblioteca
Referências Básicas
Tipo de material Descrição
Referências Complementares
Tipo de material Descrição
Notícias da Turma
: Visualizar

Título

Data
LINK PARA AULA DE hOJE, ÀS 18h30 27/06/2022
o link de nossa aula hoje 23/06/2022
SEGUNDO ENCONTRO SOCIOPOÉTICA 23/06/2022
LINK DA AULA DE HOJE 19 de maio de 2022 19/05/2022
Link dos encontros 14/04/2022
1a avaliação da disciplina 09/04/2022
última aula - cadastrei os textos de Ana Maria Gonçalves e Mbembe 04/04/2022
link para aula https://meet.google.com/ybp-ejyq-aff 16/03/2022

SIGAA | Superintendência de Tecnologia da Informação - STI/UFPI - (86) 3215-1124 | sigjb05.ufpi.br.instancia1 vSIGAA_3.12.1078 25/05/2024 20:53