-

CLI/CEAD068 - AS BOAS PRÁTICAS EM EDUCAÇÃO PARA A CARREIRA - Turma: 3A (2023.2)

Tópicos Aulas
APRESENTAÇÃO DA DISCIPLINA (13/11/2023 - 12/12/2023)

 

Disponível em: https://www.mundorh.com.br/empresas

 

Caro(a) aluno(a),

Caros alunos sejam bem-vindo a disciplina As Boas Práticas em Educação para a Carreira. Espera-se que a disciplina contribua com a construção das competências necessárias para que os estudantes enfrentem os desafios sociais e econômicos da sociedade, além dos seus próprios, com mais segurança, domínio, controle e conhecimento técnico sobre o tema, entendendo que essa atitude faz parte de seu exercício de cidadania. A disciplina abordar alguns conceitos relacionados ao universo do mercado de trabalho que serão básicos para a boa prática comportamental diante do mundo corporativo, como a Gestão do Tempo de estudo, Educação Financeira, Empreendedorismo e Elementos para uma educação visando uma carreira transformadora.

Esta disciplina será ministrada com dedicação e entusiasmo, e estamos ansiosos para compartilhar nossos conhecimentos e experiências com vocês. Esperamos que vocês aproveitem ao máximo esta disciplina e que ela possa ajudá-los em suas salas de aula. Estamos muito felizes em tê-los conosco e ansiosos para começar a trabalhar juntos. Boa sorte e sucesso em sua jornada!

Para você ter o melhor aproveitamento da disciplina e contribuir para o processo de aprendizagem e realização das atividades, faz-se necessário acessar todos os conteúdos disponibilizados.

Você contará com o meu acompanhamento no percurso da disciplina, sou o Professor Geordy Souza Pereira.

CONHEÇA O PROFESSOR:

 

Doutor em Engenharia Mecânica pela Universidade Estadual de Campinas - UNICAMP (2020). Mestre em Engenharia de Produção pela Universidade Federal de São Carlos - UFSCar (1999) e possui MBA-Executivo em Gestão Tecnológica e Inovação pela Fundação Getúlio Vargas - FGV/RJ (2002). Graduado em Administração pela Universidade Estadual do Maranhão - UEMA (1996). É Professor Associado I no curso de Engenharia de Produção na Universidade Federal do Piauí - UFPI. Atualmente é Professor no Programa de Pós-Graduação em Propriedade Intelectual e Transferência de Tecnologia para a Inovação - PROFNIT e Coordenador Acadêmico do Curso de Especialização em Logística e Distribuição e do Núcleo de Pesquisa e Extensão em Gestão, Inovação e Empreendedorismo - GERA. Tem experiência na área de Administração, com ênfase em Estudos Organizacionais, Gestão da Produção e Arranjos Produtivos Locais. Atuando principalmente nos seguintes temas: Administração, Gestão da Produção, Organização, Sistemas e Trabalho, APL's, Inovação Tecnológica e Empreendedorismo

 

 

Saiba mais no Currículo Latteshttp://lattes.cnpq.br/1287499167497435 

   Plano de disciplina EM LÍNGUA PORTUGUESA - Copia - Copia.pdf 
AMBIENTAÇÃO DO ALUNO (13/11/2023 - 12/12/2023)

Netiqueta é o conjunto de regras de etiqueta na internet. Ou seja, são os padrões desejáveis de como as pessoas devem se comunicar virtualmente, de forma a manter uma interação agradável e respeitável.  

Comportamentos inadequados no ambiente virtual podem provocar ruídos na comunicação realizada, causando mal-entendidos, prejudicando a imagem das pessoas, levando-as ao desânimo, desmotivação e até mesmo excluindo participantes do grupo.

Comportar-se adequadamente possibilita a aproximação das pessoas. Seguir regras de netiqueta é uma maneira de facilitar a aceitação no grupo na medida em que gerencia as impressões que se pretende causar no ambiente virtual.

Para que as interações sejam bem-sucedidas, seja no ambiente virtual ou via e-mail, é importante seguir algumas normas fundamentais de comunicação virtual. A seguir, listamos algumas dicas de Netiqueta para auxiliá-lo em suas interações:

  • Tenha cuidado com a linguagem utilizada;
  • Fique atento à formatação das mensagens;
  • Atenção no envio de mensagem para grupos de pessoas;
  • Respeite o nível de conhecimento de cada um;
  • Seja cortês na comunicação.

 

 

Metodologia de Aprendizagem do curso: Conheça!

 

Desenvolvimento das aulas por meio das tecnologias da informação e comunicação;

Interação do professor com os alunos do curso por meio do material e das atividades;

Metodologia de ensino e aprendizagem com foco nos princípios que constituem as metodologias ativas:

  • Aluno visto como centro do ensino e aprendizagem;
  • Autonomia;
  • Reflexão;
  • Problematização da realidade;
  • Inovação (TIC tecnologia da informação e comunicação);

Professor como mediador, facilitador.

Neste espaço você terá acesso as gravações das aulas síncronas.

   FÓRUM DE APRESENTAÇÕES E TIRA DÚVIDAS
Período de Habilitação: 13/11/2023 às 08:00 a 12/12/2023 às 23:59
UNIDADE I (13/11/2023 - 12/12/2023)

A Gestão do Tempo de Estudo

  •   Conceito de Gestão do Tempo
  •   Gestão do Tempo de Estudo
  •   Técnicas de Gestão de Tempo nos Estudos
  •   Benefícios de Organizar o Tempo nos Estudos

 

A Educação Financeira

  •   Conceito e Finalidade da Educação Financeira
  •   Educação Financeira na Escola
  •   Implementação da Educação Financeira na Escola
  •   Metodologia Ativa para Educação Financeira

  • Entender o que é a Gestão do Tempo sua importância e ferramentas de aplicação.
  • Conhecer o objetivo da Educação Financeira e suas implicações nas decisões de consumo.

Texto (s) base/Livro/Ebooks

BRASIL. Ministério da Educação. Base Nacional Comum Curricular. Brasília: MEC, 2018.

CNC. Pesquisas CNC: Pesquisa Nacional de Endividamento e Inadimplência do Consumidor (Peic). Edição Maio 2023. Disponível em: https://static.poder360.com.br/2023/01/cnc-endividamento.pdf. Acesso em 26 de julho de 2023.

Cordeiro, N. J. N., Costa, M. G. V., Silva, M. N da. (2018). Educação Financeira no Brasil: uma perspectiva panorâmica Ensino da Matemática em Debate. São Paulo, v. 5, 1, 69 – 84. Disponível em: https://revistas.pucsp.br/index.php/emd/article/view/36841. Acesso em 28 de julho de 2023.

Gallego, R (de). C., Silva, V. B. (da). (2012). A gestão do tempo e do espaço na escola. Disponível em: https://midia.atp.usp.br/impressos/redefor/GestaoDiretores/Tempo_Espaco_2011_2012/Tempo_Espaco_completo.pdf. Acesso em 18 de julho de 2023.

Instituto de Coresponsabilidade da Educação. Aulas de estudo orientado: ensino fundamental II. Disponível em: https://educacao.sedu.es.gov.br/Media/EducacaoSedu/Arquivos/TempoIntegral/ProjetoDeVida/ESTUDO%20ORIENTADO%20EF.pdf. Acesso em 24 de julho de 2023.

Marcilio, F, C, P., Blando, A., Rocha, R. Z (da)., Dias, A. C. G. (2021). Guia de Técnicas para a Gestão do Tempo de Estudos: Relato da Construção. Psicologia: Ciência e Profissão. v. 41, e218325, 1-13. https://doi.org/10.1590/1982-3703003218325.

Oliveira, V. de. Projetos e Educação Financeira: diálogos possíveis. (2021).  EM TEIA – Revista de Educação Matemática e Tecnológica Iberoamericana. Recife/UFP/PREMT, v12(2), 1-25. DOI: https://doi.org/10.51359/2177-9309.2021.250170

Queluci, G. de C. (org). (2021). Gerenciamento do tempo. Disponível em: https://educapes.capes.gov.br/handle/capes/599115. Acesso em 13 de julho de 2023.

UCEFF. (2018). 6 técnicas de gestão de tempo nos estudos para adotar hoje. Disponível em: https://blog.uceff.edu.br/6-tecnicas-de-gestao-de-tempo-nos-estudos-para-adotar-hoje-4/. Acesso em 23 de julho de 2023.

Vissoto Júnior, D. (Org). Educação financeira nas escolas municipais: uma abordagem participativa. PROEC/UFPR. 2017

 

MATERIAL COMPLEMENTAR:

LINK DE VÍDEOS

https://www.youtube.com/watch?v=PMoINjIgE3o

https://www.youtube.com/watch?v=ja96W3ogBbM

https://www.youtube.com/watch?v=gvFiC6ohOfM

https://www.vidaedinheiro.gov.br/

https://minhaseconomias.com.br/educacao-financeira/

https://www.mobills.com.br/blog/educacao-financeira/tudo-sobre-educacao-financeira/

Você sabia que ao fazer a gestão do tempo, você pode dar conta de diferentes demandas de um jeito organizado. Então, na rotina de estudos, por exemplo, verifica qual assunto é o que você tem mais dificuldade e, consequentemente, vai levar mais tempo para assimilar.

Assim, dá prioridade para ele, deixando os outros temas para serem vistos na sequência. E olha só: quando você finaliza esse assunto mais denso, fica mais tranquilo, pois sabe que os próximos são leves, ou seja, você tem um incentivo para continuar os estudos.

O mesmo pode acontecer no trabalho: você organiza suas demandas, começando por tarefas mais importantes, complicadas ou por aquelas que estão com o prazo vencendo. Desse modo, ordena suas atividades e consegue realizá-las com mais eficiência. Veja mais dicas no Podcast Organização do Tempo de Estudo, disponível no link: https://open.spotify.com/episode/6Ghchxlh1PhfHsiUW928nd?go=1&sp_cid=59ab2241f88759d10f6b062a74150977&t=698&utm_source=embed_player_p&utm_medium=desktop&nd=1

Você sabia que, por falta de planejamento, gastamos cerca de 18% da nossa renda para pagar juros? A baixa educação financeira de uma população recém incluída no sistema de PIX pode ser fator chave para um cenário preocupante de superendividamento. No ranking global de letramento financeiro da S&P Finlit Survey, por exemplo, ficamos entre os 70 piores de um total de mais de 140 países, atrás de Madagascar e Togo, por exemplo.

Você sabia que, o número de brasileiros endividados no país bateu recorde histórico em abril de 2021. Segundo um estudo da CNC (Confederação Nacional do Comércio de Bens, Serviços e Turismo), 46% da população teve a renda reduzida no ano passado. Em pesquisa nacional promovida pela ANBIMA entre 2017 e 2019, menos de 30% dos respondentes obteve nota máxima ao responder sobre temas básicos como inflação, juros e risco, veja no link: https://static.poder360.com.br/2023/06/peic-endividamento-familias-CNC-maio-2023.pdf

Ter educação financeira é um passo fundamental para a estabilidade financeira, mas ela exige comprometimento e muita organização. O Governo Federal criou o Programa Nacional de Educação Financeira nas Escolas, uma parceria entre o Ministério da Educação (MEC) e a Comissão de Valores Mobiliários (CVM), com o objetivo de incentivar o tema entre crianças e jovens de todo o Brasil, saiba mais pelo link: https://www.edufinanceiranaescola.gov.br/

Apresentar atividades e metodologias de cunho psicopedagógico que visam auxiliar os estudantes em suas dificuldades acadêmicas, tais como organização, planejamento e desenvolvimento de estratégias de estudo, assim como de gestão do tempo, que possam gerar resultados positivos na qualidade da aprendizagem e na vida pessoal.

Envolver os alunos no processo de aprendizagem por meio de atividades interativas e práticas que possam ajudá-los a entender conceitos financeiros de forma mais clara e objetiva. Também é fundamental incentivar o diálogo e a troca de ideias sobre o tema, assim, os alunos possam compartilhar suas dúvidas e experiências.

Buscar temáticas e atividades que proporcionem reflexões sobre gestão do tempo de estudo e a educação financeira tais como: dinheiro, orçamento individual e familiar, vida social e consumo consciente, através de metodologias ativas e utilizando sugestões de artigos, filmes, livros, sites, dentre outras.

    
Inicia em 13/11/2023 às 0h 0 e finaliza em 18/12/2023 às 23h 59
   FÓRUM I
Período de Habilitação: 13/11/2023 às 08:00 a 28/11/2023 às 23:59
UNIDADE II (13/11/2023 - 12/12/2023)

Empreendedorismo

  • Definição e Importância do Empreendedorismo
  • Tipos de Empreendedorismo
  • Educação Empreendedora
  • Metodologias aplicadas para Empreendedorismo na escola

 

Elementos para uma educação visando uma carreira transformadora

  • Teorias de Carreira
  • Educação para a Carreira nas Escolas
  • Educação para Carreira: o papel dos professores
  • Educação para uma Carreira Transformadora

  • Compreender o Empreendedorismo e seus benefícios na escola.
  • Fomentar a participação dos educadores na educação para Carreira transformadora.

MATERIAL COMPLEMENTAR:

Cortez, P. A., Veiga, H. M. da S. (2019). Intenção empreendedora na universidade. Intenção empreendedora na universidade. Ciências Psicológicas 13 (1), 134-149. https://doi: 10.22235/cp.v13i1.1815.

Cury, J. M., Veiga, H. M. S. (2021). Competências Empreendedoras nos Contextos de Ensino-Aprendizagem: Revisão Sistemática da Literatura (2009-2020). Gestão & Conexões - Management and Connections Journal, 10 (3), 57-79. https://10.47456/regec.23175087.2021.10.3.35992.57-79.

Munhoz, I. M. S., Melo-Silva, L. L. (2011). Educação para a Carreira: Concepções, desenvolvimento e possibilidades no contexto brasileiro. Revista Brasileira de Orientação Profissional, v. 12(1), 37-48. Disponível em: http://pepsic.bvsalud.org/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S1679-33902011000100006. Acesso em 17 de julho de 2023.

Pilatti, S. C., Poli, O. L. (2021). Educação para a Carreira e a formação inicial de professores para a educação básica. Interfaces da Educação, v. 12(35), 557 a 582. https://doi.org/10.26514/inter.v12i35.5426

Pires, F. M., Ribeiro, M. A., Andrades, A. L. (2020). Teoria da Psicologia do Trabalhar: uma perspectiva inclusiva para orientação de carreira. Revista Brasileira de Orientação Profissional, V 21(2), 203-214. http://dx.doi.org/10.26707/1984-7270/2020v21n207

Veiga, H. M. S., Cortez, P. A., Miranda, B. de M., Castro Júnior, A. F. de. (2020). Intenção Empreendedora: análise do poder preditivo do perfil empreendedor e dos Valores Relativos ao Trabalho. Interação em Psicologia, v 24(02), 164 – 177. Disponível em: https://revistas.ufpr.br/psicologia/article/download/67002/41444. Acesso em 04 de julho de 2023.

Você sabia que, a Educação Empreendedora é uma arma proposta de educação poderosa e valiosa para os educadores, sendo um modo eficiente de despertar uma nova mentalidade nos estudantes, promovendo soluções criativas e inovadoras e contribuindo para a formação de cidadãos mais críticos e transformadores. O mercado de trabalho exige muito mais do que fazer contas ou redigir um bom texto e requer uma formação mais abrangente e multidisciplinar. Ou seja, a Educação Empreendedora é um caminho para uma geração focada em inovação. Implementá-la de forma ampla no sistema educacional é um grande desafio, mas sua aplicação é fundamental e pode fazer a diferença no futuro dos estudantes.

É crucial que a escola e o corpo docente estejam atentos às tendências ligadas ao assunto e busquem utilizar a tecnologia para transformar todo esse processo em algo inovador e mais interessante, despertando o engajamento de toda a comunidade escolar. A prática da Educação Empreendedora não traz benefícios apenas para o ambiente educacional, mas para a sociedade como um todo e para a economia, saiba mais como se envolver em parcerias pelo link: https://cer.sebrae.com.br/blog/o-que-e-educacao-empreendedora/

Você sabia que, a Educação para a Carreira tem o objetivo de auxiliar as pessoas a desenvolverem habilidades para se inserirem no mercado de trabalho, para escolher uma profissão, mas, para além disso, quando coloca em questão as oportunidades sociais, também auxilia as pessoas a pensarem, criticamente, as relações e condições de trabalho em que se encontram inseridas.

Você sabia que, a nova educação veio para ficar. O modelo de ensino tradicional está ultrapassado e deve ser adaptado em um mundo que percebeu na tecnologia uma importante aliada. É nesse cenário que as crianças estão crescendo e os adultos se desenvolvendo para não ficarem para trás no mercado de trabalho. Esse modelo de ensino surgiu nos últimos anos colocando o aluno como o protagonista da aprendizagem. Nesse cenário, o papel do professor é o de mediador, ajudando o estudante em sua jornada pelo saber com atividades práticas.

Você sabia que, os professores exercem uma influência importante na elaboração dos projetos vocacionais de seus alunos, pois são figuras importantes na formação e preparação dos jovens para a vida de trabalho. Por estarem próximos dos alunos, ao longo da educação básica, tornam-se referências, não só como modelos de profissionais, mas também como fonte de apoio para as dúvidas e preocupações vocacionais dos alunos, saiba como se envolver em projetos educacionais pelo link: https://www.ashoka.org/pt-br