-

PPGSF020 - TÓPICOS AVANÇADOS DA PESQUISA CIENTÍFICA - Turma: 01 (2024.1)

Tópicos Aulas
I - AS CONCEPÇÕES DE SENSO COMUM, CIÊNCIA E TECNOLOGIA. (08/04/2024 - 29/04/2024)

1º - Concepções sobre Filosofia, Teoria do conhecimento e Epistemologia das Ciências (25/04/24 Manhã). 

Roteiro didático:

1 - Acolhimento; 

2 - Apresentação do plano; 

3 - Contrato de convivência;

4 - Orientações para discussão teórico-reflexiva;

Texto de referência:

MATTOS, R. A. Ciência, Metodologia e Trabalho Científico (ou Tentando escapar dos horrores metodológicos). In MATTOS, R. A.; BAPTISTA, T. W. F. (Orgs.) Caminhos para análise das políticas de saúde, 2011. p.20-51. Online: disponível em: www.ims.uerj.br/ccaps

5 - Avaliação do turno. 

2º Pensamento científico e ética na contemporaneidade (25/04/24 Tarde).

Roteiro Didático

1 - Acolhimento;

2 - Apresentação do plano do turno;

3 - Realizar o debate após leitura do material recomendado;

4 - Orientação para os Seminários sobre as correntes do pensamento;

5 - Avaliação do turno.

 

3º Correntes do pensamento: positivismo, fenomenologia, filosofia compreensiva e dialética e pensamento complexo (26/04/24 Manhã).

Roteiro Didático

1 - Acolhimento;

2 - Apresentação do plano do turno;

3 - Organização dos Seminários - sistematização da aprendizagem para debate e argumentação crítica e reflexiva sobre as correntes do pensamento.

Textos de referência:

- Tesser, CD e Luz, MT. Uma introdução às contribuições da epistemologia contemporânea para a medicina. Ciência & Saúde Coletiva [online]. 2002, v. 7, n. 2 [Acessado 16 Agosto 2021]. pp. 363-372. Disponível em: <https://doi.org/10.1590/S1413-81232002000200015>.

- González, AD et al. Fenomenologia heideggeriana como referencial para estudos sobre formação em saúde. Interface - Comunicação, Saúde, Educação [online]. 2012, v. 16, n. 42. [Acessado 16 Agosto 2021] , pp. 809-817. Disponível em: <https://doi.org/10.1590/S1414-32832012005000035>.

- Bodstein, RCA. Ciências sociais e saúde coletiva: novas questões, novas abordagens. Cadernos de Saúde Pública [online]. 1992, v. 8, n. 2 [Acessado 16 Agosto 2021] , pp. 140-149.

- Luz, MT. Complexidade do campo da Saúde Coletiva: multidisciplinaridade, interdisciplinaridade, e transdisciplinaridade de saberes e práticas - análise sócio-histórica de uma trajetória paradigmática. Saúde e Sociedade, v. 18, n. 2, p. 304–311, abr. 2009.

4. Conclusão da preparação dos seminários;

5. Avaliação do turno.


4º Correntes do pensamento: positivismo, fenomenologia, filosofia compreensiva, dialética e pensamento complexo.

Roteiro Didático

1 - Acolhimento;

2 - Apresentação do plano do turno;

3 - Apresentação dos seminários (Correntes do pensamento científico);

4 - Orientação para Atividade de Dispersão.

Textos de referência:

Garcia MMA. O campo das produções simbólicas e o campo científico em Bourdieu. Cadernos de Pesquisa. 1996;(97):64–72.

Campos, GWS. Saúde pública e saúde coletiva: campo e núcleo de saberes e práticas. Ciência & Saúde Coletiva, 2000; 5(2): 219-230.

5 - Avaliação do Turno e do 1º Encontro.

II - CORRENTES DO PENSAMENTO, CONCEITOS TEÓRICO-METODOLÓGICOS E FILOSÓFICOS NO CAMPO CIENTÍFICO (06/05/2024 - 13/05/2024)

1º Correntes do pensamento: positivismo, fenomenologia, filosofia compreensiva, dialética e pensamento complexo (09/05/24 Manhã).

 Roteiro Didático

1 – Acolhimento;

2 - Apresentação do plano do turno;

3 - Apresentação do Estudo Dirigido – Campo científico e paradigmas;

4 - Debate orientado5. Avaliação do Turno.

2º Correntes do pensamento: positivismo, fenomenologia, filosofia compreensiva, dialética e pensamento complexo (09/05/24 Tarde).

Roteiro Didático

1 - Acolhimento;

2 - Apresentação do plano do turno;

3 - Exposição dialogada: “Levantamento de evidências em bases de dados” (Bibliotecária da Universidade Federal do Ceará – UFC);

4 - Orientação da atividade de dispersão;

5 - Avaliação do turno.

III – FUNDAMENTOS E PRESSUPOSTOS PERTINENTES A PESQUISA APLICADA AO CAMPO DA SAÚDE COLETIVA NO CONTEXTO DA ATENÇÃO PRIMÁRIA EM SAÚDE/ESTRATÉGIA SAÚDE DA FAMÍLIA E SUAS TEMÁTICAS RELEVANTES PARA CONTEMPORANEIDADE (20/05/2024 - 17/06/2024)

1º Campo científico (23/05/24 Manhã)

Roteiro Didático

1 - Acolhimento;

2 - Apresentação do plano do turno;

3 - Video-conferência - compreensão dos diferentes conceitos teóricometodológicos e filosóficos no campo científico: desafios e dilemas contemporâneos das pesquisas cientificas na saúde coletiva/saúde da família;

4 - Avaliação do Turno.

2º Pesquisa em saúde coletiva: paradigma, abordagens, tecnologias e inovação (23/04/24 Tarde)

Roteiro Didático

1- Acolhimento;

2 - Apresentação do plano do turno;

3. Roda de Conversa - Diálogos para aprofundamento temático: caminhos, sínteses, argumentos, problemas, demandas, prioridades e ciência: pesquisa e produção tecnológica na interface com a APS/ESF;

4. Avaliação do Turno.

3º Pesquisa em saúde coletiva: paradigma, abordagens, tecnologias e inovação. Ciência e tecnologia: interfaces e aplicação na Atenção Primária à Saúde (24/05/24 Manhã).

1 - Acolhimento;

2 - Apresentação do plano do turno;

3 - Apresentação individual da Análise crítica e reflexiva do objeto de estudo e sua interface com os temas discutidos na disciplina e apresentação das teses com aplicabilidade profissional em Atenção Primária à Saúde/Saúde da Família;

4 - Debate orientado;

5 - Avaliação do Turno.

4º Ciência e tecnologia: interfaces e aplicação na Atenção Primária à Saúde (24/04/24 Tarde).

Roteiro didático

1 - Acolhimento;

2 - Apresentação do plano do turno;

3 - Síntese do aprendizado: argumentos construídos no Ensaio (Avaliação);

4 - Avaliação da disciplina5. Autoavaliação.

IV ATIVIDADES AVALIATIVAS (27/05/2024 - 17/06/2024)
    
Inicia em 24/05/2024 às 0h 0 e finaliza em 29/05/2024 às 17h 0
    
Inicia em 24/05/2024 às 0h 0 e finaliza em 24/06/2024 às 17h 0
Frequências da Turma
# Matrícula ABR MAI JUN Total
08 15 22 29 06 13 20 27 03 10
1 2024101**** 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0
2 2024101**** 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0
3 2024101**** 0 0 0 0 0 0 0 0 0 6 6
4 2024101**** 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0
5 2024101**** 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0
6 2024101**** 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0
7 2024101**** 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0
8 2024101**** 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0
9 2024101**** 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0
10 2024101**** 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0
Notas da Turma

Nenhum item foi encontrado

Plano de Curso

Nesta página é possível visualizar o plano de curso definido pelo docente para esta turma.

Dados da Disciplina
Ementa: Teoria do conhecimento. Ciência e ideologia. Valor e relevância do pensamento científico na sociedade contemporânea. Concepções de ciência e seus métodos: dedutivo, indutivo, hipotético-dedutivo. Desenho e desenvolvimento de pesquisa na atenção primária.
Objetivos:
Metodologia de Ensino e Avaliação
Metodologia: A proposta metodológica da disciplina enfatiza a autonomia do discente no protagonismo de aprendizagem, com participação ativa na construção do saber.
O conteúdo proposto será desenvolvido em momentos presenciais, além de atividades de dispersão.
Serão realizadas as avaliações de turno da disciplina e orientações para os momentos de dispersão. Nos momentos presenciais, serão realizadas atividades para aprendizado individual e/ou em grupos.
Serão utilizadas as seguintes estratégias educacionais: seminários, estudo dirigido, busca em base de dados, trabalhos em grupos, roda de conversa, video-conferência discussões e debates com docentes, discentes e convidados.
Procedimentos de Avaliação da Aprendizagem: O processo avaliativo da disciplina, com enfoque na aprendizagem, será realizado por meio de avaliações formativa e somativa.
O aprendizado significativo será avaliado com base na participação do discente em atividades individuais e coletivas, com enfoque na autonomia no processo ensino-aprendizagem. A nota final dos doutorandos será conferida do somatório da nota atribuída às avaliações somativa e formativa, com pesos de 60% e 40%, respectivamente:
• Somativa: conteúdos, sínteses e argumentos apresentados em formato de Manuscrito científico (6,0 pontos);
• Formativa: frequência mínima de 75% nas atividades das disciplinas (0,5 ponto), participação nas atividades em grupo e interlocução nos debates (0,5 ponto), propostas para integração e construção de competências – seminário (1,0 ponto) e estudo dirigido (1,0 ponto). A autoavaliação do doutorando será realizada quanto ao seu aprendizado (1,0 ponto). A disciplina e os docentes serão avaliados por meio de instrumento específico, sem obrigatoriedade de identificação, com diálogo sobre todo o processo de avaliação.
Horário de atendimento: Nos dias de desenvolvimento da disciplina nos turnos manhã e tarde.
Bibliografia: ALMEIDA, C. de; CARVALHO, E.A. (org.). Edgar Morin. Educação e complexidade: os sete saberes e outros ensaios. Trad. Edgar de Assis Carvalho. São Paulo: Cortez, 2002.

BACHELARD, G. O novo espírito científico. Lisboa: Edições 70, s/d.

BOURDIEU, P. O Campo Científico. In: ORITIZ, R. (org.) Pierre Bourdieu - Sociologia. São Paulo: Editora Ática: p. 122-155, (1976[1983]).

BRASIL. MINISTÉRIO DA SAÚDE. Política Nacional de Ciência, Tecnologia e Inovação em Saúde. Brasília: Ministério da Saúde, 2008.

CAMARGO JR, K. R.; NOGUEIRA, M. I. Por uma filosofia empírica da atenção à saúde: olhares sobre o campo biomédico. Rio de Janeiro, Fiocruz, 2009.CAMPOS, G.W.S. Um método para análise e cogestão de coletivos. São Paulo: Hucitec; 2000.

CHAUI, M. Para que filosofia? e A preocupação com o conhecimento. In: Convite à filosofia. São Paulo: Ática. 2012. p.05-17 e 137-150.

FOUREZ, G. A construção das ciências: introdução à filosofia e a ética das ciências. São Paulo: Editora UNESP, 1995.

GUIMARÃES, R. et al. Política de Ciência, Tecnologia e Inovação em Saúde. Ciência & Saúde Coletiva. 2019, v. 24, n. 3, pp. 881-886. Disponível em: <https://doi.org/10.1590/1413- 81232018243.34652018>.

HABERMAS, J. Conhecimento e interesse. São Paulo: Editora Unesp, 2014.

HEGENBERG, L.; ARAÚJO JÚNIOR, A. H.; HEGENBERG, E. N. (org.) Métodos de pesquisa: de Sócrates e Marx e Popper. São Paulo: Atlas, 2012.

HESSEN, J. Teoria do conhecimento. 3a. ed. São Paulo: Editora WMF Martins Fontes, 2012.

HULLEY, S. B. et al. Delineando a pesquisa clínica. 4ª. ed. Porto Alegre: Artmed, 2015.

KELLER, A. Teoria geral do conhecimento. Tradução: Enio Paulo Giachini. São Paulo: Edições Loyola, 2009.

KUHN, T. S. A estrutura das revoluções científicas. 5. ed. São Paulo: Editora Perspectiva S.A, 1997.

LUZ, M.T. Natural, racional, social: razão médica e racionalidade científica moderna. 2 ed. São Paulo: Hucitec, 2004.

MATIAS-PEREIRA, J. Manual de Metodologia da Pesquisa Científica. 4ª. ed. São Paulo: Atlas,2016.

MATTOS, R. A. Ciência, Metodologia e Trabalho Científico (ou tentando escapar dos
horrores metodológicos). In: MATTOS, R.A.; BAPTISTA, T; W. F. (org). Caminhos para
Análise das Políticas de Saúde. Rio de Janeiro: ENSP/IMS. 2011, p. 20-51.

MAZZOTI, A.J. A.; GEWANDSZNAJDER, F. O Método nas Ciências Naturais e Sociais: Pesquisa Quantitativa e Qualitativa. São Paulo: Pioneira Thompson Learning, 2002

MINAYO, M. C. S. O desafio do conhecimento: pesquisa qualitativa em saúde. 14. ed. São Paulo: Hucitec, 2014.

MORIN, Edgar. O Método III. O conhecimento do conhecimento. Porto Alegre: Sulina, 2015. A cabeça bem-feita: repensar a reforma, reformar o pensamento. 21ª edição. Rio de Janeiro: Bertrand Brasil, 2014.

PONZIO, A.; CALEFATO, P.; PETRILLI, S. Fundamentos de filosofia da linguagem. Tradução: Ephraim F Alves. Petropólis, Rio de Janeiro: Vozes, 2007.

SANTOS, B.S. (Org.). Conhecimento prudente para uma vida decente: um discurso sobre as Ciências revisitado. 2 ed. São Paulo: Ed. Cortez, 2006.

SANTOS, B.S. Um discurso sobre as ciências. 6. ed. São Paulo: Cortez, 2009.

Silva C, Lopes R, de Goes Bay Jr O, Martiniano C, Fuentealba-Torres M, Arcêncio R, Lapão L, Dias S, Uchoa S. Digital Health Opportunities to Improve Primary Health Care in the Context of COVID-19: Scoping Review. JMIR Hum Factors 2022;9(2):e35380. https://humanfactors.jmir.org/2022/2/e35380

SORATTO, J. et al. Estratégia saúde da família: uma inovação tecnológica em saúde. Texto & Contexto - Enfermagem [online]. 2015, v. 24, n. 2 [Acessado 3 Agosto 2021] , pp. 584-592. Disponível em: <https://doi.org/10.1590/0104-07072015001572014>
UWE, F. Introdução à pesquisa qualitativa. Porto Alegre; Artmed; 3. ed; 2009. 405 p.

VASCONCELOS, E.M. Complexidade e pesquisa interdisciplinar: epistemologia e metodologia operativa. 6 ed. 2 reimp. Petrópolis (RJ): Vozes, 2016.
Cronograma de Aulas

Início

Fim

Descrição
08/04/2024
29/04/2024
I - AS CONCEPÇÕES DE SENSO COMUM, CIÊNCIA E TECNOLOGIA.
06/05/2024
13/05/2024
II - CORRENTES DO PENSAMENTO, CONCEITOS TEÓRICO-METODOLÓGICOS E FILOSÓFICOS NO CAMPO CIENTÍFICO
20/05/2024
17/06/2024
III – FUNDAMENTOS E PRESSUPOSTOS PERTINENTES A PESQUISA APLICADA AO CAMPO DA SAÚDE COLETIVA NO CONTEXTO DA ATENÇÃO PRIMÁRIA EM SAÚDE/ESTRATÉGIA SAÚDE DA FAMÍLIA E SUAS TEMÁTICAS RELEVANTES PARA CONTEMPORANEIDADE
27/05/2024
17/06/2024
IV ATIVIDADES AVALIATIVAS
Avaliações
Data Descrição
29/04/2024 1ª Avaliação
06/05/2024 2ª Avaliação
13/05/2024 3ª Avaliação
24/05/2024 4ª Avaliação
: Referência consta na biblioteca
Referências Básicas
Tipo de material Descrição
Referências Complementares
Tipo de material Descrição
Notícias da Turma

Nenhum item foi encontrado

SIGAA | Superintendência de Tecnologia da Informação - STI/UFPI - (86) 3215-1124 | sigjb04.ufpi.br.sigaa vSIGAA_3.12.1082 17/06/2024 11:32