Apresentação
>A Universidade Federal do Piauí, que além de assumir com responsabilidade a formação profissional de seus egressos, nos cursos de graduação, não tem ficado alheia ao processo de desenvolvimento ocorrido nas diversas áreas do conhecimento e está atenta às demandas sociais, reconhecendo as prioridades para o desenvolvimento regional e, conseqüentemente, nacional, vem apresentar, através da Pró-Reitoria de Pesquisa e Pós-Graduação, uma proposta de criação do curso de mestrado em Agronomia, com área de concentração em Genética e Melhoramento, centrada na formação de pesquisadores e professores nestas áreas do conhecimento, nas quais se tem alcançado notável progresso técnico científico e que se destacam com grande expressividade do ponto de vista social e econômico.

Para se avaliar a importância da criação desse curso de mestrado, inicialmente é preciso considerar que o número de Programas de Pós-Graduação em Genética e Melhoramento existente num país, com a extensão territorial, biodiversidade e grande diversidade de ambientes, como o Brasil, é pequeno. São sete programas, sendo cinco com enfoque no estudo de plantas e dois, que também desenvolvem pesquisas com animais. Um outro fato importante a ser considerado, é a distribuição regional desses Programas, a maioria está localizado na região Sudeste (cinco), dois localizam-se na região Sul e apenas um é oferecido na região Nordeste, na Universidade Federal Rural de Pernambuco, em Melhoramento Genético de Plantas. Logo, a distribuição geográfica dos Programas de Pós-Graduação em Genética e Melhoramento não contempla de forma homogênea todas as regiões e ecossistemas do país. Assim, nos estados do Nordeste, com exceção de Pernambuco, e na região Norte, a maioria dos candidatos interessados pela área, se encaminha para as regiões Sul e Sudeste, em busca de treinamento.

Verifica-se, então, que existe demanda pela implementação do curso de mestrado em Genética e Melhoramento, no estado do Piauí, onde por outro lado, existem inúmeros profissionais com doutorado na área, tanto na UFPI quanto na Embrapa Meio-Norte, os quais apresentam conhecimento e formação adequada que os qualificam para participar como discentes e/ou pesquisadores do referido curso.

Página Alternativa


Coordenação do Programa

SIGAA | Superintendência de Tecnologia da Informação - STI/UFPI - (86) 3215-1124 | © UFRN | sigjb04.ufpi.br.instancia1 13/12/2019 04:23