News

Banca de DEFESA: GILDENE FORTES DE MENESES MACHADO

Uma banca de DEFESA de MESTRADO foi cadastrada pelo programa.
DISCENTE: GILDENE FORTES DE MENESES MACHADO
DATA: 11/07/2014
HORA: 10:00
LOCAL: sala 251
TÍTULO:

Jornais e Revistas como estratégias para o ensino da Matemática


PALAVRAS-CHAVES:

Jornais e Revistas, Educação Matemática, Estratégia de ensino da Matemática.


PÁGINAS: 73
GRANDE ÁREA: Ciências Exatas e da Terra
ÁREA: Matemática
RESUMO:

Este trabalho surgiu a partir da observação acerca dos diferentes tipos de textos nos quais a Matemática está presente. Tendo como objetivo geral investigar a utilização de jornais e revistas como estratégias no ensino desta disciplina e buscando analisar gráficos, tabelas, charges, tirinhas e outros textos veiculados na mídia impressa, o estudo pretende ainda reconhecer que a Matemática está presente em todos os lugares e a todo tempo. Assim, procurei resposta para o seguinte problema: De que forma as informações extraídas de jornais e revistas podem ser utilizadas como estratégias de ensino da Matemática para estudantes do 6o ao 9o ano do Ensino Fundamental? Nesta pesquisa baseei-me em Minayo (1995), Bicudo (1986), Nogueira e Andrade (2004), Marconi e Lakatos (1996), Faria (2003), Smole e Diniz (2001), Bardin (1977), Verganini (1993), Sarmento (2011), Citelli (1999), Toschi (1993), Fiorentini e Lorenzato (2006) e nos Parâmetros Curriculares Nacionais/ Matemática. A presente pesquisa segue a abordagem qualitativa, classificada como descritiva e analítica por tratar-se da compreensão de uma investigação e uma reflexão minuciosa do que se está ensinando, para que, para quem e como. Na parte empírica, como sujeitos desta pesquisa, têm-se professores de Matemática de escolas públicas de Piripiri-PI e estudantes do 9o ano “A” de uma escola pertencente `a rede pública municipal da mesma cidade, bem como a coleta de análise de materiais: revistas, jornais, noticiários impressos de sites, folhetos e outros tipos de texto ao alcance dos professores e alunos envolvidos. Os dados foram coletados por meio de um questionário semiestruturado com seis professores sobre o uso desses materiais nas aulas de Matemática e através da observação participante das atividades desenvolvidas por alunos do Ensino Fundamental. Dessa forma, a pesquisa visa ainda despertar o interesse de professores e alunos pela Matemática, tornando-os mais perceptivos e conscientes de que o estudo desta disciplina é indispensável e dotado de significação.


MEMBROS DA BANCA:
Externo ao Programa - 2017909 - ALAN KARDEC CARVALHO SARMENTO
Externo à Instituição - ANDERSON FABIAN DE SOUSA MENESES - UESPI
Presidente - 423606 - GILVAN LIMA DE OLIVEIRA
Notícia cadastrada em: 26/06/2014 01:08
SIGAA | Superintendência de Tecnologia da Informação - STI/UFPI - (86) 3215-1124 | © UFRN | sigjb05.ufpi.br.instancia1 10/04/2021 18:12