Notícias

Banca de DEFESA: ISABELA NAIRA BARBOSA REGO

Uma banca de DEFESA de MESTRADO foi cadastrada pelo programa.
DISCENTE: ISABELA NAIRA BARBOSA REGO
DATA: 06/04/2016
HORA: 15:00
LOCAL: SALA 458 DCS- CCE UFPI
TÍTULO:

IDENTIDADES CULTURAIS TERESINENSES: UM ESTUDO DA RECEPÇÃO DO PROGRAMA "PAINEL DA CIDADE" DA RÁDIO PIONEIRA DE TERESINA


PALAVRAS-CHAVES:

Comunicação. Identidades culturais. Radiouvintes. Recepção. Teresina. 


PÁGINAS: 146
GRANDE ÁREA: Ciências Sociais Aplicadas
ÁREA: Comunicação
SUBÁREA: Teoria da Comunicação
RESUMO:

O rádio é um meio de comunicação que se destaca por sua popularidade, em virtude do baixo custo e por permitir ao ouvinte executar outras ações concomitantes. Diante da evolução tecnológica e do surgimento de novos meios de comunicação, o rádio foi se adequando às inovações e hoje está presente na Internet, nos aparelhos celulares e tantos outros. A lógica da companhia de outrora do radinho de pilha parece permanecer entre os amantes do rádio que resolveram adotar novos modos de escuta do meio radiofônico sob novas configurações e significados que fazem desses ouvintes, seja eles modernos, pós-modernos ou tradicionais seres que interagem com o mundo contemporâneo. O objetivo geral desta pesquisa é compreender como o PPC (Programa Painel da Cidade) da Rádio Pioneira de Teresina participa no processo de construção de sentidos de identidades culturais teresinenses junto aos seus ouvintes. Autores como Canclini, Martín-Barbero, Jacks; Hall, Bianchi e outros deram suporte teórico no desenvolvimento da pesquisa. Participaram do estudo 46 ouvintes do PPC na faixa etária entre 18 e 66 anos, 18 são homens e 28 são mulheres. Utilizamos a técnica de Análise de Conteúdo Categorial formulada por Bardin (2011) em três momentos da investigação: 1) análise da produção do PPC, análise das falas dos ouvintes do PPC coletadas em questionário antes da exposição do áudio e análise das falas dos ouvintes após escuta do áudio editado do PPC por meio da realização de seis Grupos Focais com os ouvintes. As categorias (sentidos) estão dispostas em gráficos e quadros para visualização dos índices de frequência de aparições dos sentidos de identidades culturais teresinense no texto. A coleta de dados ocorreu nos meses de outubro e novembro de 2015, na residência de um dos ouvintes participantes da pesquisa. As análises do áudio do PPC revelaram que este apresenta sentidos identitários culturais teresinenses com foco em infraestrutura urbana, violência urbana, saudosismo ao passado e mobilidade urbana. As respostas dos questionários mostraram oito sentidos atribuídos pelos sujeitos da pesquisa à cidade classificados como positivos: hospitalidade, meio ambiente, serviços, cotidiano, lazer, meios de comunicação, infraestrutura e religiosidade. Os sentidos negativos atribuídos por eles à cidade são: serviços públicos, mobilidade urbana, infraestrutura, clima, meio ambiente, gestores públicos, comportamento dos teresinenses e meios de comunicação. Os ouvintes apontaram como sentidos de identidades culturais teresinenses observados no áudio do PPC, sentidos de cidadania, identificar pessoas por meio de apelidos, apontar lugares como ponto de referência; a religiosidade e o sotaque dos teresinenses. A maioria dos ouvintes estudados percebe Teresina sendo mostrada de maneira real no PPC. Conclui-se que as identidades culturais teresinenses são concebidas pelos ouvintes sob uma diversidade de sentidos, mas com grande destaque para o sentido de cidadania atribuído aos teresinenses em suas interações com o PPC.

 


MEMBROS DA BANCA:
Externo à Instituição - DÁCIA IBIAPINA DA SILVA - UnB
Interno - 423514 - FRANCISCO LAERTE JUVENCIO MAGALHAES
Presidente - 1167743 - JANETE DE PASCOA RODRIGUES
Notícia cadastrada em: 01/03/2016 16:06
SIGAA | Superintendência de Tecnologia da Informação - STI/UFPI - (86) 3215-1124 | © UFRN | sigjb06.ufpi.br.instancia1 09/12/2022 03:01