Notícias

Banca de DEFESA: GRAZIELA DA CRUZ SAMPAIO

Uma banca de DEFESA de MESTRADO foi cadastrada pelo programa.
DISCENTE: GRAZIELA DA CRUZ SAMPAIO
DATA: 19/08/2020
HORA: 15:00
LOCAL: https://meet.google.com/hvd-aejw-ajx
TÍTULO: Qualidade de vida dos usuários de saúde mental na atenção primária
PALAVRAS-CHAVES: Saúde Mental. Psicotrópicos. Qualidade de Vida.
PÁGINAS: 74
GRANDE ÁREA: Ciências da Saúde
ÁREA: Medicina
SUBÁREA: Saúde Materno-Infantil
RESUMO:

A Qualidade de Vida (QV) pode ser compreendida por diversos conceitos dependendo de uma interpretação subjetiva, mas que insere o bem-estar mental, social, cultural sem necessariamente ter um estado total de ausência de doença. Dessa forma, falar em QV remete a diversos influenciadores e o uso de psicofármacos é um deles. O objetivo deste estudo foi avaliar a QV de pacientes que fazem uso de psicotrópicos e são atendidos pela Atenção Primária, em uma Unidade Básica de Saúde (UBS) na zona rural do município de União/Piauí. Trata-se de estudo transversal com 76 pacientes adultos cadastrados na UBS. Utilizou-se um questionário contendo o instrumento WHOQOL-bref e perguntas sobre características sociodemográficas, além de consulta aos prontuários. Após apreciação descritiva, realizou-se a análise estatística. Quanto à prevalência dos medicamentos psicotrópicos, a prescrição mais frequente foi de antidepressivos (57,9%) seguido dos ansiolíticos (47,4%), e que destes 88,9% são benzodiazepínicos. Quanto aos transtornos psiquiátricos, o registro mais citado nos prontuários foi a ansiedade, seguido de registros inexistentes sobre qual transtorno o paciente teria para justificar a prescrição de psicotrópicos. As maiores médias de QV em três domínios foram apresentadas pelos pacientes que fazem uso de medicação fitoterápica, com escores acima de 70. Os pesquisados são em maioria do sexo feminino, faixa etária de 40 a 60 anos ou mais, casados e com o diagnóstico de ansiedade, as variáveis estatisticamente significantes foram estado civil e depressão. As maiores médias de QV foram observadas no domínio relações sociais e as menores médias no domínio meio ambiente. As mulheres apresentaram maiores médias de QV quando comparados aos homens. Considerando que nenhum domínio teve o valor máximo alcançado, são necessários esforços para a melhoria da QV em pacientes com adoecimento mental da Atenção Primária, por meio de ações promovidas tanto por profissionais de saúde quanto por gestores públicos. E foram elaborados por essa pesquisa materiais informativos como instrumento de suporte técnico para os profissionais e a assistência a essa população


MEMBROS DA BANCA:
Presidente - 665.904.343-87 - LORENA CITO LOPES RESENDE SANTANA - UFPI
Interno - 1560969 - ROSIMEIRE FERREIRA DOS SANTOS
Externo ao Programa - 2157495 - ANDERSON NOGUEIRA MENDES
Externo à Instituição - EMANOEL JOSÉ BATISTA DE LIMA - UESPI
Notícia cadastrada em: 07/08/2020 16:47
SIGAA | Superintendência de Tecnologia da Informação - STI/UFPI - (86) 3215-1124 | © UFRN | sigjb07.ufpi.br.instancia1 21/09/2020 06:31