Notícias

Banca de QUALIFICAÇÃO: MARCELE AVELINO DE SOUSA

Uma banca de QUALIFICAÇÃO de MESTRADO foi cadastrada pelo programa.
DISCENTE: MARCELE AVELINO DE SOUSA
DATA: 16/02/2024
HORA: 14:30
LOCAL: SALA Nº01 -ANTIGA PREXC (por trás do HU)
TÍTULO: ESTRATÉGIA DE EDUCAÇÃO PARA PREVENÇÃO DE VIOLÊNCIA SEXUAL PRESUMIDA EM ADOLESCENTES ESCOLARES
PALAVRAS-CHAVES: violência sexual; prevenção; atividade educativa.
PÁGINAS: 72
GRANDE ÁREA: Ciências da Saúde
ÁREA: Medicina
RESUMO:

RESUMO: A violência sexual constitui uma séria violação dos direitos humanos, além de gerar importantes consequências físicas e psicológicas profundas para suas vítimas. A intervenção dos responsáveis nos Sistemas de Garantias de Direitos torna-se, assim, de extrema importância. Apesar da subnotificação desse crime devido ao contexto de ocorrência do mesmo, a taxa média nacional de estupros em 2021 foi de 51,8 por 100 mil mulheres no Brasil. Em Teresina - PI, um serviço especializado registrou 546 incidentes em 2021, sendo 38,83% de vítimas com 10 a 14 anos. No ano seguinte, no mesmo serviço, houve 510 ocorrências, com a média de idade das vítimas atendidas estabelecida em 13,59 anos. O presente estudo buscou analisar a aplicação de uma estratégia de intervenção educacional sobre violência sexual presumida em meninas de escolas públicas da cidade de Teresina - PI, na faixa etária de 10 a 14 anos incompletos. A metodologia desenvolveu-se mediante a aplicação de um questionário padrão, adequado a idade, antes e após a intervenção, buscando verificar a aprendizagem dos adolescentes após aplicação do instrumento de ensino. O processo de ensino deu-se mediante uma aula expositiva e interativa, com jogos e premiações para garantir o envolvimento das adolescentes. Foi disponibilizado, também, um vídeo educativo sobre a temática para as adolescentes e seus responsáveis, para envolvimento dos mesmo na abordagem do assunto. No projeto foram incluídas 412 adolescentes, sendo essa amostra composta proporcionalmente, por meninas de todas as zonas da cidade de Teresina (Zona Norte, Sul, Leste e Sudeste). Cerca de 86% das meninas referiam saber sobre as partes íntimas, mas apenas 36% sabiam nomina-las corretamente. As questões que tratavam sobre informações a cerca de abuso sexual; capacidade de dizer “não" e deixar a situação; e de denunciar o abuso sexual tiveram ganhos importantes e estatisticamente significantes (p < 0,05), quando se considera o total de alunas do trabalho. Somente no bloco de questões que discriminavam situações de risco para abuso sexual é que se observou 06 questões em que não houve ganho significativo de aprendizagem, visto que os alunos apresentavam um alto índice de acerto delas, todas acima de 93%, antes mesmo de participarem do projeto. Após a avaliação das respostas observou-se que a avaliação da aprendizagem revelou resultados extremamente satisfatórios, com melhorias estatisticamente significativas nas respostas em todas as faixas etárias e áreas de Teresina - PI.


MEMBROS DA BANCA:
Externo ao Programa - 1794255 - LIA CRUZ VAZ DA COSTA DAMASIO
Interno - 1549654 - MALVINA THAIS PACHECO RODRIGUES
Presidente - 1560969 - ROSIMEIRE FERREIRA DOS SANTOS
Notícia cadastrada em: 30/01/2024 11:53
SIGAA | Superintendência de Tecnologia da Informação - STI/UFPI - (86) 3215-1124 | © UFRN | sigjb06.ufpi.br.instancia1 18/04/2024 17:18