Notícias

Banca de DEFESA: ADRIANNA BARREIRA DE MACEDO CARVALHO

Uma banca de DEFESA de MESTRADO foi cadastrada pelo programa.
DISCENTE: ADRIANNA BARREIRA DE MACEDO CARVALHO
DATA: 10/06/2022
HORA: 14:00
LOCAL: Google Meet - https://meet.google.com/vxk-bnnp-xfj
TÍTULO: SUGESTÕES DE ADUBAÇÕES MINERAL E ALTERNATIVAS PARA AS CULTURAS DO FEIJÃO-CAUPÍ E SORGO GRANÍFERO NO ESTADO DO PIAUÍ
PALAVRAS-CHAVES: Fertilização orgânica. Inoculação. Rochagem. Vigna unguiculata. Sorghum bicolor.
PÁGINAS: 70
GRANDE ÁREA: Ciências Agrárias
ÁREA: Agronomia
SUBÁREA: Ciência do Solo
ESPECIALIDADE: Fertilidade do Solo e Adubação
RESUMO:
O feijão-caupi [Vigna unguiculata (L) Walp] é uma leguminosa com importância social, econômica e nutricional para a região Nordeste do Brasil, enquanto o sorgo granífero [Sorghum bicolor (L.) Moench] é o quinto cereal mais produzido do mundo. Contudo, a baixa fertilidade dos solos influencia consideravelmente o rendimento dessas culturas, podendo afetar também a composição químico-bromatológica. Foram realizados dois experimentos objetivando-se: (I) avaliar o desenvolvimento de cultivares de feijão-caupi (BR 17-Gurguéia e Pingo-de-Ouro-1-2) sob efeito de inoculantes (SEMIA 6462 e 6463) e doses de pó de rocha (2,5; 5,0 e 10,0 t ha-1) como alternativa a adubação fosfatada mineral em Latossolo Amarelo do Sul do Piauí; e (II) avaliar a composição químico-bromatológica do sorgo granífero irrigado sob o efeito de doses de NPK na presença ou ausência da adubação orgânica e de micronutrientes em Neossolo Quartzarênico do Semiárido. O experimento I foi realizado em casa-de-vegetação, com delineamento inteiramente casualizado com arranjo fatorial (3x2x2) e três repetições. As sementes de feijão-caupi foram inoculadas e semeadas em sacos plásticos (5,0 kg) preenchidos com solo adubado com as respectivas doses de pó de rocha. Aos 45 dias após a semeadura, foram determinados o número de folhas (NF) e de nódulos (NN), comprimento da parte aérea (CPA) e da raiz (CR), massa seca da parte aérea (MSPA), raízes (MSR), nódulos (MSN) e total (MST), além dos índices de clorofila A, B e total (Clo A, Clo B e Clo Total), N, P, K, Ca, Mg, Cu, Fe, Mn e Zn. O experimento II foi delineado foi em blocos ao caso, com cinco doses de NPK 10-20-10 (D1= 10-20-10; D2= 20-40-20; D3= 30-60-30; D4= 40-80-40), na presença e ausência da adubação orgânica com esterco bovino (0 e 40 t ha-1) e presença e ausência de adubação com micronutrientes [Sulfato de Zinco (ZnSO4) e Sulfato de cobre (CuSO4)], compondo um fatorial 4x2x2, com quatro repetições. As parcelas foram constituídas por quatro linhas de plantio (área útil: duas linhas centrais). A colheita foi realizada aos 98 dias após o plantio, sendo determinada a massa fresca e composição bromatológica do sorgo. Todos os dados foram submetidos à análise de variância e as médias comparadas pelo teste de Scott-Knott (p ≤ 0,05). No experimento I, não houve efeito dos fatores sobre NF, MSN, CR, Clo A, B e total, nem nos teores de N e Zn. A MSPA, MSR e MST foram menores com adubação de 2,5 t ha-1 de pó de rocha. A Pingo-de-Ouro-1-2 inoculada com SEMIA 6463 promoveu CPA, NN, MSPA, MSR e MST superiores. A BR 17-Gurguéia inoculada com SEMIA 6462 proporcionou maior teor de Cu, e quando inoculada com SEMIA 6463, maior teor de Mn. Na Pingo-de-Ouro-1-2 adubada com 10 t ha-1 de pó de rocha, foram constatados teores superiores de Ca e Mg. A BR 17-Gurguéia inoculada com SEMIA 6463 é mais responsiva a adubação com 2,5 t ha-1 de pó de rocha, apresentando maiores teores de P e K. No experimento II os teores de MM e MO foram alterados apenas pela adubação com ou sem esterco bovino. Os maiores teores de MS foram encontrados nas doses D1 e D2 do formulado NPK. Contudo, teores inferiores de PB foram observados com a dose D2. Foi verificado que a adubação com a dose D4, proporcionou redução nos teores de FDN. Com relação ao efeito da adubação com ou sem micronutrientes, a presença destes resultou em menores teores de MS e FDA e maiores teores de FDN. Quanto aos teores de MM e MO, foi constatado que a adubação com esterco bovino (40 t ha-1) resultou em maiores teores de MM. A adubação com orgânica promoveu maior acúmulo dos nutrientes Fe Mg. Verificou-se que a presença de micronutrientes na dose D4 proporcionaram maiores acúmulos de P e menores de Cu, enquanto que na D1 resultou em acúmulos superiores de Cu e Fe. As crescentes doses do formulado NPK ocasionaram um maior acúmulo de P no sorgo, especialmente quando o manejo de adubação com a presença de micronutrientes e de esterco bovino.

MEMBROS DA BANCA:
Interno - 2231082 - JULIAN JUNIO DE JESUS LACERDA
Presidente - 759.688.604-30 - JULIO CESAR AZEVEDO NOBREGA - UFRB
Externo à Instituição - RAFAELA SIMAO ABRAHAO NOBREGA - UFRB
Interno - 964.478.184-87 - SAMMY SIDNEY ROCHA MATIAS - UESPI
Notícia cadastrada em: 23/05/2022 18:38
SIGAA | Superintendência de Tecnologia da Informação - STI/UFPI - (86) 3215-1124 | © UFRN | sigjb06.ufpi.br.instancia1 27/06/2022 21:29