Notícias

Banca de DEFESA: EVALDO DOS SANTOS MONÇÃO FILHO

Uma banca de DEFESA de MESTRADO foi cadastrada pelo programa.
DISCENTE: EVALDO DOS SANTOS MONÇÃO FILHO
DATA: 30/06/2020
HORA: 14:30
LOCAL: Videoconferência
TÍTULO: Constituintes químicos identificados por UPLC-MS, atividades citotóxica e antimalárica do veneno de Rhinella jimi
PALAVRAS-CHAVES: Rhinella jimi, bufadienolídeos, LC-MS/MS, potencial farmacológico
PÁGINAS: 65
GRANDE ÁREA: Ciências Exatas e da Terra
ÁREA: Química
SUBÁREA: Química Orgânica
ESPECIALIDADE: Química dos Produtos Naturais
RESUMO:

Sapos da espécie R. jimi pertencem à família Bufonidae, são endêmicos do nordeste brasileiro e comumente encontrados em períodos chuvosos. Em geral, os anfíbios dessa família apresentam em seu veneno uma gama variada de metabólitos que possuem diversas atividades biológicas. O isolamento e identificação de metabólitos são de bastante importância e técnicas como Cromatografia Líquida de Alta eficiência acoplada a Espectrometria de Massas (HPLC-MS) são bastante utilizadas para a identificação de compostos novos e conhecidos nesses venenos. No veneno da espécie R. jimi foram identificados por análises de UPLC-MS e MS/MS no extrato acetato de etila os bufadienolídeos: resibufogenina (1), marinobufagina (2), bufotalinina (3), bufalina (4), telocinobufagina (5), bufarenogina (6) e ψ-bufarenogina (7), através das perdas dos grupos hidroxilas, carbonilas e α-pirona. No extrato metanólico também foram identificados os compostos: 2 e 4-7, e além destes os compostos adipoil arginina (8), pimeloil arginina (9), suberoil arginina (10), azelail arginina (11), com perdas de água, amônia e do respectivo diácido ligado ao grupo arginina, bem como a dehidrobufotenina (12), bufotenidina (13), com perdas de suas cadeias laterais (alquilas ou alquilaminas), e ainda no extrato metanólico identificou-se os compostos 3-(N-adipoil-argininil)-resibufogenina (14), 3-(N-suberoil-argininil)-resibufogenina (15), 3-(N-glutaroil-argininil)-marinobufagina (16), 3-(N-adipoil-argininil)-marinobufagina (17), 3-(N-pimeloil-argininil)-marinobufagina (18), 3-(N-suberoil-argininil)-marinobufagina (19), 3-(N-azelail-argininil)-marinobufagina (20), 3-(N-suberoil-argininil)-bufotalinina (21), 3-(N-adipoil-argininil)-bufalina (22), 3-(N-suberoil-argininil)-bufalina (23), 3-(N-adipoil-argininil)-telocinobufagina (24), 3-(N-pimeloil-argininil)-telocinobufagina (25), 3-(N-suberoil-argininil)-telocinobufagina (26), 3-(N-adipoil-argininil)-bufarenogina (27), 3-(N-suberoil-argininil)-bufarenogina (28), 3-(N-adipoil-argininil)-ψ-bufarenogina (29) e 3-(N-suberoil-argininil)- ψ-bufarenogina (30), com perdas de água e da porção composta pelo bufadienolídeo, formando o íon do respectivo diácido derivado da arginina correspondente. Um total de 30 compostos foram identificados no veneno de R. jimi, dos quais a marinobufagina (2) e a marinobufotoxina (19) foram os constituintes majoritários para os extratos acetato de etila e metanólico, respectivamente. Os extratos e o composto 2 foram testados quanto a citotoxicidade pelo método do MTT, demonstrando um excelente potencial citotóxico com valores de CI50 abaixo ou próximo ao do controle positivo doxorrubicina. Também demonstraram atividade antimalárica frente a Plasmodium falciparum, com redução de parasitemia na faixa de 81-90%. Os resultados obtidos contribuem para o conhecimento da composição química e potencial citotóxico e antimalárico do veneno do sapo R. jimi e da família Bufonidae.


MEMBROS DA BANCA:
Presidente - 1888044 - GERARDO MAGELA VIEIRA JUNIOR
Interno - 1167257 - ANTONIA MARIA DAS GRACAS LOPES CITO
Interno - 1167592 - MARIANA HELENA CHAVES
Externo à Instituição - MARCOS PIVATTO - UFU
Notícia cadastrada em: 24/06/2020 13:38
SIGAA | Superintendência de Tecnologia da Informação - STI/UFPI - (86) 3215-1124 | © UFRN | sigjb07.ufpi.br.instancia1 03/08/2020 17:56