Notícias

Banca de DEFESA: MAILODOVINCI DE SOUSA PEREIRA

Uma banca de DEFESA de MESTRADO foi cadastrada pelo programa.
DISCENTE: MAILODOVINCI DE SOUSA PEREIRA
DATA: 23/02/2022
HORA: 15:00
LOCAL: Sala Virtual - Link logo após o resumo
TÍTULO: Vulnerabilidade e percepção ambiental como subsídios à gestão da Flona de Palmares
PALAVRAS-CHAVES: Unidades de Conservação. Gestão Ambiental. Planejamento Ambiental. FLONA Palmares
PÁGINAS: 129
GRANDE ÁREA: Outra(s)
ÁREA: Ciências Ambientais
RESUMO:

As Unidades de Conservação correspondem a espaços legalmente instituídos nos quais são preconizadas limitações específicas para o uso dos seus recursos naturais. A variedade de ecossistemas no Brasil permite que essas UCs sejam estabelecidas em regiões de vulnerabilidade ambiental distintas, contudo o conhecimento das fragilidades pode auxiliar as atividades de gestão daqueles envolvidos no manejo cotidiano desses espaços. Deste modo, O presente trabalho intencionou a elaboração do Mapa de Vulnerabilidade Ambiental da FLONA de Palmares com base em análise multicritério com ponderação por especialistas e nos atributos ambientais Declividade, Pedologia e Uso e Ocupação do Solo. Os procedimentos desempenhados no ambiente SIG somente foram possíveis mediante aquisição de dados georreferenciados dos atributos ambientais da FLONA, deste modo, empregou-se, neste estudo, principalmente a Base TOPODATA BRASIL, RADAMBRASIL, USGS, arquivo kml do ICMBio contendo a delimitação da UC, bem como esforços científicos anteriores como os estudos de Feitosa et al (2012), Brandão (2020) e Barbosa (2015). Considerando-se ainda que as UCs são ambientes de promoção da gestão participativa das comunidades de entorno, este estudo também procurou, através da aplicação de questionários, levantar informações sobre a perspectiva das comunidades Vista Alegre, Soturno e Gávea quanto aos serviços de Saneamento Básico e à proximidade com a UC. Através da Metodologia desempenhada, verificou-se que a maior parte do território da FLONA encontra-se em baixa vulnerabilidade ambiental (40,62%), contudo 2,77% do território demonstra elevada vulnerabilidade ambiental, em especial nas porções norte e leste da UC. O levantamento com as comunidades de entorno possibilitou constatar a necessidade de avanços sensíveis no saneamento básico, em especial quanto à coleta de resíduos sólidos. Em relação à proximidade com a UC, cerca de 15% associam a presença da FLONA à ocorrência de crimes e assaltos e mais de 70% dos participantes destacam benefícios como tranquilidade e lazer à presença da FLONA de Palmares.

 

LINK DA SALA VIRTUAL: https://conferenciaweb.rnp.br/events/defesa-da-dissertacao-de-titulo-vulnerabilidade-e-percepcao-ambiental-como-subsidios-a-gestao-da-flona-de-palmares


MEMBROS DA BANCA:
Presidente - 2137331 - MAYRA FERNANDES NOBRE MOSCARDI
Interno - 1734425 - MARCELO BARBOSA FURTINI
Interno - 1354664 - WILZA GOMES REIS LOPES
Externo à Instituição - JOSE CARLOS RAULINO LOPES - IFPI
Externo à Instituição - SHIRLEY CRISTINA DOS SANTOS - UFMA
Notícia cadastrada em: 23/02/2022 12:01
SIGAA | Superintendência de Tecnologia da Informação - STI/UFPI - (86) 3215-1124 | © UFRN | sigjb05.ufpi.br.instancia1 06/12/2022 15:12