Notícias

Banca de QUALIFICAÇÃO: BRUNA ARAUJO BRANDÃO

Uma banca de QUALIFICAÇÃO de MESTRADO foi cadastrada pelo programa.
DISCENTE: BRUNA ARAUJO BRANDÃO
DATA: 22/07/2022
HORA: 09:00
LOCAL: meet.google.com/dgb-sbte-zyu
TÍTULO: Aves do Delta do Parnaíba: Diversidade e geração de renda para as bordadeiras da Pedra do Sal, Parnaíba, Piauí
PALAVRAS-CHAVES: APA Delta do Parnaíba. Diversidade. Avifauna
PÁGINAS: 78
GRANDE ÁREA: Outra(s)
ÁREA: Ciências Ambientais
RESUMO:

Em uma comunidade de aves os estudos sobre sua diversidade são elementares para compreender as espécies que a constitui. No que diz respeito aos estudos sobre a diversidade de aves, o Piauí é um dos estados menos estudados.  Entender a importância que as aves têm para a população humana é aspecto considerável para pesquisas científicas com aves. A pesquisa tem como objetivo fazer uma revisão de levantamentos da avifauna da APA Delta do Parnaíba e região, realizados no período de 2009 a 2016 com metodologias similares e também junto à comunidade de Bordadeiras localizada na Pedra do Sal (APA Delta do Parnaíba) registrar os conhecimentos etnoornitológicos e promover o ganho de renda utilizando aves como modelo para bordado como estratégia de educação ambiental e turismo sustentável. O inventário da avifauna foi realizado nos municípios de Parnaíba, Ilha Grande e Luís Correia, estes pertencentes ao estado do Piauí e à Área de Proteção Ambiental (APA) Delta do Parnaíba. Durante o período amostral, além dos registros visuais e auditivos houve também o anilhamento da avifauna. Os dados etnoornitológicos serão coletados por meio de questionários semi-estruturados e com observação participante utilizando espécies-chave de aves da APA Delta do Parnaíba no bordado com a Associação de Bordadeiras da Comunidade da Pedra do Sal. O trabalho foi submetido ao Comitê de Ética em Pesquisa Humana da UFPI/Teresina e aguarda parecer. Durante as amostragens in situ, foram inventariadas 253 espécies de aves na APA Delta do Parnaíba, distribuídas em 56 famílias e 23 ordens. A maioria das espécies é residente, não dependente de ambientes florestais, tem baixa sensibilidade às alterações ambientais e são predominantemente insetívoras. Em suma, contatou-se que a Área de Proteção Ambiental Delta do Parnaíba possui uma avifauna diversa e numerosa, típica de ambientes de Caatinga. Foi possível identificar espécies dependentes de ambientes florestais e sensíveis às alterações antrópicas, indicando que apesar das possíveis modificações nesses habitats, estas áreas ainda possuem recursos a serem utilizados por estes grupos.


MEMBROS DA BANCA:
Presidente - 1653145 - ANDERSON GUZZI
Interno - 1221652 - IVANILZA MOREIRA DE ANDRADE
Interno - 1984821 - PATRICIA MARIA MARTINS NAPOLIS
Externo à Instituição - REGINALDO JOSE DONATELLI - UNESP
Externo à Instituição - SOLANO DE SOUZA BRAGA - UFDPar
Notícia cadastrada em: 23/06/2022 15:45
SIGAA | Superintendência de Tecnologia da Informação - STI/UFPI - (86) 3215-1124 | © UFRN | sigjb05.ufpi.br.instancia1 11/08/2022 21:22