Notícias

Banca de DEFESA: EDNA MARIA SILVA ARAUJO

Uma banca de DEFESA de MESTRADO foi cadastrada pelo programa.
DISCENTE: EDNA MARIA SILVA ARAUJO
DATA: 30/07/2020
HORA: 15:00
LOCAL: https://meet.google.com/aik-pkgy-ndn
TÍTULO: NÍVEL DE ATIVIDADE FÍSICA E INDICADORES DE ADIPOSIDADE CORPORAL E SUA ASSOCIAÇÃO COM PRESSÃO ARTERIAL E VARIABILIDADE DA FREQUÊNCIA CARDÍACA: UM ESTUDO DE BASE POPULACIONAL.
PALAVRAS-CHAVES: Obesidade; Atividade Física; Pressão Arterial; Sistema Nervoso Autônomo.
PÁGINAS: 91
GRANDE ÁREA: Ciências da Saúde
ÁREA: Saúde Coletiva
RESUMO:

INTRODUÇÃO: A obesidade e a hipertensão arterial são problemas de saúde bastante complexo e multifatorial, que representam graves problemas de saúde pública em diversos países, sendo que a falta de tratamento pode provocar ou agravar outras comorbidades no indivíduo. Diversos estudos mostram que a atividade física vem atuando como fator protetor para tais comorbidades. A Variabilidade da Frequência Cardíaca (VFC) reduzida tem sido associada à adiposidade corporal, por outro lado, a redução de peso pode melhorar o controle autonômico. Dessa forma o estudo deste parâmetro (VFC) tem se mostrado um método não invasivo, que atua como uma ferramenta clínica promissora para avaliação do sistema nervoso autônomo. OBJETIVO: Investigar a associação entre o nível de atividade física e indicadores de adiposidade corporal com a pressão arterial e a variabilidade da frequência cardíaca em indivíduos residentes na cidade de Teresina-PI. MÉTODO: Os dados da pesquisa são oriundos de uma pesquisa de cunho transversal de base populacional intitulado “Inquérito de Saúde Domiciliar” (ISAD-PI), no período de 2018 a 2019 na cidade de Teresina-PI. A amostra foi composta por adultos e idosos que atenderam os critérios de elegibilidade. Foram realizadas avaliações para a adiposidade corporal (gordura corporal, gordura visceral, circunferência da cintura e índice de massa corporal), nível de atividade física (questionário internacional de atividade física em sua versão curta - PAQ), pressão arterial e variabilidade da frequência cardíaca. A fim de verificar a existência de correlação entre as variáveis, realizou-se o teste de correlação de Spearman e Qui-quadrado. Para análise de associação realizou se a regressão logística binária (Odds Ratio), posteriormente, foram realizados ajustes para possíveis fatores de confusão, como idade e sexo.  Para todos os testes, adotou-se nível de significância de 5% e intervalo de confiança de 95%. O trabalho foi aprovado pelo Comitê de Ética em Pesquisa da Universidade Federal do Piauí/UFPI em 20 de março de 2018, com o número de parecer 2.552.426. RESULTADOS: A amostra foi composta por 285 moradores da cidade de Teresina-PI, sendo 35,1% representada pelo sexo masculino e 64,9%, pelo sexo feminino, com idade média geral de 45,1 ± 16,3 anos. Foi verificado o IMC médio de 26,5 ± 5,3 kg/m² no sexo masculino e 27,4 ± 5,4 kg/m² no sexo feminino. Observou-se uma correlação significativa entre a adiposidade corporal e a pressão arterial sistólica e diastólica para ambos os sexos e uma correlação significativa da circunferência da cintura com a atividade nervosa simpática na média geral. Após os ajustes para idade e sexo foi possível analisar que os indivíduos com elevada circunferência da cintura apresentaram 4,14 vezes mais chances de obterem baixos níveis de atividade parassimpática. Para o nível de atividade física houve associação significativa com a pressão arterial de modo que após o ajuste para idade os indivíduos insuficientemente ativos apresentaram 1,77 vezes mais chance de desenvolverem hipertensão arterial. Entretanto não houve associação significativa entre o nível de atividade física e o mecanismo autonômico. CONCLUSÃO: Conclui-se que indivíduos que possuem baixos níveis de atividade física e adiposidade corporal apresentam associação na hipertensão arterial e na modulação autonômica cardíaca, aumentando assim os riscos de doenças cardiovasculares.


MEMBROS DA BANCA:
Presidente - 3342770 - MARCOS ANTONIO PEREIRA DOS SANTOS
Interno - 1551620 - MARIA ZELIA DE ARAUJO MADEIRA
Externo ao Programa - 422389 - SERGIO LUIZ GALAN RIBEIRO
Externo à Instituição - ALEXANDRE SÉRGIO SILVA - UFPB
Notícia cadastrada em: 28/07/2020 21:17
SIGAA | Superintendência de Tecnologia da Informação - STI/UFPI - (86) 3215-1124 | © UFRN | sigjb04.ufpi.br.instancia1 22/10/2020 03:18