Notícias

Banca de QUALIFICAÇÃO: NICIANE SOARES MACENA

Uma banca de QUALIFICAÇÃO de MESTRADO foi cadastrada pelo programa.
DISCENTE: NICIANE SOARES MACENA
DATA: 22/11/2019
HORA: 10:00
LOCAL: Sala de aulas do Programa de Pós-graduação em Odontologia
TÍTULO: DISPOSITIVO BIOPOLIMÉRICO PARA TRATAMENTO DE DOENÇAS PERIODONTAIS: DESENVOLVIMENTO, CARACTERIZAÇÃO E ENSAIOS IN VITRO
PALAVRAS-CHAVES: Periodontite, Bolsa Periodontal, Sistemas de Liberação de Medicamentos, Biopolímeros, Análise Físico-Química
PÁGINAS: 36
GRANDE ÁREA: Ciências da Saúde
ÁREA: Odontologia
RESUMO:

As doenças periodontais são condições de caráter inflamatório e infeccioso que perturbam a homeostase do periodonto, cuja etiologia deve-se, principalmente, ao acúmulo de microrganismos subgengivais, podendo afetar conjuntamente a gengiva, osso alveolar, ligamento periodontal e cemento. Devido a sua natureza infecciosa, terapias mecânicas tornam-se muitas vezes limitadas, necessitando o uso de antimicrobianos administrados sistemicamente. Os sistemas de liberação de fármacos intrabolsa periodontal (SLIB), com ação antimicrobiana, é uma alternativa aos efeitos adversos da farmacoterapia sistêmica, sendo a bolsa periodontal facilmente acessível para a inserção de um dispositivo de ação local. Existem vários tipos de SLIBs, como fibras, filmes, géis, micropartículas e nanopartículas, sendo o filme a forma farmacêutica mais utilizada. Esses sistemas correspondem a uma opção adjuvante eficaz no tratamento da periodontite, reduzindo a profundidade de bolsas periodontais e alterando a microbiota subgengival. Nesse contexto, o objetivo deste estudo será desenvolver e caracterizar um dispositivo de liberação controlada intra-bolsa, obtido a partir de um polissacarídeo extraído de uma planta regional, e incorporado com clorexidina e nanopartículas de prata, destinado à utilização na terapia adjuvante da periodontite. Primeiramente, o biopolímero será extraído e purificado. Posteriormente, os dispositivos biopoliméricos serão desenvolvidos pelo método de casting. Os dispositivos serão caracterizados e comparados quanto às propriedades físicas, químicas e físico-químicas. As características biológicas serão avaliadas por meio do ensaio de hemocompatibilidade e da atividade antimicrobiana frente aos microrganismos Actinobacillusactinomycetemcomitans e Porphyromonasgingivalis. A formulação que obtiver os melhores resultados relacionados as caracterizações (física, química e físico-química), hemocompatibilidade e antimicrobiana, será utilizada em futuros estudos de citotoxicidade e citocompatibilidade in vitro.


MEMBROS DA BANCA:
Interno - 1668358 - ANDRE LUIS MENEZES CARVALHO
Externo ao Programa - 1722880 - JOSY ANTEVELI OSAJIMA FURTINI
Externo à Instituição - Lidiany Karla Azevedo Rodrigues - UFC
Presidente - 1654493 - MARCIA DOS SANTOS RIZZO
Notícia cadastrada em: 11/11/2019 10:19
SIGAA | Superintendência de Tecnologia da Informação - STI/UFPI - (86) 3215-1124 | © UFRN | sigjb06.ufpi.br.instancia1 15/12/2019 01:41