• O sistema entrará em processo de atualização de funcionalidades às 13:30. Pedimos a todos que salvem seus trabalhos para que não haja transtornos.
    Agradecemos a compreensão, em 15 minutos o sistema estará de volta.
Notícias

Banca de QUALIFICAÇÃO: CLENILSON DE SOUSA SUCUPIRA

Uma banca de QUALIFICAÇÃO de MESTRADO foi cadastrada pelo programa.
DISCENTE: CLENILSON DE SOUSA SUCUPIRA
DATA: 12/12/2019
HORA: 15:00
LOCAL: Sala 08 do Espaço Integrado I.
TÍTULO: ANÁLISE DOS IMPACTOS DO PROEJA NA CONTINUIDADE DOS ESTUDOS E NA EMPREGABILIDADE DOS EGRESSOS DO IFPI CAMPUS PIRIPIRI
PALAVRAS-CHAVES: Política Pública. Políticas Educacionais. Educação Profissional. PROEJA. IFPI. Avaliação. Análise de impactos.
PÁGINAS: 96
GRANDE ÁREA: Ciências Sociais Aplicadas
ÁREA: Administração
RESUMO:

O presente trabalho tem como temática o Programa Nacional de Integração da Educação Profissional à Educação Básica na Modalidade de Educação de Jovens e Adultos – PROEJA, no âmbito do Instituto Federal do Piauí (IFPI), à luz da certeza de que a análise de impactos se faz essencial para a continuidade e melhorias das políticas públicas, sobretudo quando os estudos acontecem sob a ótica dos benefícios pensados para o seu público. Sendo o PROEJA política pública educacional, quais os impactos do curso técnico em Administração na modalidade PROEJA, na empregabilidade e quanto à continuidade dos estudos dos egressos das duas turmas formadas no IFPI campus Piripiri? O objetivo geral trata de analisar tais impactos do PROEJA em relação aos egressos das turmas formadas em 2013 (18 egressos) e 2015 (14 egressos) do curso técnico em Administração do IFPI campus Piripiri. Trata-se de um estudo de caso, cuja metodologia eleita foi a qualitativa, tendo como instrumentos da pesquisa iniciais a análise documental, bem como análise de índices, seguido da análise dos indicadores referentes ao que é explícito no programa e em relação ao IFPI; mas também, e principalmente, utilização de entrevista como instrumento de coleta de dados, o que proporcionará coletar informações sobre os impactos do curso na vida dos egressos. O trabalho estará estruturado em cinco capítulos, seguidos das considerações finais. O capítulo 1 trabalha políticas públicas, educação profissional e o PROEJA em si (história, legislação, desafios), discutindo a relação direta dos tópicos com um tema maior: a Educação; e, desta forma, interseccionando-os para uma melhor compreensão do PROEJA, com arrimo em autores do condão de Durkheim (2011), Morin (2011), Perrenoud (2000), Rodrigues (2007), dentre outros. No capítulo 1 encontrar-se-á ainda a discussão do PROEJA no campo das políticas públicas e educacionais, localizando-o no específico quadro teórico, com base em Figueiredo e Figueiredo (1986), Finkler e Dell’Aglio (2013), Secchi (2015), Souza (2016); seguido de um aporte sobre a educação profissional no Brasil, sua evolução, iniciando com Lessard e Carpentier (2016), Caires e Oliveira (2016), dentre outros. O tópico sobre educação profissional contará também com o exame de autores ligados diretamente à educação de jovens e adultos, como Barcelos e Dantas (2015), que analisam documentos demarcatórios do EJA, contextualizando-a como “política pública do século XXI”; Fidalgo et al (2010) que discutem educação profissional e a lógica do desenvolvimento de competências, entre outros autores. Neste capítulo o PROEJA será abordado de uma forma geral, com base em, Poubel (2015), Azevedo (2016), Frigotto (2016), dentre outros, e, ao final, um sinóptico mapeamento de produções acadêmicas sobre o programa.


MEMBROS DA BANCA:
Interno - 1787957 - EULALIO GOMES CAMPELO FILHO
Externo à Instituição - RAFAEL FERNANDES DE MESQUITA - IFPI
Presidente - 1553331 - SHAIANE VARGAS DA SILVEIRA
Notícia cadastrada em: 05/12/2019 08:22
SIGAA | Superintendência de Tecnologia da Informação - STI/UFPI - (86) 3215-1124 | © UFRN | sigjb04.ufpi.br.instancia1 09/12/2022 13:20