Notícias

Banca de QUALIFICAÇÃO: MARCELA CARVALHO MENDES

Uma banca de QUALIFICAÇÃO de MESTRADO foi cadastrada pelo programa.
DISCENTE: MARCELA CARVALHO MENDES
DATA: 09/02/2022
HORA: 19:00
LOCAL: Acesso Remoto
TÍTULO: MOBILIDADE URBANA E DESENVOLVIMENTO LOCAL: UMA ANÁLISE DO SISTEMA INTHEGRA DA CIDADE DE TERESINA – PI
PALAVRAS-CHAVES: Transporte sustentável. Inthegra. Mobilidade urbana e desenvolvimento sustentável
PÁGINAS: 99
GRANDE ÁREA: Outra(s)
ÁREA: Multidisciplinar
RESUMO:

Nos últimos anos Teresina, capital do Piauí, reorganizou a infraestrutura da prestação do serviço do transporte coletivo por ônibus. De acordo com a prefeitura local, o anterior sistema já não mais satisfazia às necessidades da população. Então, na tentativa em se adequarem a Agenda 2030 e aos ODS para uma mobilidade urbana sustentável, em 2016, é implantado o Inthegra com escopo de transporte sustentável, apresentado pelo sistema BRT de forma a dar mais agilidade, menos impacto ambiental, eficiência na prestação do serviço e maior qualidade de vida aos usuários. Dentro da mobilidade urbana podem-se destacar veículos de transporte motorizados ou não motorizados, não motorizado é aquele movido por esforço humano, exemplos, a pé e carroça e motorizado, esforço por motor, ou seja, veículos automotores, compreendidos os automóveis e os ônibus, como exemplo. O processo para um desenvolvimento sustentável, incluindo a mobilidade urbana, recebeu maior atenção global logo após o relatório de Brundlant, em que se abriu o discurso da harmonia das relações entre crescimento econômico, sociedade humana e a natureza. A proposta do modelo deste estudo é uma contribuição para a sociedade e gestores no sentido de trabalhar o aprimoramento das políticas públicas na gestão do transporte público e disseminar informações sobre o uso do serviço, levando em consideração a satisfação dos usuários.A metodologia utilizada na direção da seleção dos indicadores de mobilidade urbana sustentável e de qualidade seguirá das seguintes etapas: revisão bibliográfica e documental; seleção, mapeamento, realização da classificação de priorização: detalhamento desses indicadores, dados necessários e scores e validação. Para mensurá-los, construiu-se um questionário usando o método de escala Likert e o software estatístico a ser utilizado para a análise será o SmartPLS 3.2.


MEMBROS DA BANCA:
Presidente - 1578450 - ADRIANA CASTELO BRANCO DE SIQUEIRA
Externo à Instituição - FRANCISCO VALDIVINO ROCHA LIMA - IFPI
Interno - 1167585 - RICARDO ALAGGIO RIBEIRO
Notícia cadastrada em: 27/01/2022 18:50
SIGAA | Superintendência de Tecnologia da Informação - STI/UFPI - (86) 3215-1124 | © UFRN | sigjb04.ufpi.br.instancia1 08/12/2022 12:30