Notícias

Banca de QUALIFICAÇÃO: LAÉRCIO RAMON DA SILVA NASCIMENTO

Uma banca de QUALIFICAÇÃO de MESTRADO foi cadastrada pelo programa.
DISCENTE: LAÉRCIO RAMON DA SILVA NASCIMENTO
DATA: 24/02/2022
HORA: 14:00
LOCAL: Acesso Remoto
TÍTULO: A GESTÃO DO TURISMO EM UNIDADE DE CONSERVAÇÃO DO PIAUÍ: DESENVOLVIMENTO REGIONAL, INDUÇÃO E INOVAÇÃO
PALAVRAS-CHAVES: Gestão; Turismo; Unidades de Conservação; Inovação
PÁGINAS: 62
GRANDE ÁREA: Outra(s)
ÁREA: Multidisciplinar
RESUMO:

Esta pesquisa tem como objeto de estudo a Gestão do Turismo em Unidade de
Conservação no Piauí, especificamente no Parque Nacional de Sete Cidades. Enfoca-se
em compreender os potenciais turísticos do Parque em questão, considerando seu
desenvolvimento regional, bem como os aspectos de indução e inovação do turismo no
referido contexto. O estudo terá abordagem qualitativa e utilizará o método de análise
de conteúdo, além de ser conduzido por intermédio da técnica das entrevistas
semiestruturadas. A partir da pesquisa será possível analisar conteúdos, como: manuais,
relatórios e outros arquivos que servirão como suporte para compreender o processo de
gestão da unidade de conservação pesquisada. Espera-se que as formas de gestão das
áreas protegidas sejam otimizadas visando uma conservação mais eficaz. No entanto,
ainda existe um longo caminho para que a conservação destes ecossistemas seja
realmente efetiva. Para que o Estado consiga gerenciar e potencializar o turismo dessas
áreas, ainda é necessário que este contribua para a educação e conscientização da
população, mostrando-a que ela é parte integrante desses ecossistemas e que ela pode
operar a preservação da memória e o consumo da cultura. Dentro dessa prerrogativa, a
capacidade de inovar descreve atributos organizacionais que tornam a inovação uma
competência organizacional, permitindo a adaptar-se ao meio ambiente sustentável e
não o contrário. Quando inovações são geradas com a participação da sociedade, do
poder público, da academia, do setor produtivo e do terceiro setor, percebe-se a
configuração de um ecossistema sustentável para inovação que gerará impactos
positivos ao longo dos anos e permitirá alcance de benefícios no presente e no futuro
Com isso espera-se que haja um maior estímulo ao uso público sobre uma perspectiva
racional. Além desses fatores, este estudo contribuirá para o fortalecimento de pesquisas
que destacam Unidades de Conservação no Nordeste, em especialmente o Piauí que
expressa uma carência de aprofundamento científico em termo de dados teóricos e
estatísticos, quando diz respeito às Unidades de Conservação e a sua gestão para uso
turístico com ênfase no desenvolvimento regional.


MEMBROS DA BANCA:
Presidente - 1979907 - ALEXANDRE RABELO NETO
Interno - 1553331 - SHAIANE VARGAS DA SILVEIRA
Externo ao Programa - 1732287 - SIMONE CRISTINA PUTRICK
Notícia cadastrada em: 15/02/2022 14:07
SIGAA | Superintendência de Tecnologia da Informação - STI/UFPI - (86) 3215-1124 | © UFRN | sigjb03.ufpi.br.sigaa 06/12/2022 13:49