• O sistema entrará em processo de atualização de funcionalidades às 13:30. Pedimos a todos que salvem seus trabalhos para que não haja transtornos.
    Agradecemos a compreensão, em 15 minutos o sistema estará de volta.
Notícias

Banca de DEFESA: CARLOS DANIEL ALENCAR

Uma banca de DEFESA de MESTRADO foi cadastrada pelo programa.
DISCENTE: CARLOS DANIEL ALENCAR
DATA: 31/03/2022
HORA: 08:30
LOCAL: Acesso Remoto
TÍTULO: A POLÍTICA DE RESÍDUOS SÓLIDOS NO INSTITUTO FEDERAL DO PIAUÍ: um estudo sobre a gestão e o descarte do lixo eletrônico.
PALAVRAS-CHAVES: Sustentabilidade. Resíduos sólidos. Lixo eletrônico.
PÁGINAS: 64
GRANDE ÁREA: Outra(s)
ÁREA: Multidisciplinar
RESUMO:

Com a implantação do Programa Nacional dos Resíduos Sólidos (PNRS), instituído pela Lei no 12.305
(BRASIL, 2010), ficaram estabelecidas práticas para a gestão adequada dos resíduos sólidos. Houve, por
parte de diversos segmentos da sociedade responsáveis diretos pela geração desses dejetos: importadores, órgãos públicos, consumidores etc., a conscientização de que seria necessário um esforço concatenado para ter êxito frente ao problema da destinação dos resíduos sólidos. Através da Agenda Ambiental da Administração Pública (A3P), o Governo Federal passou a incentivar a adoção de práticas sustentáveis dentro da administração pública. Desta forma, as instituições públicas de ensino passaram a desenvolver meios para tornar mais eficiente a gestão dos resíduos sólidos, com a atenção voltada principalmente ao lixo eletrônico, devido à sua alta periculosidade. Destacamos como ponto-chave para a análise das práticas sustentáveis de uma determinada instituição sua política de gestão frente ao lixo de forma geral, e principalmente ao lixo eletrônico. A destinação dada a esse material altamente radioativo demonstra como uma instituição pública lida e se solidariza com o meio ambiente. Frente a esse desafio, faz-se necessária uma análise de como a Reitoria do Instituto Federal do Piauí (IFPI) gere a destinação dos resíduos sólidos (lixo eletrônico) em suas dependências. A pesquisa apresenta uma abordagem do tipo qualitativa, uma vez que se propõe a desenvolver uma descrição aprofundada acerca da política de resíduos sólidos instituída na Reitoria. Para a coleta de dados realizou-se uma pesquisa documental em fotografias e nos documentos institucionais. De forma geral, constatou-se que a Reitoria do IFPI não possui instalações adequadas para o armazenamento do lixo eletrônico, tampouco possui regulamentação no que concerne à gestão dos
resíduos sólidos.


MEMBROS DA BANCA:
Presidente - 2202532 - FABIANA RODRIGUES DE ALMEIDA CASTRO
Externo à Instituição - PAULO BORGES DA CUNHA - IFPI
Interno - 1167585 - RICARDO ALAGGIO RIBEIRO
Notícia cadastrada em: 17/03/2022 15:34
SIGAA | Superintendência de Tecnologia da Informação - STI/UFPI - (86) 3215-1124 | © UFRN | sigjb06.ufpi.br.instancia1 06/12/2022 13:34