Notícias

Banca de DEFESA: JENNA EMANUELA SOARES DE LEMOS

Uma banca de DEFESA de MESTRADO foi cadastrada pelo programa.
DISCENTE: JENNA EMANUELA SOARES DE LEMOS
DATA: 31/03/2022
HORA: 09:00
LOCAL: Acesso Remoto
TÍTULO: ANÁLISE DO IMPACTO DO PROGRAMA INCLUIR NA POLÍTICA DE ACESSIBILIDADE DA UNIVERSIDADE FEDERAL DO PIAUÍ DE 2014 A 2020 E PERSPECTIVAS FUTURAS.
PALAVRAS-CHAVES: Acessibilidade. Programa Incluir. Público-alvo da Educação Especial.
PÁGINAS: 222
GRANDE ÁREA: Outra(s)
ÁREA: Multidisciplinar
RESUMO:

O Programa de Acessibilidade na Educação Superior (Incluir) recomenda ações que garantem o acesso pleno de pessoas com deficiência às Instituições Federais de Ensino Superior (IFES). Tem o escopo de fomentar a criação e consolidação dos Núcleos de Acessibilidade nas IFES. Este estudo trata-se de uma pesquisa qualitativa, descritiva e explicativa, e envolve uma perspectiva temporal longitudinal, pois fez avaliações da política de acessibilidade da UFPI, em especial sobre o Programa Incluir, em seu Campus Ministro Petrônio Portela (CMPP), ocorrida no lapso temporal de 2014 a 2020. O objetivo geral foi analisar como as diretrizes públicas implantadas na UFPI, advindas do Programa Incluir, contribuem para o cumprimento do seu papel na educação inclusiva. A pesquisa respondeu ao problema: As diretrizes públicas provenientes do Programa Incluir permitem à UFPI cumprir seu papel na educação inclusiva? A coleta de dados ocorreu inicialmente por um levantamento prévio das documentações institucionais da UFPI sobre acessibilidade, e por uma observação direta em alguns setores. Posteriormente, realizou-se uma análise de conteúdo, com a aplicação de questionários individuais aos estudantes Público-alvo da Educação Especial (PAEE), e aplicação de entrevista às servidoras do Núcleo de Acessibilidade (NAU/UFPI), por uso da técnica de grupo focal. Os estudantes participantes foram selecionados por amostragem probabilística aleatória estratificada, composta por 40 alunos, os quais foram agrupados em cinco grupos com oito participantes, separados pela categoria de deficiência que possuem, porém, apenas 11 estudantes aceitaram participar. O questionário foi aplicado por Google Forms. Já a entrevista às servidoras foi realizada por aplicativo Google Meet. Foi realizada uma pesquisa bibliográfica, para melhor suporte à análise documental e de conteúdo. Por fim, prosseguiu-se a uma triangulação de métodos para concluir a investigação institucional. Concluiu-se que há ainda muitas inconsistências nessa esfera da acessibilidade na instituição, de modo que as diretrizes públicas implantadas pelo Programa Incluir permitiram que a UFPI cumprisse parcialmente seu papel na educação inclusiva.


MEMBROS DA BANCA:
Externo ao Programa - 049.749.824-35 - DANIEL FELIPE VICTOR MARTINS - UFRPE
Interno - 2156366 - FLAVIA LORENNE SAMPAIO BARBOSA
Presidente - 1553331 - SHAIANE VARGAS DA SILVEIRA
Notícia cadastrada em: 21/03/2022 10:09
SIGAA | Superintendência de Tecnologia da Informação - STI/UFPI - (86) 3215-1124 | © UFRN | sigjb06.ufpi.br.instancia1 08/12/2022 14:36