Notícias

Banca de QUALIFICAÇÃO: GIOVANA LUSTOZA SERAFIM

Uma banca de QUALIFICAÇÃO de MESTRADO foi cadastrada pelo programa.
DISCENTE: GIOVANA LUSTOZA SERAFIM
DATA: 30/05/2022
HORA: 15:00
LOCAL: Acesso Remoto
TÍTULO: GESTÃO PROCESSUAL ASSOCIADA AO USO DOS SISTEMAS PROCESSUAIS ELETRÔNICOS E A PERSPECTIVA DE CELERIDADE NA TRAMITAÇÃO DAS AÇÕES JUDICIAIS NO JUDICIÁRIO PIAUIENSE
PALAVRAS-CHAVES: Poder Judiciário; Gestão Processual; Inovação; Sistemas; celeridade.
PÁGINAS: 48
GRANDE ÁREA: Outra(s)
ÁREA: Multidisciplinar
RESUMO:

A temática da gestão e inovação processual tem ganhado relevância nos
últimos tempos, e o advento Novo Código de Processo Civil de 2015 trouxe perspectivas
voltadas para um modelo de gestão mais flexível, proporcional e colaborativa,
vislumbrando a possibilidade de uma maior interação entre partes interessadas, no caso o
jurisdicionado como um todo e os magistrados, tudo isto almejando solucionar as
demandas no menor tempo possível e proporcionar a celeridade processual tão esperada
para o caso concreto. Observou-se que as inovações tecnológicas que passaram a ser
utilizadas no contexto pandêmico nos anos de 2020- 2021, e que continuam sendo
empregadas no contexto pós- pandemia, trouxeram respostas satisfatórias, como aumento
de produtividade dos servidores em geral, bem como a facilitação do acesso à Justiça para
os lugares mais remotos, vez que a regulamentação da realização de audiências por meio
de Portaria do CNJ através de videoconferência permitiu o acesso remoto de partes,
juízes, promotores, defensores públicos e advogados aos sistemas de reuniões virtuais.
Apesar de tudo isso, a inquietude relacionada à morosidade da solução das demandas e
consequentemente aumento nos índices de satisfação do jurisdicionado ainda persistente
no poder judiciário piauiense, é a problemática na qual gira em torno esta pesquisa, que
tem por objetivo geral identificar de que maneira a gestão processual associada ao uso
dos sistemas processuais eletrônicos gera perspectivas no quesito celeridade da
tramitação das ações judiciais no judiciário piauiense. A presente pesquisa tem um caráter
observacional, prospectivo e comparativo de outras pesquisas já realizadas nesta
temáticas, abordagem do tipo qualitativa, utilizando-se de pesquisas bibliográficas dos
últimos 5 anos (2018- 2022), tendo como foco a análise dos estudos elaborados pelo CNJ
e outras instituições de pesquisas que produziram material relevante no tocante à gestão
de processos judiciais, avanços tecnológicos com relação aos sistemas processuais e que
eventualmente trouxeram avanços significativos no aumento da produtividade de
servidores, magistrados e unidades jurisdicionais. O intervalo de 5 anos abrangerá o
período pandêmico de 2020 a 2021, bem como o período pós- pandêmico de 2022.


MEMBROS DA BANCA:
Interno - 2156366 - FLAVIA LORENNE SAMPAIO BARBOSA
Presidente - 1167679 - MARCO AURELIO LUSTOSA CAMINHA
Externo ao Programa - 2336826 - REGINA COELLI BATISTA DE MOURA CARVALHO
Notícia cadastrada em: 23/05/2022 15:50
SIGAA | Superintendência de Tecnologia da Informação - STI/UFPI - (86) 3215-1124 | © UFRN | sigjb05.ufpi.br.instancia1 11/08/2022 20:29