Notícias

Banca de DEFESA: MARINA FREIRE MIRANDA

Uma banca de DEFESA de MESTRADO foi cadastrada pelo programa.
DISCENTE: MARINA FREIRE MIRANDA
DATA: 28/08/2017
HORA: 09:30
LOCAL: Auditório do Tropen
TÍTULO: QUALIDADE AMBIENTAL DE ESPAÇOS LIVRES DE USO COMUM EM CONJUNTOS HABITACIONAIS DE INTERESSE SOCIAL
PALAVRAS-CHAVES: qualidade ambiental, espaços livres, conjuntos habitacionais.
PÁGINAS: 139
GRANDE ÁREA: Outra
ÁREA: Ciências Ambientais
RESUMO:

A partir da década de 1950, o Brasil sofreu um intenso um processo de urbanização, devido à migração da A partir da década de 1950, o Brasil sofreu um intenso processo de urbanização, devido à migração da população do campo para as cidades em busca de melhor qualidade de vida, aumentando a demanda por água, energia, alimentos, transporte e moradias. Contudo, esse crescimento se deu de forma desordenada, trazendo inúmeras consequências ambientais. Nesse contexto, os conjuntos habitacionais de interesse social são concebidos em locais afastados dos centros, carentes de infraestrutura para atender a essa população e, também, sem levar em conta as características ambientais de cada lugar. Apesar da obrigatoriedade da reserva de 10% da área total desses conjuntos para as áreas verdes, observa-se que, em geral, as áreas destinadas a esse fim não são concebidas de modo a oferecer conforto e lazer aos seus usuários, visando apenas atender às exigências legais. Devido à importância das áreas livres para a melhoria ambiental e para a prática de atividades recreativas e convívio social, o presente trabalho tem como objetivo analisar a qualidade ambiental dos espaços livres de conjuntos habitacionais de interesse social, sob a luz do projeto e da legislação urbana, verificando sua importância na promoção do bem-estar e integração social de seus usuários, tendo como enfoque a cidade de Teresina, Piauí. A metodologia adotada consiste de pesquisa bibliográfica, mapeamento dos conjuntos habitacionais de interesse social em Teresina, coleta de documentos e comparação com os registros pós-ocupação, pesquisa de campo, mapeamento e cálculo das áreas verdes nos conjuntos e levantamento quali-quantitativo dos equipamentos e estruturas existentes. Os resultados da pesquisa confirmam que os conjuntos habitacionais de interesse social em Teresina são implantados em locais periféricos, priorizando o baixo custo da terra, cujos espaços livres não possuem infraestrutura e equipamentos que favoreçam o uso, privando seus moradores de locais para convivência e lazer. Os resultados do estudo proposto constituem uma contribuição para a discussão da importância dos espaços livres de uso comum na qualidade de vida da população e fornecerão subsídios para a elaboração de projetos de espaços livres com mais qualidade, nos aspectos de funcionalidade, estética e conforto, bem como em obediência às legislações pertinentes.


MEMBROS DA BANCA:
Presidente - 1354664 - WILZA GOMES REIS LOPES
Interno - 423289 - JOAO BATISTA LOPES
Interno - 150.292.393-91 - JOSE MACHADO MOITA NETO - UFPI
Externo à Instituição - JORGE MARTINS FILHO - UESPI
Externo à Instituição - LIÉGE DE SOUZA MOURA - UESPI
Notícia cadastrada em: 11/08/2017 09:27
SIGAA | Superintendência de Tecnologia da Informação - STI/UFPI - (86) 3215-1124 | © UFRN | sigjb06.ufpi.br.instancia1 23/10/2021 12:05