Notícias

Banca de QUALIFICAÇÃO: ÉLISSA TAVARES DUARTE CAVALCANTE

Uma banca de QUALIFICAÇÃO de MESTRADO foi cadastrada pelo programa.
DISCENTE: ÉLISSA TAVARES DUARTE CAVALCANTE
DATA: 17/08/2017
HORA: 09:00
LOCAL: TROPEN
TÍTULO: A GESTÃO DOS RESÍDUOS SÓLIDOS NO DISTRITO INDUSTRIAL DE TERESINA
PALAVRAS-CHAVES: Gestão Ambiental. Simbiose Industrial. Resíduos Industriais
PÁGINAS: 84
GRANDE ÁREA: Outra
ÁREA: Ciências Ambientais
RESUMO:

Resíduos sólidos têm sido tema de debate em escala global por ser uma problemática crescente diante da limitação dos recursos naturais. Toda a ordem do fluxo de materiais provenientes do sistema capitalista corrobora para o aumento dos resíduos: o consumo exacerbado, a extração de recursos naturais sem pensar nas gerações futuras, uma produção focada no ganho econômico. As organizações são responsáveis por mais de 50% dos resíduos gerados, e se tem, por isso, reunido esforços para uma solução que não seja seu descarte em aterros, de modo que se possa otimizar materiais que tem possibilidade de ser reutilizado gerando ganhos econômicos, sociais e ambientais. O objetivo geral desta pesquisa é analisar o processo de gestão dos resíduos sólidos do Distrito Industrial de Teresina a partir da institucionalização da PNRS (Política Nacional de Resíduos Sólidos, Lei 12.305/2010) e a adequação da responsabilidade empresarial. Para isto, esta pesquisa aborda os conceitos de ecologia industrial com foco em uma de suas ferramentas, a simbiose industrial. O objeto de estudo é o Distrito Industrial de Teresina-PI, por ter sido o primeiro Distrito desta capital e trazer em si uma representatividade da classe industrial. Foi realizado um levantamento bibliográfico para perceber o que a academia tem abordado sobre o tema, dentre os quais se destacam Chertow (2000), Oberlaender (2016), Karkotli (2014), Barbieri (2014) e Dias (2011). E se propõe uma pesquisa de campo com mapeamento das empresas do distrito e seus respectivos resíduos gerados. Esta pesquisa avalia, com uma matriz de geração e recebimento a possibilidade de ocorrer simbiose industrial no DI de Teresina. Serão visitadas 20, das 82 empresas das quais será aplicado questionário semi estruturado para levantamento dos resíduos gerados e sua estratificação em planilhas de excel para relacionar possíveis transações que caracterizariam uma simbiose industrial.


MEMBROS DA BANCA:
Presidente - 1776339 - FRANCISCO FRANCIELLE PINHEIRO DOS SANTOS
Interno - 1670535 - CLARISSA GOMES REIS LOPES
Interno - 1291400 - DENIS BARROS DE CARVALHO
Externo ao Programa - 6422093 - IRACILDE MARIA DE MOURA FE LIMA
Externo à Instituição - HELANO DIOGENES PINHEIRO - UESPI
Externo à Instituição - LIÉGE DE SOUZA MOURA - UESPI
Notícia cadastrada em: 12/08/2017 10:28
SIGAA | Superintendência de Tecnologia da Informação - STI/UFPI - (86) 3215-1124 | © UFRN | sigjb07.ufpi.br.instancia1 01/10/2020 05:20