Notícias

Banca de DEFESA: JOAO PEDRO ALVES DE AQUINO

Uma banca de DEFESA de MESTRADO foi cadastrada pelo programa.
DISCENTE: JOAO PEDRO ALVES DE AQUINO
DATA: 28/04/2016
HORA: 14:00
LOCAL: Núcleo de Pós-Graduação em Ciências Agrárias
TÍTULO:

Morfofisiologia de linhagens promissoras de feijão-caupi submetidas ao estresse salino.


PALAVRAS-CHAVES:

Clorofila. Irrigação salina. Morfologia. Vigna unguiculata.


PÁGINAS: 84
GRANDE ÁREA: Ciências Agrárias
ÁREA: Agronomia
RESUMO:

O feijão-caupi é uma leguminosa de vasta importância socioeconômica, muito cultivada nas regiões menos desenvolvidas do mundo. Na região Nordeste do Brasil, sua produtividade é baixa em virtude de vários fatores, como a seca intensa no semiárido, que abrange mais da metade da região e onde se utiliza na agricultura água com teores elevados de sais tóxicos às plantas, podendo ocasionar a salinidade do solo com seu uso contínuo. O presente trabalho teve o objetivo de avaliar a morfofisiologia de linhagens promissoras de feijão-caupi, submetidas à irrigação com água salinizada, bem como o acúmulo de sais no solo. Os experimentos foram conduzidos em casa de vegetação, utilizando vasos plásticos de 3,8 dm3, com irrigações diárias. Aos 15 dias após do semeio (DAS), iniciaram-se os tratamentos com água salinizada. O delineamento experimental foi inteiramente casualizado (DIC) em esquema fatorial 5x3 com nove repetições, totalizando 135 parcelas. Sendo dois experimentos, com cinco níveis de condutividade elétrica da água de irrigação (CEai), a testemunha absoluta (0,55 dS m-1) foi a água de abastecimento da UFPI/CCA. Os demais foram no primeiro experimento 1,25; 2,50; 3,75 e 5,0 dS m-1 e no segundo experimento 1,60; 3,20; 4,80 e 6,40 dS m-1, combinados com três linhagens promissoras MNC05-828C-3-15, MNC04-795F-168 e MNC04-795F-159, oriundas do programa de melhoramento genético de feijão-caupi da Embrapa Meio-Norte. As variáveis: diâmetro do caule, número de folhas, número de nós no ramo principal, altura de planta, índice relativo de clorofila (IRC) aos 45 DAS, matéria seca da planta, área foliar, número de nódulos nas raízes, taxa de crescimento absoluto e pH do solo, sofreram redução com o aumento da CEai. Para o IRC aos 25 DAS, a relação parte aérea/raiz, relação folha/raiz, condutividade elétrica (CE1:2,5), teor de sódio, porcentagem de sódio trocável, razão de adsorção de sódio, com o aumento na CEai, houve um incremento. Com destaque para a linhagem MNC05-828C-3-15, que foi superior ao menos uma das linhagens, em boa parte dos parâmetros avaliados.


MEMBROS DA BANCA:
Presidente - 2305613 - ANTONIO AECIO DE CARVALHO BEZERRA
Interno - 1969948 - CARLOS JOSE GONCALVES DE SOUZA LIMA
Interno - 1553560 - FRANCISCO DE ALCANTARA NETO
Externo à Instituição - SIMONE RAQUEL MENDES DE OLIVEIRA - UESPI
Notícia cadastrada em: 06/04/2016 10:51
SIGAA | Superintendência de Tecnologia da Informação - STI/UFPI - (86) 3215-1124 | © UFRN | sigjb05.ufpi.br.instancia1 22/06/2021 07:14