Notícias

Banca de DEFESA: DALYA KETTY BARROS

Uma banca de DEFESA de MESTRADO foi cadastrada pelo programa.
DISCENTE: DALYA KETTY BARROS
DATA: 07/08/2017
HORA: 09:00
LOCAL: AUDITÓRIO DO NÚCLEO DE PÓS-GRADUAÇÃO EM CIÊNCIAS AGRÁRIAS
TÍTULO: EROSIVIDADE DAS CHUVAS NO MUNICÍPIO DE PICOS, PI
PALAVRAS-CHAVES: Índice EI30; Chuva erosiva; Erosão hídrica.
PÁGINAS: 43
GRANDE ÁREA: Ciências Agrárias
ÁREA: Agronomia
RESUMO:

As características físicas das chuvas determinam sua erosividade - a capacidade potencial da mesma em causar erosão hídrica no solo. O conhecimento deste fator possibilitará auxiliar no planejamento do uso e manejo do solo, tanto em áreas urbanas como em áreas rurais. O índice de erosividade das chuvas (EI30) é obtido pela multiplicação da energia cinética total da chuva e sua intensidade máxima em 30 minutos. Este trabalho tem como objetivo caracterizar as chuvas naturais do município de Picos, PI, durante um período de 2006 a 2016, determinar a erosividade, ou seja, o fator R da Equação Universal de Perda de Solos (EUPS), o padrão e o período de retorno. Foram utilizados os registros pluviográficos diários, os quais foram agrupados em anos e meses. Foram avaliadas 442 chuvas, registradas em pluviogramas diários. Os registros de chuva nos pluviogramas foram contados considerando os segmentos de intensidade uniforme. Os dados de cada segmento de chuvas individuais e erosivas foram anotados em planilha do Excel e processado pelo programa Chuveros, o qual calcula o índice EI30 e os totais mensais e anuais da precipitação, determina os padrões hidrológicos das chuvas. A erosividade variou de zero, nos meses em que não ocorreram chuvas erosivas a 2.624,4 MJ mm ha-1 h-1, no mês de janeiro de 2016. Os maiores valores de erosividade média mensal obtidos foram 851,97 e 766,64 MJ mm ha-1 h-1 nos meses de janeiro e março, respectivamente, representando 46,78% da erosividade média anual. Os valores da erosividade anual variaram de 1.628,3 MJ mm ha-1ano-1 no ano de 2006 a 6.536,60 MJ mm ha-1ano-1 no ano de 2012. A erosividade média anual (R) variou de 3.459,97 ± 1.755,21 MJ mm ha-1ano-1 e o coeficiente de variação foi de 0,51, caracterizada como de médio potencial erosivo. O período de retorno do EI30 em Picos, PI para um período de 08 (oito) anos está associado a 12,5% de probabilidade enquanto que o período de retorno de um ano está associado a 87,5% de probabilidade de ocorrência; o padrão avançado foi o de maior ocorrência com 58% das chuvas erosivas, seguido pelo intermediário com 24,44% e o atrasado com 17,56%.


MEMBROS DA BANCA:
Presidente - 1552372 - LUIS ALFREDO PINHEIRO LEAL NUNES
Externo à Instituição - ADEODATO ARI CAVALCANTE SALVIANO - UFPI
Externo à Instituição - FERNANDO SILVA ARAÚJO - UESPI
Externo à Instituição - MILCIADES GADELHA DE LIMA - UFPI
Notícia cadastrada em: 07/08/2017 08:47
SIGAA | Superintendência de Tecnologia da Informação - STI/UFPI - (86) 3215-1124 | © UFRN | sigjb03.ufpi.br.sigaa 23/06/2021 18:27