Notícias

Banca de DEFESA: ALANE ROSANE CASTRO GUIMARAES

Uma banca de DEFESA de MESTRADO foi cadastrada pelo programa.
DISCENTE: ALANE ROSANE CASTRO GUIMARAES
DATA: 05/04/2013
HORA: 14:30
LOCAL: Núcleo de Pós-Graduação em Ciiências Agrárias
TÍTULO:




Doses de nitrogênio com e sem boro em cultivares de alho sob irrigação no município de Sussuapra, PI


PALAVRAS-CHAVES:



Allium sativum, adubação, produtividade, caracteres morfoagronômicos.




PÁGINAS: 51
GRANDE ÁREA: Ciências Agrárias
ÁREA: Agronomia
RESUMO:

O alho é cultivado há séculos em todo mundo, a microrregião de Picos-Piauí, chegou a ser na década de 90 o oitavo produtor nacional e atualmente encontra-se declinando para a sua extinção, por vários problemas, dentre esses se destaca a falta de pesquisas. Objetivou-se no presente trabalho avaliar os aspectos morfológicos, agronômicos e químicos das cultivares de alho Cateto Roxo Local e Cateto Roxo Mineiro, submetidas a diferentes doses de nitrogênio, com e sem boro, no município de Sussuapara-PI. O experimento foi conduzido no período de maio a outubro de 2012. Utilizou-se o delineamento experimental em blocos casualizados, com quatro repetições em esquema fatorial 5x2x2, compreendendo cinco doses de N (0; 50; 100; 150 e 200  kg ha-1), duas doses de B (0 e 15 kg ha-1), e duas cultivares de alho: Cateto Roxo Local e Cateto Roxo Mineiro  As doses de N foram parceladas aos 30 e 60 dias após o plantio. As características avaliadas foram: altura das plantas, número de folhas, teor de clorofila nas folhas, produtividade total, massa e diâmetro de bulbo, número de bulbilhos, massa e diâmetro de bulbilho, pH, sólidos solúveis totais e acidez total titulável do alho. A cultivar Cateto Roxo Local apresentou maior produtividade quando comparada a cultivar Cateto Roxo Mineiro, com dose estimada de 128 kg ha-1 de N para rendimento máximo de 3,7 t ha-1. Na maioria das variáveis analisadas não houve interação das doses de nitrogênio com adubação bórica. A cultivar Cateto Roxo Mineiro apresentou um menor número e maior peso de bulbilhos por bulbo quando comparado com a cultivar Cateto Roxo Local. Para todas as características químicas estudadas a cultivar Cateto Roxo Mineiro apresentou média superior ao Cateto Roxo Local. Conclui-se que para produtividade total de bulbos, a cultivar Cateto Roxo Local apresentou-se como melhor opção para região de Sussuapara, com adubação nitrogenada na dose de 128 kg ha-1; com maior médias para massa, diâmetro de bulbo e número de bulbilhos na dose máxima de 150 kg ha-1 de N.

 

 


MEMBROS DA BANCA:
Presidente - 2305613 - ANTONIO AECIO DE CARVALHO BEZERRA
Interno - 423361 - REGINA LUCIA FERREIRA GOMES
Externo à Instituição - MARCOS EMANUEL DA COSTA VELOSO - EMBRAPA
Notícia cadastrada em: 20/03/2013 14:11
SIGAA | Superintendência de Tecnologia da Informação - STI/UFPI - (86) 3215-1124 | © UFRN | sigjb04.ufpi.br.instancia1 22/06/2021 07:34