Notícias

Banca de DEFESA: OZAEL DAVID VALERIO DA SILVA

Uma banca de DEFESA de MESTRADO foi cadastrada pelo programa.
DISCENTE: OZAEL DAVID VALERIO DA SILVA
DATA: 26/06/2018
HORA: 15:00
LOCAL: AUDITÓRIO DO NÚCLEO DE PÓS-GRADUAÇÃO EM CIÊNCIAS AGRÁRIAS-CCA/UFPI
TÍTULO: Toxicidade de óleos essencias sobre Callosobruchus maculatus (Fabr., 1775) (Coleoptera: Chrysomelidae, Bruchinae) em grãos de Vigna unguiculata (L.) Walp. sob condições de armazenamento
PALAVRAS-CHAVES: Fumigação, Repelência, Concentração letal, Caupi
PÁGINAS: 44
GRANDE ÁREA: Ciências Agrárias
ÁREA: Agronomia
RESUMO:

O feijão-caupi (Vigna unguiculata (L.) Walp) é uma importante cultura no nordeste do Brasil e tem como principal praga de seus grãos armazenados o Callosobruchus maculatus (Fabr., 1775) (Coleoptera: Bruchinae). O principal método de controle utilizado é inseticida químico, principalmente os fumigantes, entretanto uma alternativa promissora é a utilização de plantas com propriedades inseticidas no controle de pragas de grãos armazenados. O presente trabalho teve como objetivo avaliar a eficiência dos óleos essenciais de Juniperus communis (Zimbro), Pelargonium graveolens (Gerânio bourbon), Origanum majorana (Manjerona), Amyris balsamifera (Sândalo) no controle de C. maculatus, em sementes de feijão-caupi em condições de armazenamento, avaliando seus efeitos letais e subletais por meio de contato e repelência e seu efeito letal por fumigação. O efeito dos óleos essenciais sobre C. maculatus foram avaliados com base nos testes de contato, fumigação e repelência.  A análise em cromatografia a gás acoplada à espectrometria de massa (GC/EM) identificou como componentes majoritários os Citronellol (22,07%), Geraniol(12,69%) e Citronellyl formate (11,63%) para P. graveolens, α-Pinene (67,03%), β-Pinene (12,85%), Limonene (4,22%) e Myrcene (3,95%) para J. communis, Terpinene-4-ol (25,95%), E- Sabinene hydrate (15,19%), y- Terpinene (13,67%), α- Terpinene (8,29%), Z- Sabinene hydrate (7,05%) e Sabinene (6,07%) para O. majarona e Valerianol (23,94%), Elemol (10,83%), β-Eudesmol (10,69%), 7-epi-α-Selinene (10,63%) e 10-epi-y-eudesmol (8,71%) para A. balsamifera. As CL50 dos testes de contato variaram de 4,77 a 62,56 μL/20g de grão, indicando que J. communis obteve a maior CL50 e o O. majorana a menor. Nos testes de fumigação as CL50 dos óleos essenciais de J. communis, P. graveolens, foram respectivamente 30,51 e 90,63 μL/80mL. Nos testes de repelência, os óleos essenciais em todas as concentrações testadas apresentaram efeito repelente e deterrente a oviposição, na menor concentração utilizada (CL25), destacando a repelência como efeito subletal dos óleos. Os óleos essenciais em estudo são causadores de mortalidade em C. maculatus por contato e possuem efeitos repelentes a adultos e deterrentes a oviposição de C. maculatus, apresentando grande potencial por ocasionar efeito de fumigação.


MEMBROS DA BANCA:
Presidente - 1167867 - PAULO ROBERTO RAMALHO SILVA
Interno - 043.286.014-23 - SOLANGE MARIA DE FRANCA - UFPI
Externo ao Programa - 011.018.573-07 - DOUGLAS RAFAEL E SILVA BARBOSA - IFMA
Externo ao Programa - 082.237.976-74 - GUTIERRES NELSON SILVA - UFV
Externo à Instituição - TADEU BARBOSA MARTINS SILVA - UESPI
Notícia cadastrada em: 15/06/2018 16:17
SIGAA | Superintendência de Tecnologia da Informação - STI/UFPI - (86) 3215-1124 | © UFRN | sigjb04.ufpi.br.instancia1 18/06/2021 16:04