Notícias

Banca de DEFESA: DILÉIA ROCHA PEREIRA

Uma banca de DEFESA de MESTRADO foi cadastrada pelo programa.
DISCENTE: DILÉIA ROCHA PEREIRA
DATA: 09/06/2014
HORA: 14:00
LOCAL: Núcleo de Pós-Graduação em Ciências Agrárias
TÍTULO:

 

 

Fatores que influenciam o desenvolvimento de antracnose do feijão-fava.


PALAVRAS-CHAVES:



 

Colletotrichum truncatum, condições ambientais, infecção, Phaseolus lunatus, componentes monocíclicos.


PÁGINAS: 52
GRANDE ÁREA: Ciências Agrárias
ÁREA: Agronomia
RESUMO:

Cultivada principalmente na região nordeste do Brasil, o feijão-fava é a segunda leguminosa de maior importância econômica do gênero Phaseolus. É considerada uma cultura alternativa de renda e fonte de alimento, apresentando potencial para fornecer proteína à população. No Brasil, embora assuma relativa importância econômica e social, principalmente para os pequenos produtores, os índices de produtividade são baixos, e um dos que contribuem é a ocorrência de pragas e doenças como, por exemplo, a antracnose, causada pelo fungo Colletotrichum truncatum, que é uma das doenças mais importantes da cultura. Nesse contexto, a pesquisa teve como objetivo verificar os efeitos da temperatura, do período de molhamento foliar, da idade e da face da folha, no desenvolvimento da antracnose em folhas destacadas de dois genótipos de feijão-fava. Os trabalhos foram conduzidos no Centro de Ciências Agrárias da Universidade Federal do Piauí, no período de março de 2013 a março de 2014. O delineamento experimental utilizado foi o inteiramente casualizado em um esquema fatorial. Para cada genótipo foram avaliados o período de incubação (PI), a severidade final da doença (SF) e a área abaixo da curva do progresso da doença (AACPD). O PI diminuiu linearmente com o aumento da duração de molhamento foliar, enquanto a SF e a AACPD aumentaram linearmente. Houve aumento do PI, e redução progressiva do SF e da AACPD com o aumento da temperatura. Não houve preferência quanto à face da folha para inoculação, nem quanto à idade. O método indicado para a inoculação de C. truncatum em folhas destacadas de feijão-fava é a pulverização em ambas as faces da folha, independente da idade foliar com período de molhamento de 48 h e temperatura de 24°C. O genótipo UFPI 214 comportou-se como mais suscetível à antracnose, apresentando menor PI, maior SF e AACPD do que o genótipo UFPI 216.



MEMBROS DA BANCA:
Presidente - 718.246.773-91 - JOSE EVANDO AGUIAR BESERRA JUNIOR - UESPI
Interno - 423361 - REGINA LUCIA FERREIRA GOMES
Externo à Instituição - BEATRIZ MEIRELES BARGUIL - UESPI
Externo à Instituição - GILSON SOARES DA SILVA - UEMA
Notícia cadastrada em: 04/06/2014 10:29
SIGAA | Superintendência de Tecnologia da Informação - STI/UFPI - (86) 3215-1124 | © UFRN | sigjb06.ufpi.br.instancia1 18/06/2021 08:42