Notícias

Banca de DEFESA: NAYANE AUREA SANTIAGO COSTA

Uma banca de DEFESA de MESTRADO foi cadastrada pelo programa.
DISCENTE: NAYANE AUREA SANTIAGO COSTA
DATA: 31/08/2017
HORA: 15:00
LOCAL: Sala 317
TÍTULO: O MODERNO NO URBANO: reflexos de uma arquitetura escolar no patrimônio cultural de Teresina. (1970-1985)
PALAVRAS-CHAVES: Modernidade. Arquitetura escolar. Patrimônio Moderno.
PÁGINAS: 182
GRANDE ÁREA: Ciências Humanas
ÁREA: História
RESUMO:

 

O tema deste trabalho é o diálogo entre a Arquitetura e a História relacionando, para tanto, edificações e seus aspectos patrimoniais. O objeto de estudo consta do estilo arquitetônico moderno aplicado na construção de prédios escolares projetados pelo arquiteto Miguel Caddah, entre os anos de 1970 a 1985. Quatro exemplares dessa arquitetura são parte deste estudo: o Centro Estadual de Educação Profissional Governador João Clímaco D’ Almeida (1971); CEEP Paulo Ferraz (1974);Unidade Escolar Clemente Fortes (1976), atual SEMTCAS; e o edifício anexo (bloco C) do Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do Piauí- IFPI (1985).O recorte temporal envolve os anos de 1970 a 1985, período de ditadura militar no qual a cidade recebia as primeiras influências do estilo moderno nos edifícios escolares após o projeto “Aliança para o Progresso”.O objetivo principal deste trabalho é analisar a produção arquitetônica de Caddah referente à arquitetura escolar a partir de uma percepção do ponto de vista patrimonial, considerando, para isso, sua contribuição para o patrimônio histórico-cultural da cidade. Justifica-se a pesquisa ao perceber a necessidade de uma abordagem patrimonial-urbana nos estudos da área de arquitetura moderna educacional. Caddah é um dos principais arquitetos piauienses e contribuiu com uma vasta obra no setor educacional e institucional. Por meio de sua produção arquitetônica, muitas obras em estilo moderno foram incluídas na paisagem urbana a qual, em tempos anteriores, não possuía exemplares deste estilo.  Para analisar as obras,foram utilizadas as metodologias, a saber: pesquisa arquitetônica (análise de edificações), pesquisa da História Oral (entrevistas com pessoas envolvidas na construção das obras, frequentadores das escolas, relatos etc.), pesquisas com fontes primárias (projetos arquitetônicos originais, fotografias etc.) e com fontes secundárias (livros, periódicos, jornais) que auxiliaram na fundamentação da pesquisa. O estudo de tais edifícios faz refletir sobre os conceitos de História Urbana, portanto, são objetos de relevância e poderão servir de instrumento para identificação da memória, patrimônio e cultura urbana teresinense.

 

 

 


MEMBROS DA BANCA:
Presidente - 423396 - ALCILIA AFONSO DE ALBUQUERQUE E MELO
Interno - 423663 - FRANCISCO ALCIDES DO NASCIMENTO
Interno - 747.008.043-00 - MARCELO DE SOUSA NETO - UESPI
Externo à Instituição - PAULO DE TARSO CRONEMBERGER MENDES - CEUPI
Notícia cadastrada em: 31/08/2017 10:57
SIGAA | Superintendência de Tecnologia da Informação - STI/UFPI - (86) 3215-1124 | © UFRN | sigjb05.ufpi.br.instancia1 02/06/2020 03:18