Notícias

Banca de QUALIFICAÇÃO: VÍVIAM CATHALINE DE SOUSA FERREIRA

Uma banca de QUALIFICAÇÃO de MESTRADO foi cadastrada pelo programa.
DISCENTE: VÍVIAM CATHALINE DE SOUSA FERREIRA
DATA: 19/09/2019
HORA: 09:00
LOCAL: Sala de reunião do PPGHB
TÍTULO: SOCOPO: DE SOCIEDADE EMPREENDEDORA A BAIRRO (1952-1980)
PALAVRAS-CHAVES: SOCOPO. Cidade. Bairro. Teresina. Memória.
PÁGINAS: 107
GRANDE ÁREA: Ciências Humanas
ÁREA: História
RESUMO:

A presente pesquisa historiciza a institucionalização do bairro Socopo, na cidade de Teresina (PI). Para tanto, ela aborda como o lançamento do primeiro empreendimento imobiliário lançado no município de Teresina: o Socopo, nomeado pela abreviatura do nome da empresa que o efetivara, Sociedade Construtora do Poti, esteve relacionado ao processo de urbanização da capital ocorrido a partir da década de 1950. O trabalho discute também como a construção e atuação da escola jesuíta, Escola Santo Afonso Rodriguez (EASAR), na década de 1960, na localidade em que o empreendimento Socopo estava instalado, foi essencial para que se iniciasse a formação de uma comunidade de pessoas carentes nos arredores da instituição, comunidade esta que se ampliou nas décadas de 1970 e 1980, e que, devido o espraiamento da malha urbana da cidade no decorrer dessas décadas, alcançou o status de bairro de Teresina. Este trabalho se materializa a partir de um cabedal de diferentes tipos de fontes, a citar: jornais (O Dia (1952), Jornal do Piauí (1951, 1956), Diário de Notícias (1952e Correio do Nordeste (195?)), revistas (O Cruzeiro (1952) e A Noite Ilustrada (1952)), censos demográficos do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), fotografias que registravam o funcionamento da EASAR, leis instituídas a nível nacional (Lei nº 4 380/64, Lei 5.107/67) e municipal (Lei nº 1932/88, Lei nº 1933/88, Lei nº 1934/88) no que tange a legislação urbana e a regulamentação do solo no Brasil e em Teresina, bem como a adoção da metodologia da história oral, que oportuniza que os sujeitos protagonistas desta história, capazes de despertar memórias sobre as experiências vividas em seu passado, elaborassem, por meio da oralidade, fontes a respeito do tema em estudo. Por fim, a pesquisa se consolida através dos conceitos de cidade, campo, memória, bairro e paisagem, que foram abordados em estudos teóricos e analíticos propostos por uma bibliografia interdisciplinar, a citar ALBERTI (2004), FAÇANHA (2003), RISÉRIO (2013), CARLOS (2001, 2018), DAVIS (1972), SANTOS (2018), MAYOL(1996), PORTELLI (1993), NASCIMENTO (2015) e FONTINELES (2015).

 

 


MEMBROS DA BANCA:
Presidente - 2335100 - CLAUDIA CRISTINA DA SILVA FONTINELES
Interno - 423663 - FRANCISCO ALCIDES DO NASCIMENTO
Interno - 747.008.043-00 - MARCELO DE SOUSA NETO - UESPI
Notícia cadastrada em: 03/09/2019 15:50
SIGAA | Superintendência de Tecnologia da Informação - STI/UFPI - (86) 3215-1124 | © UFRN | sigjb02.ufpi.br.instancia1 02/06/2020 02:49