Notícias

Banca de DEFESA: VINICIUS LEAO ARAUJO

Uma banca de DEFESA de MESTRADO foi cadastrada pelo programa.
DISCENTE: VINICIUS LEAO ARAUJO
DATA: 20/05/2013
HORA: 09:00
LOCAL: Sala de Vídeo II
TÍTULO:

HISTÓRIA E IMPRENSA: a cultura política em jornais piauienses de 1868 a 1875


PALAVRAS-CHAVES:

Jornalismo. Cultura Política. Monarquia. República. David Caldas.


PÁGINAS: 195
GRANDE ÁREA: Ciências Humanas
ÁREA: História
RESUMO:

O presente trabalho objetiva analisar as crenças, valores e normas políticas veiculadas pelos jornais piauienses que circularam entre 1868 e 1875, considerando a possibilidade de observação de uma cultura política na imprensa do Piauí, relacionadas aos afetos e desafetos políticos dos jornalistas que atuavamno período. A categoria cultura política é adotada segundo o historiador Serge Berstein que a considera como aquela que confere visibilidade aos desejos e repúdios políticos que identificam determinados grupos sociais. Compreende os escritos jornalísticos sobre a política como inseridos em um lugar social, dessa forma, os comportamentos diante das tramas políticas que são expressos pelos jornalistas políticos dialogam com o contexto de transformação sociopolítico brasileiro da época.Nota-se, nesses escritos, um caráter prescritivo dos valores e repúdios políticos que deveriam ser seguidos pela sociedade. Assim, encontram-se na grande maioria desses periódicos um conteúdo expressivamente voltado para as disputas políticas, acusações contra pessoas do partido da oposição, críticas ao partido governista do momento, formulação de novas formas de governo, entre outros temas que perpetravam as relações de poder naquele momento. Nesses meandros, destaca a análise do jornalismo de David Caldas por meio da sua propaganda republicana e antimonárquica. Diante dos vários vestígios escritos analisados, compreende-se que a política é parte inerente da condição humana, estando, dessa forma ligada aos sentimentos, desejos e repúdios. A cultura política, presente no jornalismo piauiense de 1868 a 1875, é marcada por conflitos que ajudaram na formação de desafetos e ressentimentos nos jornalistas, mas também ajudaram a conviverem mesmo em meio às diferenças nas lutas pelos princípios democráticos.


MEMBROS DA BANCA:
Interno - 1614420 - DENILSON BOTELHO DE DEUS
Externo à Instituição - MARCELO CHECHE GALVES - UMA
Presidente - 2167352 - TERESINHA DE JESUS MESQUITA QUEIROZ
Notícia cadastrada em: 10/05/2013 09:32
SIGAA | Superintendência de Tecnologia da Informação - STI/UFPI - (86) 3215-1124 | © UFRN | sigjb06.ufpi.br.instancia1 02/06/2020 02:46