Notícias

Banca de DEFESA: BÁRBARA SILVA NUNES

Uma banca de DEFESA de MESTRADO foi cadastrada pelo programa.
DISCENTE: BÁRBARA SILVA NUNES
DATA: 12/08/2014
HORA: 09:00
LOCAL: Sala de Aula do PPGHB
TÍTULO:

EM BUSCA DO CORPO MASCULINO IDEAL: higiene, atividade física e moda masculina em Teresina (1900 – 1930)


PALAVRAS-CHAVES:

Atividades Físicas. Corpo. Higiene. Masculinidade. Moda.

 


PÁGINAS: 195
GRANDE ÁREA: Ciências Humanas
ÁREA: História
RESUMO:

A dissertação objetiva analisar as representações e as práticas sobre o corpo masculino a partir de três vieses discursivos, a higiene, os exercícios físicos e a moda, na cidade de Teresina, capital do estado do Piauí, entre os anos de 1900 a 1930. Entende-se o corpo enquanto construção histórica, atravessado por questões sociais, culturais e políticas e que interferem na construção das identidades de gênero, aqui em específico, o masculino. Desse modo, analisam-se os desejos normativos divulgados por médicos, literatos, higienistas e governantes, que almejavam instituir um perfil hegemônico de masculinidade, formando homens fortes, limpos e civilizados, que fossem aptos a cumprirem seus papéis de provedor e chefe da família. Aborda-se as trajetórias de vidas de homens que viveram em Teresina durante esse período, buscando perceber como eles se subjetivaram frente aos discursos normatizadores. É também analisado o modo como a higienização do corpo, a prática de atividades físicas e o vestuário, contribuíram para construção de hierarquias sociais e de gênero, visto que algumas dessas práticas eram restritas aos homens e aos que possuíam boa renda financeira. Além disso, trata-se das dificuldades em se efetivar as prescrições modernas em Teresina, como também das dificuldades que muitos homens tiveram em assimilar ou aceitar tais ordenamentos, gerando conflitos, tensões e resistências. O corpus documental que possibilitou o desenvolvimento desse estudo é composto de memórias biográficas, romances, contos, jornais de pequena e grande circulação, revistas, almanaques, produções médicas, fotografias e documentos oficiais. Argumenta-se que as propostas discursivas modernas, atrelada a ideia de cultura física, conseguiram espaço e adeptos em Teresina, mas não se constituiu de forma hegemônica, tendo que conviver com práticas masculinas consideradas anti-higiênicas, atrasadas e incivilizadas.


MEMBROS DA BANCA:
Presidente - 2174309 - PEDRO VILARINHO CASTELO BRANCO
Interno - 1446998 - ELIZANGELA BARBOSA CARDOSO
Externo à Instituição - ELIZABETH SOUSA ABRANTES - UEMA
Notícia cadastrada em: 05/08/2014 11:32
SIGAA | Superintendência de Tecnologia da Informação - STI/UFPI - (86) 3215-1124 | © UFRN | sigjb06.ufpi.br.instancia1 02/06/2020 05:37