Notícias

Banca de DEFESA: EDJANE MAYARA FERREIRA CUNHA

Uma banca de DEFESA de MESTRADO foi cadastrada pelo programa.
DISCENTE: EDJANE MAYARA FERREIRA CUNHA
DATA: 17/04/2015
HORA: 09:00
LOCAL: Auditório Profa. Francisca Elima Cavalcante Luz
TÍTULO:

COMPOSIÇÃO QUÍMICA E  ATIVIDADE ANTIOXIDANTE EM LINHAGENS DE FEIJÃO-CAUPI (Vigna unguiculata L. Walp.).


PALAVRAS-CHAVES:

feijão-caupi; compostos bioativos, antioxidantes; cozimento.


PÁGINAS: 84
GRANDE ÁREA: Ciências Agrárias
ÁREA: Ciência e Tecnologia de Alimentos
SUBÁREA: Ciência de Alimentos
RESUMO:

O presente estudo foi realizado com o objetivo determinar a composição química e a atividade antioxidante de duas linhagens de feijão-caupi, antes e após o cozimento em dois diferentes lotes.  As análises foram realizadas em triplicata nas linhagens cruas e após o cozimento sob pressão em panela doméstica. Os resultados obtidos foram expressos como média e desvio-padrão. Realizou-se análise de variância por meio do método de One Way ANOVA: Post Hoc e as médias comparadas pelos testes t de Student e de Tukey ao nível de 5%. O tempo de cozimento para as duas linhagens foi inferior a 15 minutos (linhagem MNC-774F-78: 13 minutos e linhagem MNC04-795F-159: 12 minutos). Observou-se que o cozimento influenciou a composição centesimal, exceto para proteínas, com diferença estatística significativa (p<0,05) para todos os outros nutrientes, quando comparou-se as amostras cruas e cozidas. O conteúdo de umidade variou 10,21 a 10,27% nas linhagens cruas, apresentando aumento (62,02 – 62,69%) nas linhagens cozidas. Ao passo que o conteúdo, nos feijões crus, de cinzas (3,68 – 3,70%), lipídios (1,48 – 2,18%) e carboidratos (63,25 – 63,30%), reduziram-se após o cozimento. Os grãos cozidos apresentaram 1,41 – 1,49%, 1,27 – 1,96% e 15,24 – 14,11%, respectivamente, para o nutrientes cinzas, lipídios e carboidratos. O conteúdo de compostos bioativos (exceto antocianinas), as amostras cruas da linhagem MNC-774F-78 apresentaram os maiores teores destes compostos com significativa (p<0,05) redução dos mesmos nas amostras cozidas e retenção no caldo de cocção. Quanto a atividade antioxidante (pelos dois métodos ABTS e DPPH), a linhagem MNC-774F-78 apresentou maior atividade. Houve diferença estatisticamente significativa na atividade antioxidante dos extratos das amostras crua, cozida e caldo de cocção, nas duas linhagens analisadas. Concluiu-se que embora o cozimento tenha promovido alterações na composição centesimal, teores de composto bioativos e atividade antioxidante das duas linhagens analisadas, as mesmas ainda mantiveram as características nutricionais.


MEMBROS DA BANCA:
Externo à Instituição - DEBORAH HELENA MARKOWICZ BASTOS - USP
Interno - 844.774.313-68 - KAESEL JACKSON DAMASCENO E SILVA - EMBRAPA
Interno - 1642393 - KAROLINE DE MACEDO GONCALVES FROTA
Presidente - 1167746 - REGILDA SARAIVA DOS REIS MOREIRA ARAUJO
Notícia cadastrada em: 05/04/2015 21:31
SIGAA | Superintendência de Tecnologia da Informação - STI/UFPI - (86) 3215-1124 | © UFRN | sigjb03.ufpi.br.instancia1 04/06/2020 14:46