Notícias

Banca de DEFESA: ROSÂNGELA LOPES VIANA

Uma banca de DEFESA de MESTRADO foi cadastrada pelo programa.
DISCENTE: ROSÂNGELA LOPES VIANA
DATA: 27/03/2013
HORA: 15:00
LOCAL: Auditírio Profa. Francisca Elima Cavalcante Luz
TÍTULO:

Ocorrência de Anemia e sua Relação com o Consumo de Alimentos Fontes de Ferro, em Estudantes da Rede Pública Municipal de Teresina, Piauí.


PALAVRAS-CHAVES:

Anemia, Estudantes, Consumo Alimentar.


PÁGINAS: 70
GRANDE ÁREA: Ciências Agrárias
ÁREA: Ciência e Tecnologia de Alimentos
SUBÁREA: Ciência de Alimentos
RESUMO:

INTRODUÇÃO: A anemia, presente quando ocorre diminuição anormal na concentração de hemoglobina no sangue, é considerada a principal conseqüência da deficiência de ferro. Tem como principal fator determinante a alimentação insuficiente e ou inadequada no mineral. Configura-se como importante problema de saúde pública quer pela sua alta prevalência, quer pela sua magnitude e efeitos deletérios.   OBJETIVO: Verificar a ocorrência de anemia e sua relação com o consumo de alimentos fontes de ferro, em estudantes da rede pública municipal de Teresina, Piauí. METODOLOGIA: O estudo constituiu – se em pesquisa de campo, desenvolvida em 04 escolas da zona urbana e periférica da região norte de Teresina – Piauí. Estudo transversal, observacional e analítico realizado com 252 estudantes de 10 a 14 anos de idade de ambos os sexos. Foi realizada a verificação da concentração da hemoglobina, aplicação de Questionário de Frequência Alimentar (QFA) com os estudantes e Questionário Sócio Econômico com os pais ou responsáveis. Para a inserção dos dados no banco utilizou – se o Programa Excel e para as análises estatísticas foi utilizado o SPSS versão 17.0. IC 95%, Teste de Pearson ou Spearman, quiquadrado ou exato de Fisher. O estudo foi autorizado pelo Comitê de Ética em Pesquisa da Universidade Federal do Piauí e realizado com estudantes cujos pais assinaram o Termo de Consentimento Livre e Esclarecido (TCLE) RESULTADOS: Os sujeitos da pesquisa foram caracterizados no aspecto sócio econômico com 57,8% das mães com ensino médio completo, renda familiar mensal média de 1,7 salários mínimo e renda mensal per capita de um terço do salário mínimo vigente; 95.6% reside em casa de alvenaria, quase a totalidade com acesso a água tratada e 95,7% com coleta de lixo pelo serviço público. Apenas 35,4% dispõem de serviço de esgoto. 81,4% das famílias dos estudantes são beneficiárias do Programa Bolsa Família. A média de hemoglobina foi de 13,28 ± 0,88g/dL não havendo diferença significativa entre os sexos. A Prevalência de anemia foi de 2,8% (IC95%: 0,7% a 4,8%), sendo 1,7% (IC95%: 0,6% a 3,9%) no sexo masculino e 3,8% (IC95%: 0,5% a 7,1%) no sexo feminino. Em relação ao consumo alimentar diário 92,5% ingerem vegetais ou folhosos uma ou duas porções ao dia, 68,2% ingerem três porções de frutas e sucos naturais três ou mais vezes ao dia. 100,0% ingerem leguminosas uma ou duas vezes ao dia e 100,0% ingerem carne ou ovos diariamente: sendo 81,7% duas porções e 18,3% uma porção ao dia. CONCLUSÕES: A anemia no grupo de estudantes de 10 a 14 anos de Teresina pode ser considerada sob controle. Os estudantes habitam em boas condições ambientais, com exceção da pouca cobertura da rede de esgoto. A freqüência no consumo de frutas e sucos naturais, leguminosas, vegetais e folhosos e carnes e ovos, que são fontes ou facilitadores da absorção de ferro está igual ou superior ao recomendado no Guia Alimentar para a População Brasileira do Ministério da Saúde.


MEMBROS DA BANCA:
Interno - 1794569 - ADRIANA DE AZEVEDO PAIVA
Presidente - 423298 - MARIZE MELO DOS SANTOS
Externo à Instituição - Pedro Israel Cabral de Lira - UFPE
Interno - 1167746 - REGILDA SARAIVA DOS REIS MOREIRA ARAUJO
Notícia cadastrada em: 13/03/2013 09:12
SIGAA | Superintendência de Tecnologia da Informação - STI/UFPI - (86) 3215-1124 | © UFRN | sigjb07.ufpi.br.instancia1 14/08/2020 17:17