Notícias

Banca de DEFESA: CRISLANE DE MOURA COSTA

Uma banca de DEFESA de MESTRADO foi cadastrada pelo programa.
DISCENTE: CRISLANE DE MOURA COSTA
DATA: 10/02/2020
HORA: 10:00
LOCAL: Auditório do Departamento de Nutrição
TÍTULO: AVALIAÇÃO DOS EFEITOS DO CONSUMO DA FARINHA DO MESOCARPO DE BABAÇU (ORBIGNYA PHALERATA MART.) SOBRE A RECUPERAÇÃO MUSCULAR DE JOGADORES DE FUTSAL
PALAVRAS-CHAVES: Babaçu, Atletas, Estresse Oxidativo, Desgaste muscular, Desempenho
PÁGINAS: 68
GRANDE ÁREA: Ciências da Saúde
ÁREA: Nutrição
RESUMO:
COSTA, C. M. AVALIAÇÃO DOS EFEITOS DO CONSUMO DA FARINHA DO
MESOCARPO DE BABAÇU (ORBIGNYA PHALERATA MART.) SOBRE A
RECUPERAÇÃO MUSCULAR DE JOGADORES DE FUTSAL. Dissertação – Mestrado
em Alimentos e Nutrição, Universidade Federal do Piauí, Teresina-PI.
Introdução: A ingestão de carboidratos antes, durante e/ou depois dos exercícios representa a
melhor conduta nutricional para evitar a ocorrência de possíveis deficiências energéticas no
desempenho, além de atuar na recuperação pós-exercício. Objetivo: Avaliar a eficácia da
suplementação da farinha integral do mesocarpo de babaçu (Orbignya pharelata Mart.) na
recuperação muscular de jogadores de futsal. Metodologia: A utilização da farinha do
mesocarpo do babaçu, como suplemento nutricional, em esportes intermitentes, no futsal, dessa
forma, o estudo pautou-se em três grupos com: água, maltodextrina e farinha do mesocarpo do
babaçu, utilizados no pré e pós teste com 10 atletas semiprofissionais adultos de futsal,
submetidos à uma série pliométrica, e o FISP, durante três semanas com suplementação pré e
pós teste, acompanhando marcado de dano muscular, percepção subjetiva de esforço e de dor.
Resultado e Discussão: Encontrou-se CK diminuída no uso de maltodextrina comparada à
água sugerindo uma proteção no dano muscular, porém o uso de mesocarpo de babaçu não se
mostrou eficaz mostrando um aumento significativo comparada à água. Conclusão: Os
participantes do estudo apresentaram ingestão dietética de macronutrientes inadequada. A
suplementação com a farinha do mesocarpo de babaçu sugere que seu consumo pode ser uma
estratégia nutricional capaz de melhorar a percepção de esforço e dor em atletas de futsal
quando comparado a ingestão de água não sendo superior a ingestão de maltodextrina.

 


MEMBROS DA BANCA:
Externo ao Programa - 279.255.548-35 - DANILO MARCELO LEITE DO PRADO - UNIFESP
Externo ao Programa - 3302639 - LUCIANO DA SILVA LOPES
Presidente - 3342770 - MARCOS ANTONIO PEREIRA DOS SANTOS
Interno - 1167746 - REGILDA SARAIVA DOS REIS MOREIRA ARAUJO
Notícia cadastrada em: 23/01/2020 09:24
SIGAA | Superintendência de Tecnologia da Informação - STI/UFPI - (86) 3215-1124 | © UFRN | sigjb06.ufpi.br.instancia1 03/06/2020 23:38