Notícias

Banca de DEFESA: LISIANE MOSSMANN

Uma banca de DEFESA de MESTRADO foi cadastrada pelo programa.
DISCENTE: LISIANE MOSSMANN
DATA: 22/05/2015
HORA: 10:00
LOCAL: Sala 458 - CCE/DCS
TÍTULO:

OS PROCESSOS DE CONSTRUÇÃO DA EDITORIA DE ECONOMIA NOS JORNAIS DIÁRIOS DE TERESINA.


PALAVRAS-CHAVES:

Jornalismo Econômico. Análise de Discursos. Práticas. Jornais Locais.


PÁGINAS: 127
GRANDE ÁREA: Ciências Sociais Aplicadas
ÁREA: Comunicação
SUBÁREA: Jornalismo e Editoração
ESPECIALIDADE: Jornalismo Especializado (Comunitário, Rural, Empresarial, Científico)
RESUMO:

O objetivo da pesquisa é analisar como os três jornais de Teresina colocam em circulação a noção de Economia. Tendo como pressupostos as questões da Teoria dos Discursos Sociais baseada nos postulados de Pinto (2002) e no contrato de leitura de Verón (2004).  a Teoria dos Discursos Sociais é uma área de produção de saber recente que estuda os fenômenos sociais na condição de fenômenos de produção de sentido. Assim, busca descrever, explicar e avaliar, de maneira crítica, os processos de produção, circulação e consumo dos sentidos vinculados a produtos culturais empíricos gerados a partir de eventos comunicacionais. Buscou-se identificar como se constrói o espaço noticioso dedicado às informações econômicas nos impressos piauienses O Dia,  Diário do Povo do Piauí e Meio Norte assim como as estratégias enunciativas utilizadas pelos veículos a fim de construir seus contratos com os leitores.  Para construir o arcabouço teórico esta pesquisa foi necessário recorrer ao modelo produtivo de Eliseo Verón (2005), que articula uma teoria do sujeito com uma teoria da produção social do sentido e os  três postulados propostos por Pinto (2002), heterogeneidade enunciativa, semiose infinita e economia política do significante, auxiliam na análise sobre a noção de Economia que é coloca em circulação pelos três jornais impressos de Teresina.  Por fim, este estudo utiliza os preceitos da pesquisa qualitativa, que não pretende numerar ou medir unidades, mas estabelecer relações, relacionar valores, crenças e ideias. A característica dessa tipologia de pesquisa é esclarecer determinada situação, revelando os problemas implícitos e fornecendo condições para que o objeto pesquisado e, consequentemente, a própria sociedade possam reavaliar suas estratégias e rotinas.


MEMBROS DA BANCA:
Externo à Instituição - CARLOS EDUARDO FRANCISCATO - UFS
Presidente - 1167703 - PAULO FERNANDO DE CARVALHO LOPES
Interno - 1457025 - SAMANTHA VIANA CASTELO BRANCO ROCHA CARVALHO
Notícia cadastrada em: 29/04/2015 16:24
SIGAA | Superintendência de Tecnologia da Informação - STI/UFPI - (86) 3215-1124 | © UFRN | sigjb05.ufpi.br.instancia1 29/11/2020 02:11