Notícias

Banca de DEFESA: SEAN TELLES PEREIRA

Uma banca de DEFESA de MESTRADO foi cadastrada pelo programa.
DISCENTE: SEAN TELLES PEREIRA
DATA: 04/09/2015
HORA: 14:00
LOCAL: Auditório do PPG em Ciências Farmacêuticas
TÍTULO:

Obtenção e caracterização de extrato seco por spray drying de Punica granatum para o desenvolvimento tecnológico de comprimidos mucoadesivos.


PALAVRAS-CHAVES:

Punica granatum; Punicaceae; spray drying; comprimidos mucoadesivos.


PÁGINAS: 125
GRANDE ÁREA: Ciências da Saúde
ÁREA: Farmácia
SUBÁREA: Análise e Controle de Medicamentos
RESUMO:

Punica granatum, vulgarmente conhecida como romãzeira, corresponde a um vegetal que durante séculos, as cascas, folhas, flores e frutos têm sido utilizados para o tratamento de inúmeras doenças. O objetivo do presente trabalho foi otimizar a obtenção de extrato seco a partir de solução extrativa hidroetanólica do pericarpo do fruto de Punica granatum por secagem em spray drying, visando o desenvolvimento tecnológico de comprimidos mucoadesivos.  No primeiro capítulo realizou-se um levantamento bibliográfico dos últimos dez anos (2005-2014) sobre o uso terapêutico de Punica granatum. Os resultados mostraram inúmeras propriedades biológicas desta espécie vegetal em ensaios in vitro e in vivo, comprovando a importância e viabilidade do seu uso. Destacam-se as atividades antiproliferativas, antimicrobianas, antioxidantes e anti-inflamatórias. O segundo capítulo apresenta a obtenção e caracterização de extrato etanólico e extrato seco do pericarpo do fruto de Punica granatum. O extrato seco foi obtido por secagem em spray drying tendo como parâmetro de comparação o extrato seco por liofilização. A secagem por spray drying utilizou adjuvantes tecnológicos a fim de melhorar as características dos pós secos. Após caracterização quanto às propriedades de fluxo, umidade residual, higroscopicidade, morfologia e perfis cromatográficos, determinou-se o melhor processo de secagem. As propriedades reológicas dos pós sugerem que extratos sem uso de adjuvantes tecnológicos apresentam melhores características relacionadas ao fluxo e à compressão. Entretanto, a não utilização desses adjuvantes possui como desvantagem a alta higroscopicidade. A análise cromatográfica concluiu que o processo de secagem não altera quali ou quantitativamente os componentes químicos dos extratos. O terceiro capítulo apresenta uma avaliação da capacidade antioxidante dos extratos secos e avalia a atividade antimicrobiana do extrato eleito como melhor produto intermediário. Os resultados obtidos para esses ensaios confirmaram os relatos da literatura, que apontam a alta capacidade antioxidante e corrobora com o uso etnofarmacológico desse vegetal no tratamento de infecções bacterianas e fúngicas. No último capítulo obtiveram-se e caracterizaram-se comprimidos mucoadesivos contento extrato seco de Punica granatum produzidos a partir de uma mistura em diferentes proporções de hidroxipropilmetilcelulose e amido. Os comprimidos foram obtidos por compressão direta e apresentaram características físico-químicas adequadas em relação aos parâmetros farmacopeicos (dimensões uniformes, baixa variação de peso, dureza e friabilidade). Em relação às características adesivas (intumescimento, força e tempo de mucoadesão), a formulação com proporção equimolar entre hidroxipropilmetilcelulose e amido obteve as melhores respostas. As formulações obtidas correspondem a um ponto de partida para testes posteriores.


MEMBROS DA BANCA:
Interno - 1167257 - ANTONIA MARIA DAS GRACAS LOPES CITO
Presidente - 1512631 - LIVIO CESAR CUNHA NUNES
Externo ao Programa - 1560969 - ROSIMEIRE FERREIRA DOS SANTOS
Notícia cadastrada em: 31/08/2015 11:11
SIGAA | Superintendência de Tecnologia da Informação - STI/UFPI - (86) 3215-1124 | © UFRN | sigjb02.ufpi.br.instancia1 19/09/2019 16:03