• O sistema entrará em processo de atualização de funcionalidades às 13:30. Pedimos a todos que salvem seus trabalhos para que não haja transtornos.
    Agradecemos a compreensão, em 15 minutos o sistema estará de volta.
Notícias

Banca de DEFESA: SHAYARA LOPES CIRIACO

Uma banca de DEFESA de MESTRADO foi cadastrada pelo programa.
DISCENTE: SHAYARA LOPES CIRIACO
DATA: 26/02/2016
HORA: 14:00
LOCAL: Auditório do Bloco de Farmácia
TÍTULO:

DESENVOLVIMENTO TECNOLÓGICO DE NANOCARREADORES TRANSDÉRMICOS DE DOSE COMBINADA (TANSULOSINA E DUTASTERIDA) PARA HIPERPLASIA PROSTÁTICA BENIGNA


PALAVRAS-CHAVES:

Dutasterida; Tansulosina; Microemulsão; Próstata; Ratio-Spectra


PÁGINAS: 130
GRANDE ÁREA: Ciências da Saúde
ÁREA: Farmácia
SUBÁREA: Análise e Controle de Medicamentos
RESUMO:

A Hiperplasia Prostática Benigna é uma doença que acomete o sexo masculino caracterizando-se pelo aumento da próstata e está relacionada com alguns fatores como a idade e a conversão de testosterona em di-hidrotestosterona. Na atualidade há um considerável arsenal terapêutico por via oral, dentre entre eles destaca-se a terapia combinada de α-bloqueadores (tansulosina) com inibidores da 5α-redutase (dutasterida). O desenvolvimento de sistemas transdérmicos tem promovido interesse crescente nas últimas décadas principalmente para fármacos com baixa biodisponibilidade, com isso a utilização das microemulsões se tornou cada vez mais recorrente, já que apresentam excelente taxa de penetração em camadas profundas do estrato córneo quando comparadas a formulações convencionais, sendo consideradas, portanto, como sistemas terapêuticos nanotecnológicos que apresentam grandes possibilidades de promover a permeação e o direcionamento eficiente de fármacos através da pele. O objetivo desse trabalho foi obter microemulsões da dose combinada de dutasterida e tansulosina, e avaliar a atividade anti-hiperplásica in vivo. O estudo perpassou por uma prospecção tanto científica como tecnológica, no qual, pode-se constatar que a maioria das pesquisas envolvendo os fármacos estão concentradas em estudos clínicos, onde estudos tecnológicos mostram baixa expressividade. Houve também, o desenvolvimento e validação de um método analítico de quantificação simultânea dos fármacos pela técnica da espectroscopia derivativa/ Ratio- Spectra no UV-VIS que mostrou-se ser linear, exata, precisa e robusta. Já com a obtenção do diagrama pseudoternário (4:1) houve a seleção de quatro formulações de microemulsões para a caracterização físico-qímica. Após esta análise a melhor formulação foi escolhida para prosseguir para os testes in vivo. A avaliação do efeito anti-hiperplásico do carreador microemulsionado através da redução dos órgãos testosterona- dependente (próstata e vesículas seminais) corroborou para o estudo em questão possibilitando então, a obtenção de formulações transdérmicas promissoras para o tratamento da Hiperplasia Prostática Benigna, sendo assim uma alternativa terapêutica aos tratamentos convencionais.

A Hiperplasia Prostática Benigna é uma doença que acomete o sexo masculino caracterizando-se pelo aumento da próstata e está relacionada com alguns fatores como a idade e a conversão de testosterona em di-hidrotestosterona. Na atualidade há um considerável arsenal terapêutico por via oral, dentre entre eles destaca-se a terapia combinada de α-bloqueadores (tansulosina) com inibidores da 5α-redutase (dutasterida). O desenvolvimento de sistemas transdérmicos tem promovido interesse crescente nas últimas décadas principalmente para fármacos com baixa biodisponibilidade, com isso a utilização das microemulsões se tornou cada vez mais recorrente, já que apresentam excelente taxa de penetração em camadas profundas do estrato córneo quando comparadas a formulações convencionais, sendo consideradas, portanto, como sistemas terapêuticos nanotecnológicos que apresentam grandes possibilidades de promover a permeação e o direcionamento eficiente de fármacos através da pele. O objetivo desse trabalho foi obter microemulsões da dose combinada de dutasterida e tansulosina, e avaliar a atividade anti-hiperplásica in vivo. O estudo perpassou por uma prospecção tanto científica como tecnológica, no qual, pode-se constatar que a maioria das pesquisas envolvendo os fármacos estão concentradas em estudos clínicos, onde estudos tecnológicos mostram baixa expressividade. Houve também, o desenvolvimento e validação de um método analítico de quantificação simultânea dos fármacos pela técnica da espectroscopia derivativa/ Ratio- Spectra no UV-VIS que mostrou-se ser linear, exata, precisa e robusta. Já com a obtenção do diagrama pseudoternário (4:1) houve a seleção de quatro formulações de microemulsões para a caracterização físico-qímica. Após esta análise a melhor formulação foi escolhida para prosseguir para os testes in vivo. A avaliação do efeito anti-hiperplásico do carreador microemulsionado através da redução dos órgãos testosterona- dependente (próstata e vesículas seminais) corroborou para o estudo em questão possibilitando então, a obtenção de formulações transdérmicas promissoras para o tratamento da Hiperplasia Prostática Benigna, sendo assim uma alternativa terapêutica aos tratamentos convencionais.


MEMBROS DA BANCA:
Presidente - 1668358 - ANDRE LUIS MENEZES CARVALHO
Externo ao Programa - 1167629 - FERNANDA REGINA DE CASTRO ALMEIDA
Interno - 2199134 - MARCILIA PINHEIRO DA COSTA
Externo ao Programa - 2516950 - MARIA ZENAIDE DE LIMA CHAGAS MORENO FERNANDES
Notícia cadastrada em: 26/01/2016 16:41
SIGAA | Superintendência de Tecnologia da Informação - STI/UFPI - (86) 3215-1124 | © UFRN | sigjb05.ufpi.br.instancia1 22/11/2019 13:17