Notícias

Banca de DEFESA: JANSYCLEID PEREIRA GONCALVES

Uma banca de DEFESA de MESTRADO foi cadastrada pelo programa.
DISCENTE: JANSYCLEID PEREIRA GONCALVES
DATA: 28/08/2018
HORA: 14:30
LOCAL: Auditório do Departamento de Farmácia
TÍTULO: Desenvolvimento de formulação larvicida e repelente a partir do óleo essencial de Lippia origanoides e seus componentes majoritários contra Aedes aegypti.
PALAVRAS-CHAVES: Lippia origanoides, óleo essencial, timol, carvacrol, Aedes aegypti
PÁGINAS: 95
GRANDE ÁREA: Ciências da Saúde
ÁREA: Farmácia
RESUMO:

As arboviroses são doenças transmitidas por mosquitos (Diptera: Culicidae), dentre as quais podemos destacar a dengue, chinkugunya, zika e febre amarela que são adquiridas através da picada das fêmeas da espécie Aedes aegypti. Uma das maneiras utilizadas para prevenir estas doenças é o combate ao mosquito vetor através da utilização de inseticidas e repelentes disponíveis no mercado. Os inseticidas mais empregados são os organoclorados e os organofosforados, entretanto, causam danos ao meio ambiente e aos organismos não-alvo.  Uma alternativa para diminuir estes efeitos são produtos de origem natural, utilizando os óleos essenciais de plantas, seja como ativo principal ou coadjuvantes dos produtos sintéticos. A Lippia origanoides é um arbusto proveniente do Cerrado brasileiro, rico em óleos essenciais, com ampla utilização na medicina tradicional em desordens gastrointestinais e como antisséptico. As propriedades aromáticas marcantes do óleo essencial de suas partes aéreas, juntamente com estudos que já comprovam atividades farmacológicas em células. Nesta perspectiva, este trabalho teve como objetivo avaliar o potencial larvicida e repelente das partes aéreas de Lippia origanoides H.B.K com aplicação para controle do mosquito Aedes aegypti, bem como os seus componentes majoritários, timol e carvacrol e a possível potencialização do seu efeito quando complexado com β-ciclodextrina. Para tanto foi realizada uma prospecção científica e tecnológica nas bases de dados científicas PubMed, Biblioteca Virtual em Saúde (BVS), Web of Science e Scopus, e em outras relativas à patentes e modelos de utilidade Instituto Nacional de Propriedade Industrial (INPI), do European Patent Office (EPO) e da Patentes da América Latina e Espanha (LATIPAT), para identificar os estudos e patentes desenvolvidos já realizados acerca das propriedades dos óleos essenciais como larvicida e repelente. Portanto, foram encontrados 111 artigos e apenas 8 patentes, evidenciando a necessidade do desenvolvimento de estudos direcionados a elaboração de produtos com aplicações no mercado consumidor. O OELO e seus componentes majoritários apresentaram um bom potencial larvicida com CL50 de 112,68; 85,46; 93,1 μg/mL e CL90 156,1; 107,51; 108,5 μg/mL. Os testes larvicida com o OELO, timol e carvacrol complexados à β-ciclodextrina nas mesmas concentrações demonstraram atividade superior, quando consideradas as concentrações de ativos, presentes em cada complexo. O OELO solubilizados em tween 80, a 1%, nas concentrações de 250; 500 e 1000 μg/mL apresentaram a atividade repelente 100% nas concentrações de 500 e 1000 μg/mL e de 48% para 250 μg/mL. Foram desenvolvidas seis formulações-teste com o OELO e ao final do estudo de estabilidade preliminar foram aprovadas duas formulações. As duas formulações aprovadas seguiram para o teste de atividade repelente frente ao A. aegypti e apresentaram 100% de repelência em todo o teste , assim como atividade inseticida. Portanto, pode-se concluir que o OELO, assim como os seus componentes majoritários demonstram ser promissores agentes larvicidas e repelentes no desenvolvimento de produtos naturais para atuarem no combate ao A. aegypti.


MEMBROS DA BANCA:
Interno - 1549662 - HERCILIA MARIA LINS ROLIM
Presidente - 1350350 - MARIA DAS GRACAS FREIRE DE MEDEIROS
Externo ao Programa - 423646 - REGINALDO RORIS CAVALCANTE
Notícia cadastrada em: 23/08/2018 16:43
SIGAA | Superintendência de Tecnologia da Informação - STI/UFPI - (86) 3215-1124 | © UFRN | sigjb03.ufpi.br.instancia1 20/11/2019 17:31