Notícias

Banca de DEFESA: GLÁUCIA LAÍS NUNES LOPES

Uma banca de DEFESA de MESTRADO foi cadastrada pelo programa.
DISCENTE: GLÁUCIA LAÍS NUNES LOPES
DATA: 08/03/2019
HORA: 16:00
LOCAL: Auditório do bloco de Farmácia
TÍTULO: MICROEMULSÕES DE SULFATO DE MINOXIDIL E ÓLEO VEGETAL PARA O TRATAMENTO DA ALOPECIA ANDROGENÉTICA: FORMULAÇÃO, ESTUDO DE LIBERAÇÃO IN VITRO E PERFIL CITOGENOTÓXICO EM Allium cepa
PALAVRAS-CHAVES: Controle de Qualidade, Estabilidade de Medicamentos, Formulações de Liberação Controlada, Nanotecnologia, Genotoxicidade.
PÁGINAS: 112
GRANDE ÁREA: Ciências da Saúde
ÁREA: Farmácia
RESUMO:

A alopecia androgenética (AGA), ou perda de cabelo padrão masculina, é a forma mais comum de alopecia nos homens e dependem de uma interação de fatores endócrinos e predisposição genética. Novos sistemas de liberação de fármacos são desenvolvidos com a intenção de melhorar a eficácia do fármaco convencional, e é um processo de pesquisa farmacêutica amplamente utilizado. Frente a isso, o trabalho teve como objetivo desenvolver microemulsões a base de óleo vegetal, caracterizar, avaliar a liberação in vitro e a citogenotoxicidade das formulações obtidas. As microemulsões obtidas apresentaram-se transparentes e amareladas com a presença do fármaco, na microscopia de luz polarizada (não desviouo plano da luz incidente), conferindo caráter isotrópico, apresentou comportamento Newtoniano, tamanho de gotícula de 191,3 ± 28,3 nm a 375,8 ± 26,5 nm, com potencial zeta variando de -27,8 a -45,7, e após o estudo do ciclo gelo-degelo apresentaram escurecimento nas formulações com MXS. As formulações apresentaram modelo cinético de liberação compatível com sistemas de liberação controlada (modelo de Higuchi). Não foram observados grandes quantidades de danos irreversíveis às células de A. cepa. Na validação do método analítico do MXS, a partir da análise de regressão linear para o MXS obteve-se a equação da reta y = 0,0555x - 0,0622, no qual o coeficiente de determinação (R2) para a curva foi de 0,9974. O método demonstrou-se específico sem a presença de interferentes com limite de detecção 0,4715 µg/mL e limite de quantificação 0,7144 µg/mL. Foi preciso e exato com valor de recuperação (%) de 100,82 (concentração baixa), 103,84 (concentração normal) e 98,16 (concentração alta). Apresentou robustez satisfatória, onde não houve mudança estatística significativa para análise com mudança de marca de solvente e mudança de pH da solução, com DPR% menor que 5%. As microemulsões apresentaram boa estabilidade e baixo potencial citotóxico e genotóxico, apresentando grande potencial para utilização no tratamento da alopecia androgenética.


MEMBROS DA BANCA:
Presidente - 1668358 - ANDRE LUIS MENEZES CARVALHO
Interno - 130.036.743-15 - ANA AMELIA DE CARVALHO MELO CAVALCANTE - UFPI
Interno - 2199134 - MARCILIA PINHEIRO DA COSTA
Externo ao Programa - 035.883.673-57 - GIOVANA DAMASCENO SOUSA - UFOB
Notícia cadastrada em: 01/03/2019 08:42
SIGAA | Superintendência de Tecnologia da Informação - STI/UFPI - (86) 3215-1124 | © UFRN | sigjb07.ufpi.br.instancia1 19/09/2019 16:11