Notícias

Banca de DEFESA: NARA CALACA RIBEIRO

Uma banca de DEFESA de MESTRADO foi cadastrada pelo programa.
DISCENTE: NARA CALACA RIBEIRO
DATA: 18/03/2016
HORA: 08:30
LOCAL: Sala de Reuniões/ Campus Ministro Reis Velloso
TÍTULO:

ESTUDO DE CARACTERIZAÇÃO QUÍMICA E DE ATIVIDADE BIOLÓGICA DE EXTRATOS DE Anacardium microcarpum Ducke e Anacardium occidentale L.(ANACARDIACEAE) NO ESTADO DO PIAUI, BRASIL


PALAVRAS-CHAVES:

Palavras-chaves: atividade biológica, populações naturais, fitoquímica.


PÁGINAS: 65
GRANDE ÁREA: Ciências Biológicas
ÁREA: Botânica
SUBÁREA: Botânica Aplicada
RESUMO:
Cajuí é um termo atribuído a uma variedade de caju (Anacardium occidentale L.) que tem como principais características fruto e hipocarpo de pequeno tamanho. Na vegetação litorânea do Piauí populações de cajuí apresentam características da espécie descrita como Anacardium microcarpum Ducke, nomenclaturalmente considerado sinônimo de A. occidentale. Com o objetivo de caracterizar o cajuí e o cajuí ocorrentes no litoral do Piauí, foi realizado estudo de caracterização química e de atividade biológica de extratos de folhas, cascas e exsudatos utilizando amostras obtidas de populações naturais. As amostras de cajuí mostraram mais acidez que as de caju, não houve diferença significativa quanto ao rendimento, os fitoconstiuintes nos extratos hidroetanólicos de ambas as espécies mostraram diferenças significativas, e os extratos de cajuí apresentaram grande potencial antioxidante, com CI50 variando de 45,81 μg/ml a 62,89 μg/ml, evidenciando correlação entre a atividade antioxidante e teor de compostos fenólicos. Observou-se ainda, efeito antibacteriano em todos os extratos testados frente às linhagens de bactérias Gram-positivas (Staphylococcus aureus, Staphylococcus aureus MRSA, Streptococcus mutans, S. saprophyticus e S. epidermidis) com MIC’s variando de 62,5 μg/ml a 1000 μg/ml para extratos de cajuí e de 62,5 μg/ml a 2000 μg/ml para extratos de caju. Porém, para os exsudatos não foram detectadas atividades biológicas. Os resultados do estudo caracterização química e de atividade biológica foram de grande relevância uma vez que houve a identificação de compostos secundários presentes nas partes estudadas, essenciais no processo de identificação do status taxonômico do cajuí ocorrente na vegetação do litoral piauiense, além de demonstrar seu potencial biológico como candidato a gerar bioprodutos.
 

MEMBROS DA BANCA:
Presidente - 1221652 - IVANILZA MOREIRA DE ANDRADE
Interno - 841.003.203-10 - LEIZ MARIA COSTA VERAS - UFPI
Externo à Instituição - LÚCIA BETÂNIA DA SILVA ANDRADE - UEVA
Notícia cadastrada em: 09/03/2016 08:44
SIGAA | Superintendência de Tecnologia da Informação - STI/UFPI - (86) 3215-1124 | © UFRN | sigjb05.ufpi.br.instancia1 08/03/2021 19:23