Notícias

Banca de DEFESA: ALLAN TEIXEIRA SILVA

Uma banca de DEFESA de MESTRADO foi cadastrada pelo programa.
DISCENTE: ALLAN TEIXEIRA SILVA
DATA: 29/04/2016
HORA: 08:30
LOCAL: Sala de Aula PPGbiotec/ Campus Ministro Reis Velloso
TÍTULO:

Estudo de associação de polimorfismos dos genes KCNJ11 e ABCC8 com o risco de Diabetes Melitus tipo 2 em uma população do Nordeste Brasileiro


PALAVRAS-CHAVES:

 Síndrome metabólica. canal K-ATP dependente. insulina. Glicemia

 



PÁGINAS: 56
GRANDE ÁREA: Outra
ÁREA: Multidisciplinar
RESUMO:

O diabetes mellitus é uma síndrome metabólica caracterizada pelo aumento da concentração de glicose no sangue, acompanhada de distúrbios metabólicos nas proteínas e ácido graxos. O DM2 é consequência de uma interação complexa entre fatores genéticos, epigenéticos e ambientais. Embora os fatores ambientais pareçam ter um peso maior, os fatores genéticos têm ganhado notoriedade nos últimos tempos devido ao desenvolvimento de tecnologias de biologia molecular e estudos de associação. Polimorfismos dos genes KCNJ11 e ABCC8 já foram associados em diversas populações ao risco aumentado de desenvolver diabetes. O objetivo deste estudo é avaliar a influência dos polimorfismos KCNJ11 Glu23Lys e ABCC8 Ser1369Ala, bem como seus haplótipos, no desenvolvimento do DM2 em uma população do nordeste brasileiro e suas relações com as variáveis clínicas e bioquímicas de pacientes e controles. Para compor o grupo de estudo do presente trabalho foram coletadas amostras de 235 pacientes não aparentados diagnosticados com DM2. Também foram coletadas 206 amostras de controles saudáveis provenientes de laboratórios de análises clínicas, sem condições associadas à doença, confirmado por exames clínicos e laboratoriais e sem história familiar de diabetes. Dados laboratoriais como HbA1c, glicemia em jejum, colesterol HDL, colesterol total e triglicerídeos, bem como o IMC foram coletados dos dois grupos. A análise dos polimorfismos foi realizada utilizando-se a técnica de PCR-RFLP. As frequências genotípicas de KCNJ11 e ABCC8 não diferiram significativamente entre os grupos casos e controles (p=0,7863 e p=0,2145), bem como as frequências alélicas (p=0,87 e p=0,75). Em nenhum dos casos foi observada uma maior chance de desenvolver DM2 associada a qualquer dos genótipos (p>0,05). Os polimorfismos KCNJ11 Glu23Lys e ABCC8 Ser1369Ala apresentam um forte desequilíbrio de ligação (D’=0,911 e r²=0,779). Nenhum dos haplótipos diferiu significativamente entre a população caso e controle (p>0,05). Virificou-se que os níveis colesterol total são mais baixos em controles que possuem duas cópias do alelo KCNJ11 Lys23 (p=0,0338) e que esses indivíduos ainda possuem níveis de HbA1c mais elevados que portadores do genótipo selvagem KCNJ11 Glu23 (p=0,0091). Os níveis de HbA1c foram consideravelmente mais elevados apenas em homozigotos ABCC8 Ala1369 quando comparados a homozigotos ABCC8 Ser1369. Pacientes com DM2 que possuem os genótipos KCNJ11 Lys/Lys e ABCC8 Ala/Ala e não fazem uso de insulina e sulfonilureias simultaneamente apresentam um IMC significativamente mais baixo que portadores dos genótipos KCNJ11 Glu/Glu (p=0,0003) ou Glu/Lys (p=0,0003) e ABCC8 Ser/Ser (p=0,0151) ou Ala/Ser (p=0,0082). Em suma, nosso estudo não encontrou correlações significativas entre os polimorfismos KCNJ11 Glu23Lys e ABCC8 Ser1369Ala com uma suscetibilidade aumentada para o DM2. No entanto, as diferenças apresentadas por algumas das variáveis analisadas entre os diferentes genótipos sugerem que os polimorfismos abordados desempenham um papel importante no curso dessa doença.

 


MEMBROS DA BANCA:
Externo ao Programa - 1750086 - DANIEL FERNANDO PEREIRA VASCONCELOS
Presidente - 1551972 - FRANCE KEIKO NASCIMENTO YOSHIOKA
Interno - 1552610 - RENATA CANALLE
Notícia cadastrada em: 18/04/2016 11:06
SIGAA | Superintendência de Tecnologia da Informação - STI/UFPI - (86) 3215-1124 | © UFRN | sigjb04.ufpi.br.instancia1 06/03/2021 03:09