Notícias

Banca de QUALIFICAÇÃO: HIANNY FERREIRA FERNANDES

Uma banca de QUALIFICAÇÃO de MESTRADO foi cadastrada pelo programa.
DISCENTE: HIANNY FERREIRA FERNANDES
DATA: 05/08/2014
HORA: 16:30
LOCAL: Saguão de apresentação de pôsteres do II Simpósio Latino-Americano de Biotecnologia.
TÍTULO:

ESTUDO DE ASSOCIAÇÃO DOS POLIMORFISMOS PRO12ALA E 1431C>T DO GENE PPARγ COM O RISCO DE DIABETES MELLITUS TIPO 2 EM INDIVÍDUOS DO NORDESTE BRASILEIRO



PALAVRAS-CHAVES:

 Diabetes Mellitus do Tipo 2; Pro12Ala; 1431C>T; Gene PPARγ


PÁGINAS: 30
GRANDE ÁREA: Outra
ÁREA: Multidisciplinar
RESUMO:

O diabetes mellitus é um grupo heterogêneo de distúrbios metabólicos caracterizado por hiperglicemia crônica. Este aumento de glicose no sangue é resultante de deficiências na secreção ou ação da insulina ou da combinação destes dois fatores, sendo que sua patogênese está relacionada a fatores genéticos e ambientais. O diabetes mellitus do tipo 2 constitui mais de 90% dos casos de diabetes em todo o mundo, afetando mais de 300 milhões de pessoas. Estudos de associação relataram que indivíduos que carregam os alelos de risco para os polimorfismos Pro12Ala e 1431C>T do gene PPARγ tem um maior risco de desenvolver diabetes. Portanto, este estudo tem como objetivo analisar, em um estudo caso-controle, a associação entre os polimorfismos Pro12Ala e 1431C>T do gene PPARγ com o risco de diabetes mellitus do tipo 2 em indivíduos do nordeste brasileiro. Serão analisadas amostras de DNA de leucócitos de sangue periférico de 200 indivíduos diagnosticados com diabetes mellitus do tipo 2 e 200 indivíduos saudáveis, que não tiveram o diagnóstico de diabetes, e de condições associadas à doença, confirmado por exames clínicos e laboratoriais e sem história familiar de diabetes, atendidos nos Programas de Saúde da Família de Parnaíba-PI. Os indivíduos dos grupos caso e controle serão informados da pesquisa e ao concordarem em participar assinaram um Termo de Consentimento Livre e Esclarecido autorizando a coleta da amostra. As análises dos polimorfismos genéticos serão feitas por PCR-RFLP, com amplificação e posterior digestão enzimática das regiões de interesse pelas enzimas HpaII (Pro12Ala) e ECO72I (1431C>T). Após a clivagem, os genótipos serão identificados por eletroforese em gel de poliacrilamida a 8% corado com prata, e as frequências genotípicas e alélicas determinadas por simples contagem. As populações caso e controle serão testadas quando ao seu equilíbrio pela lei de Hardy-Weinberg. As frequências genotípicas e alélicas observadas nos pacientes diabéticos serão comparadas com os controles usando o teste do qui-quadrado e o teste exato de Fisher, respectivamente. O odds ratio (OR) e o intervalo de confiança (IC) de 95% serão calculados utilizando-se modelo de regressão logística. As estatísticas de desequilíbrio de ligação, as frequências haplotípicas e a correção para múltiplos testes por 1.000 permutações aleatórias serão obtidas por meio do programa Haploview 4.2. Até o presente momento, foi realizado o recrutamento e coleta de sangue dos indivíduos caso e controle, bem como a extração e quantificação do DNA das amostras coletadas. Deu-se início a padronização da reação de PCR. Esse estudo visa analisar variações polimórficas de um gene sabidamente associado ao diabetes mellitus do tipo 2  na tentativa de identificar marcadores que possam ser utilizados no diagnóstico precoce e prognóstico em uma população fortemente acometida por essa síndrome, a população piauiense.



MEMBROS DA BANCA:
Interno - 1553556 - FABIO JOSE NASCIMENTO MOTTA
Presidente - 1551972 - FRANCE KEIKO NASCIMENTO YOSHIOKA
Interno - 1551921 - GIOVANNY REBOUCAS PINTO
Notícia cadastrada em: 30/07/2014 10:46
SIGAA | Superintendência de Tecnologia da Informação - STI/UFPI - (86) 3215-1124 | © UFRN | sigjb04.ufpi.br.instancia1 06/03/2021 01:52