Notícias

Banca de QUALIFICAÇÃO: POLYANNA GOMES LACERDA CAVALCANTE

Uma banca de QUALIFICAÇÃO de MESTRADO foi cadastrada pelo programa.
DISCENTE: POLYANNA GOMES LACERDA CAVALCANTE
DATA: 04/04/2018
HORA: 08:00
LOCAL: sala da PREX
TÍTULO: Efeito da estimulação elétrica cerebral combinada com exercícios terapêuticos na dor lombar crônica inespecífica em mulheres: um estudo piloto
PALAVRAS-CHAVES: Descritores: Dor lombar; Dor crônica; Estimulação elétrica nervosa transcutânea; Estimulação transcraniana por corrente contínua;
PÁGINAS: 62
GRANDE ÁREA: Ciências da Saúde
ÁREA: Medicina
SUBÁREA: Saúde Materno-Infantil
RESUMO:

Introdução: A dor lombar crônica não específica é um importante problema de saúde pública e de ordem socioeconômica em nível mundial e, apesar do volume de pesquisas na área, ainda é uma condição de difícil tratamento. A estimulação transcraniana por corrente contínua (ETCC) é uma técnica não invasiva de neuromodulação que vem apresentando recentes avanços no tratamento da dor crônica. No entanto, quando aplicada isoladamente a magnitude do seu efeito é pequena em condições musculoesqueléticas crônicas como a dor lombar crônica inespecífica. Uma opção que poderia otimizar o efeito analgésico da ETCC seria a combinação com exercícios terapêuticos, que têm um papel central em programas de reabilitação da coluna bem como maiores níveis de evidência. A combinação destes tratamentos (ETCC e exercício) pode apresentar um efeito analgésico superior às intervenções isoladas. Objetivo: Sendo assim, o presente estudo tem como objetivo comparar o efeito analgésico da estimulação transcraniana por corrente contínua (ETCC) associada a exercícios terapêuticos (ET) com os exercícios terapêuticos isolados em mulheres com dor lombar crônica inespecífica. Metodologia: Dez pacientes mulheres foram distribuídas aleatoriamente em dois grupos distintos para receber ETCC real + ET ou ETCC simulada + ET durante 12 sessões em um período de quatro semanas. Resultados: A ETCC associada aos exercícios terapêuticos resultou em maior proporção de pacientes que atingiram níveis leves e moderados de alívio da dor lombar. No entanto, níveis substanciais de analgesia, como 50% da redução da intensidade da dor, foram atingidos pelo grupo que recebeu exercícios terapêuticos isolados. Conclusão: Os resultados deste estudo demonstraram os exercícios terapêutico são eficazes para o alívio da dor, melhora da capacidade física e percepção global.

 

 


 


MEMBROS DA BANCA:
Presidente - 2157495 - ANDERSON NOGUEIRA MENDES
Externo à Instituição - FUAD AHMAD HAZIME - UFPI
Interno - 226.905.653-15 - ZENIRA MARTINS SILVA - UESPI
Notícia cadastrada em: 27/03/2018 10:06
SIGAA | Superintendência de Tecnologia da Informação - STI/UFPI - (86) 3215-1124 | © UFRN | sigjb06.ufpi.br.instancia1 08/07/2020 02:10