Notícias

Banca de QUALIFICAÇÃO: VERONICA MENDES SOARES

Uma banca de QUALIFICAÇÃO de MESTRADO foi cadastrada pelo programa.
DISCENTE: VERONICA MENDES SOARES
DATA: 05/06/2018
HORA: 15:00
LOCAL: sala da prex
TÍTULO: Cultivo e caracterização de células-tronco obtidas da geleia de Wharton e da placenta para uso na restauração da pele humana
PALAVRAS-CHAVES: Células-tronco mesenquimais. Estrias dérmicas. Restauração da Pele
PÁGINAS: 114
GRANDE ÁREA: Ciências da Saúde
ÁREA: Medicina
RESUMO:

A Medicina Regenerativa, onde se enquadra a aplicação de células tronco na regeneração de tecidos, tem evoluído nos últimos anos e poderá ser de grande benefício para os pacientes.  A regulamentação da técnica e da ética está se tornando mais clara facilitando a ciência a evoluir nas pesquisas com células-tronco. Pensando nisso dentro da Medicina Regenerativa, utilizando técnicas menos invasivas e minimizando o tempo de espera do paciente, na procura de uma resposta para soluções em saúde, o presente estudo está comprometido em contribuir com a elucidação da capacidade de restauração de tecido através de células multipotentes, direcionado para a restauração da pele lesionada pela presença de estrias dérmicas. Dentre as aplicações de regenerações de tecidos sugerimos a pele por ser o maior órgão do corpo humano, e funcionar como uma barreira efetiva protegendo nosso organismo de sofrer desidratação e insultos ambientais, e ser  acometidos por lesões de diversas origens, entre elas temos as estrias dérmicas que não temos na literatura  um protocolo clínico efetivo. Para melhor compreensão, no Capítulo I foi realizada uma revisão sistemática de ensaios clínicos randomizados baseada no Manual Cochrane, seguindo normas padronizadas para selecionar, interpretar e avaliar a qualidade dos artigos selecionados sobre os protocolos de tratamento aplicados nas estrias dérmicas. No Capítulo II nos apropriamos das técnicas de coleta, isolamento, cultivo e das etapas de caracterização das células-tronco, onde foi possível coletar material biológico oriundo  do cordão umbilical e da placenta humana seguindo todo o protocolo do comitê  de ética humano da Universidade Federal do Piauí (UFPI). Objetivo:  O estudo tem como objetivo principal cultivar e caracterizar células tronco mesenquimais originadas da Geléia de Wharton e da Placenta que poderão ser utilizadas para este fim. Metodologia: As células isoladas do cordão umbilical e da placenta foram cultivadas e caracterizadas seguindo o protocolo para diferentes estágios de identificação das características morfofuncionais e de imunofenotipagem. Resultados: No experimento as células da Geleia de Wharton cumpriram  todas as etapas do nosso objetivo, embora as células da Placa Coriônica e da Vilosidade Coriônica não tenham completado todas as etapas, nenhum dos tipos de células cultivadas demonstrou características adversas às de células tronco. Conclusão: Os resultados mostraram a necessidade de padronização para cada tipo de cultivo de células de origem específica.


MEMBROS DA BANCA:
Interno - 423584 - IONE MARIA RIBEIRO SOARES LOPES
Externo ao Programa - 423072 - LAURO LOURIVAL LOPES FILHO
Interno - 1792692 - LUIZ AYRTON SANTOS JUNIOR
Presidente - 1350350 - MARIA DAS GRACAS FREIRE DE MEDEIROS
Notícia cadastrada em: 27/05/2018 20:27
SIGAA | Superintendência de Tecnologia da Informação - STI/UFPI - (86) 3215-1124 | © UFRN | sigjb03.ufpi.br.instancia1 30/05/2020 10:25