Notícias

Banca de QUALIFICAÇÃO: FERNANDA MARIA DE OLIVEIRA

Uma banca de QUALIFICAÇÃO de MESTRADO foi cadastrada pelo programa.
DISCENTE: FERNANDA MARIA DE OLIVEIRA
DATA: 08/11/2018
HORA: 08:30
LOCAL: Sala de Aula do Mestrado
TÍTULO: A atuação do psicólogo no atendimento às queixas escolares do Ensino Superior
PALAVRAS-CHAVES: queixa escolar; atuação do psicólogo escolar; Ensino Superior.
PÁGINAS: 60
GRANDE ÁREA: Ciências Humanas
ÁREA: Psicologia
RESUMO:

A Educação Superior tem sido apontada como um cenário ainda pouco explorado pelo psicólogo, por isso, bastante favorável e desafiador para sua inserção e atuação, principalmente, pela necessidade de rompimento com práticas tradicionais de atendimento e de uma visão crítica sobre o processo de escolarização e os problemas escolares que culminam na queixa escolar, produzida nesse nível de ensino, assim como em outros espaços educacionais. A forma de atuar diante desse fenômeno foi discutida nesta pesquisa sob a perspectiva da Psicologia Escolar crítica. O presente estudo buscou compreender a atuação do psicólogo no atendimento à queixa escolar do Ensino Superior, na Universidade Federal do Piauí. Apresentou como objetivos específicos: elaborar o perfil do psicólogo desta instituição, considerando sua formação e sua atuação no Ensino Superior; caracterizar as queixas escolares de universitários; identificar, no conjunto de práticas dos psicólogos da instituição, aproximações e distanciamentos da área da Psicologia Escolar e Educacional no Ensino Superior; e, investigar as estratégias desenvolvidas pelos psicólogos na Educação Superior no atendimento à queixa escolar. Utilizou-se o materialismo histórico-dialético que fundamenta a psicologia histórico cultural, fornecendo subsídios essenciais como base teórica e método para a realização deste estudo. Esta pesquisa, de abordagem qualitativa e exploratório-explicativa, foi aprovada pelo Comitê de Ética em Pesquisa da Universidade Federal do Piauí (CEP UFPI) com Parecer de nº 2.164.820 e contou com a participação de 09 psicólogos que atuam no Serviço Escola de Psicologia e nos Núcleos de Assistência Estudantil, em cinco campi desta instituição. Foi estruturada da seguinte maneira: análise documental e trabalho de campo. A partir de levantamento e análise de documentos nacionais, institucionais e dos serviços (Decretos Federais, Resoluções, Portarias, Estatutos, Regimentos, Plano de Desenvolvimento Institucional/PDI, Regulamentos, Manuais Operacionais, Relatórios dos Serviços, Editais de concurso da UFPI, ficha funcional da instituição) foi possível elaborar uma linha histórica sobre a inserção dos psicólogos na UFPI e identificar onde atuam, conhecer as queixas atendidas e as práticas que desenvolvem. O trabalho de campo realizou-se com dois procedimentos: questionários sociodemográficos e entrevistas semiestruturadas. A análise de conteúdo possibilitou organizar as informações obtidas nos questionários em dois eixos analíticos. No primeiro eixo, perfil profissional do psicólogo, verificou-se entre os participantes a predominância de psicólogos do sexo feminino, em sua maioria formada em instituição pública, possuindo pós-graduação em diversas áreas, tanto em níveis lato-sensu quanto em stricto-sensu, com inserção na UFPI a partir de 2008, em sua maioria atuando nesta instituição na Política de Assistência Estudantil. No segundo eixo, caracterização das queixas escolares no Ensino Superior, apresentaram-se as demandas de atuação do psicólogo na UFPI alicerçadas nas categorias: processo ensino-aprendizagem; relações sociais; comportamento do estudante; enfrentamento de processos de exclusão social; política de inclusão; política de permanência; e saúde mental dos universitários. Em seguida, foi discutida a caracterização da queixa escolar da UFPI por campus, conforme Relatórios dos Serviços. Para finalizar esse eixo, as queixas escolares por campus da UFPI, embora sejam produzidas de forma integrada, foram agrupadas em fatores relacionados à instituição e ao indivíduo. Os dados coletados com a entrevista, ainda em processo de análise, possibilitarão desenvolver o eixo analítico 03, que discutirá o atendimento à queixa escolar no Ensino Superior a partir das práticas e das estratégias desenvolvidas pelos profissionais na instituição. A partir desse estudo, pretende-se contribuir com uma visão crítica sobre a atuação do psicólogo no atendimento às queixas escolares do Ensino Superior.


 


MEMBROS DA BANCA:
Presidente - 1859186 - FAUSTON NEGREIROS
Interno - 2441003 - RAQUEL PEREIRA BELO
Externo ao Programa - 027.888.154-84 - JORGE ARTUR PEÇANHA DE MIRANDA COELHO - UFAL
Notícia cadastrada em: 06/11/2018 11:25
SIGAA | Superintendência de Tecnologia da Informação - STI/UFPI - (86) 3215-1124 | © UFRN | sigjb05.ufpi.br.instancia1 28/09/2022 06:42