Notícias

Banca de DEFESA: LUIZ CARLOS SANTIAGO JUNIOR

Uma banca de DEFESA de MESTRADO foi cadastrada pelo programa.
DISCENTE: LUIZ CARLOS SANTIAGO JUNIOR
DATA: 15/03/2024
HORA: 14:00
LOCAL: Transmissão on-line, via Google Meet. Link: https://meet.google.com/vjx-urqi-uug
TÍTULO: DESVENDANDO O EFEITO DO MANEJO INTENSIVO AGRÍCOLA NA DIVERSIDADE DA CHUVA E DO BANCO DE SEMENTES EM ECÓTONO CERRADO-CAATINGA NO SEMIÁRIDO BRASILEIRO
PALAVRAS-CHAVES: Agricultura, Composição, Dispersão, Síndrome, Sucessão
PÁGINAS: 83
GRANDE ÁREA: Ciências Biológicas
ÁREA: Ecologia
RESUMO:

A chuva de sementes (CS) e o banco de sementes (BS), são mecanismos de entrada de propágulos em comunidades, importantes para investigar processos de regeneração de áreas perturbadas pelo manejo agrícola, especialmente em áreas de ecótono. O trabalho teve como objetivo investigar a riqueza de espécies, número de sementes/emergências, diversidade nas formas de dispersão e forma de vida, e a composição do banco e da chuva de sementes de duas áreas em regeneração (10 anos e 25 anos) e uma área sem manejo em uma região de transição Cerrado e Caatinga no Nordeste Brasileiro, Corrente - PI. Desta forma, buscamos responder as seguintes questões: (i) A riqueza em espécies do banco e da chuva de sementes serão maiores na área sem manejo quando comparados com as áreas em regeneração? O número de sementes e espécies emergidas no banco de sementes e depositadas na chuva de sementes serão maiores em áreas manejadas e menores em áreas sem manejo? O banco e chuva de sementes de área sem manejo apresentará maior número de sementes e riqueza de especeis zoocóricas, e as áreas manejadas, maior número de sementes e espécies autocóricas? O banco e chuva de sementes da área sem manejo apresentará maior número de sementes e espécies arbóreas e arbustiva e, as áreas manejadas maior número de sementes e espécies herbáceas? A composição em espécies do banco e da chuva de semente serão similares entre as áreas manejadas, sendo o turnover o componente que melhor explica a diversidade beta? A composição em espécies entre o banco e chuva de sementes serão similares na área sem manejo e dissimilares na área manejada? Para tanto, foram instaladas parcelas de 50 x 50 m, subdivididas em subparcelas de 10 × 10 m. Para coleta da CS em cada subparcelas foram sorteadas a instalação de 20 coletores, totalizando 60 unidades amostrais. Para a coleta do BS, foram selecionadas 15 subparcelas para cada área, totalizando 45 unidades amostrais, no qual foram coletados 1 kg de solo e cultivado pelo método de emergência de plântulas em viveiro. A comunidade em 10 anos em regeneração apresentou maiores valores de riqueza em espécies na chuva de sementes e menores valores no banco de sementes. A abundância de sementes/ emergências não diferiu entre as áreas estudadas. O banco e a chuva de sementes de áreas em regeneração apresentaram maiores número de sementes/emergências e espécies autocóricas, maiores número de sementes/emergência e espécies com formas de vida herbáceas, e maiores valores de espécies arbóreas para chuva de sementes, além de mudanças na composição em espécies do banco e da chuva de sementes, sendo o turnover o componente que melhor explica a diversidade beta, assim como mudança na composição em espécies entre banco e chuva de sementes para cada área estudada. Nossas analises mostraram os efeitos negativos do manejo sobre a diversidade da chuva e do banco de sementes, ao trazer redução na riqueza em espécies do banco de sementes, predominantemente de dispersão autóctone e forma de vida herbácea do banco e da chuva de sementes. Por outro lado, revelamos também que a contribuição de outras formas de vida no banco e na chuva de sementes, apesar de não haver diferença, o que revelam o potencial de contribuição para estruturação das áreas degradadas.


MEMBROS DA BANCA:
Externo à Instituição - FERNANDO FERREIRA DE MORAIS - UFPB
Interno - 2263283 - JOSE RIBAMAR DE SOUSA JUNIOR
Externo ao Programa - 3371150 - LORRAN ANDRÉ MORAES
Presidente - 923.572.881-91 - RODRIGO FERREIRA DE MORAIS - UESPI
Notícia cadastrada em: 05/03/2024 22:52
SIGAA | Superintendência de Tecnologia da Informação - STI/UFPI - (86) 3215-1124 | © UFRN | sigjb06.ufpi.br.instancia1 18/06/2024 00:10