Notícias

Banca de DEFESA: SILVESTRE MOREIRA DA SILVA

Uma banca de DEFESA de MESTRADO foi cadastrada pelo programa.
DISCENTE: SILVESTRE MOREIRA DA SILVA
DATA: 29/10/2019
HORA: 14:30
LOCAL: NÚCLEO DE PÓS-GRADUAÇÃO EM CIÊNCIAS AGRÁRIAS-CCA/UFPI
TÍTULO: ENTOMOFAUNA ASSOCIADA AO EUCALIPTO EM MINIJARDIM CLONAL EM MONSENHOR GIL-PI
PALAVRAS-CHAVES: Eucalyptus sp.; Monitoramento; Armadilha adesiva colorida, Coleta direta; Análise faunística.
PÁGINAS: 54
GRANDE ÁREA: Ciências Agrárias
ÁREA: Agronomia
RESUMO:

O aumento da área cultivada com eucalipto ocasionou diversos problemas entomológicos. Desse modo, torna-se necessário o constante monitoramento dos insetos associados a essa cultura, buscando o desenvolvimento de programas de manejo integrado de pragas. Objetivou-se realizar o levantamento populacional da entomofauna, bem como determinar a cor da armadilha adesiva mais eficiente para monitoramento dos insetos associados em minijardim clonal de Eucalyptus sp. em Monsenhor Gil-PI. O acompanhamento da flutuação populacional das diferentes ordens foi realizado com armadilhas adesivas amarelas e azuis, bem como através de coletas diretas. O número de insetos capturados em cada armadilha foi registrado mensalmente, sendo quantificado e identificado a nível de ordem e as médias foram comparadas. Foram calculados os índices faunísticos: Abundância, Dominância, Frequência, e Constância. O efeito da temperatura, umidade relativa e precipitação sobre o número de insetos praga coletados foi estimado através do cálculo do coeficiente de correlação de Pearson. O número de insetos coletados através da amostragem direta não foi representativo. As armadilhas de cor amarela foram as que capturaram o maior número de insetos em todos os meses de coletas em relação às armadilhas azuis. Entretanto, nas armadilhas azuis destacaram-se significativamente os representantes da ordem Diptera, enquanto nas armadilhas amarelas as coletas evidenciaram a supremacia numérica de representantes da ordem Hemiptera. De modo geral, as ordens Diptera e Hemiptera apresentam elevada importância no ecossistema estudado devido ao grande número de exemplares coletados., destacando-se significativamente das outras ordens. Os índices faunísticos encontrados em minijardim clonal de eucalipto mostraram similaridade com outros estudos em ecossistemas homogêneos. O coleóptero Costalimaita ferruginea (Fabricius, 1801) (Coleoptera: Chrysomelidae) foi registrado pela primeira vez em minijardim clonal de eucalipto, bem como associado ao Eucalipto no Estado do Piauí. Não houve correlação significativa do número total de insetos coletados em armadilhas adesivas (amarelas e azuis) com a temperatura, umidade relativa, precipitação, brotos coletados para confecção de mudas e inseticidas aplicados. Esse é o primeiro estudo sobre a entomofauna de minijardim clonal de eucalipto, entranto, pesquisas sobre taxonomia, biologia e ecologia desses insetos devem ser ser realizadas.


MEMBROS DA BANCA:
Externo ao Programa - 011.018.573-07 - DOUGLAS RAFAEL E SILVA BARBOSA - IFMA
Interno - 1188870 - LUCIA DA SILVA FONTES
Presidente - 1167867 - PAULO ROBERTO RAMALHO SILVA
Interno - 043.286.014-23 - SOLANGE MARIA DE FRANCA - UFPI
Notícia cadastrada em: 08/10/2019 08:57
SIGAA | Superintendência de Tecnologia da Informação - STI/UFPI - (86) 3215-1124 | © UFRN | sigjb04.ufpi.br.instancia1 08/12/2019 05:48